FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Informativo número 4 - Influenza A H1N1 - Protocolo de Notificação e Investigação

Última revisão: 10/05/2009

Comentários de assinantes: 0

Ministério da Saúde

Secretaria de Vigilância em Saúde

Gabinete Permanente de Emergências de Saúde Pública

Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional – ESPII

 

Influenza A (H1N1)

Protocolo de Notificação e Investigação (Link Para o Documento Original)

Atualização: 05.05.2009 às 16h

 

I. INTRODUÇÃO

Este Protocolo tem por objetivo padronizar as medidas para notificação e investigação quando da identificação de casos suspeitos de infecção humana por A/H1N1 (Influenza A (H1N1)). Como toda normatização, este Protocolo está sujeito a ajustes decorrentes da sua utilização prática e das mudanças observadas no cenário epidemiológico.

 

II. NOTIFICAÇÃO E INVESTIGAÇÃO

1. Definições de Casos para Notificação de Infecção Humana por Influenza A (H1N1)

A. Caso(s) em Monitoramento

B. Caso(s) suspeito(s)

 

As definições de caso estão disponíveis no protocolo clínico e nas notas técnicas diárias, disponíveis no site www.saude.gov.br.

 

2. Procedimentos de Notificação e Investigação

2.1. Notificação Imediata

      Notificar imediatamente os pacientes que atendem a definição de caso em monitoramento ou caso suspeito de Influenza A (H1N1), à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e/ou Secretaria Estadual de Saúde (SES) ou à Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS).

      Para notificação imediata à Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), utilize um dos seguintes mecanismos:

 

-        E-mail: notifica@saude.gov.br

-        Disque-notifica: 0800-644-6645

 

      A SVS/MS notificará os casos prováveis ou confirmados à Organização Mundial de Saúde, por meio da Organização Pan Americana de Saúde, e ao MERCOSUL.

      A notificação imediata não substitui a necessidade de registro posterior das notificações no Sistema de Informação de Agravos de Notificação - Sinan. Devido à situação de emergência, os casos serão notificados on line no Sinan por meio do aplicativo Sinan web – Influenza A (H1N1) (Anexo 2), no endereço: www.saude.gov.br/influenza.

 

2.2. Registro da Notificação/Investigação no Aplicativo Sinan Web Influenza

      Deverá ser utilizada a Ficha de Notificação (FIN) e de Investigação Individual (FII) do Sinan (Anexo 1), disponíveis nos endereços: www.saude.gov.br/sinanweb e www.saude.gov.br/svs, atentando-se para a completitude dos campos, e a consistência entre os dados, além do encerramento oportuno.

      Inicialmente apenas as variáveis da fichas FIN e FII que foram definidas para monitoramento mais ágil da notificação serão disponibilizadas para registro no site www.saude.gov.br/influenza:

 

Data da notificação

Informações sobre deslocamento

UF e Município de notificação

Sinais e sintomas

Data dos primeiros sintomas

Ocorreu Hospitalização?

Nome do paciente

UF e Município do Hospital

Data de nascimento ou Idade

Nome do Hospital

Sexo

Data da coleta

UF e Município de residência

Tipo de amostra

Bairro, Logradouro, Número, Complemento (de residência)

Diagnóstico etiológico

País (de residência)

Classificação final

Data da investigação

Critério de confirmação/descarte

Ocupação

O caso é autóctone do município de residência?

Contato com caso suspeito ou confirmado de Influenza Humana por Novo subtipo (até 10 dias antes do início dos sinais e sintomas)

UF, País e Município da autoctonia

 

Evolução do caso

 

Data do óbito

 

Data do encerramento (da investigação)

 

      O campo que identifica se a notificação é de caso Em monitoramento ou de caso Suspeito não está disponível na ficha FIN, mas consta na tela do aplicativo web e deverá ser informado por ocasião da notificação on line.

      As demais variáveis que constam nas fichas FIN e FII deverão ser preenchidas para posterior digitação por meio do aplicativo web – Sinan Influenza A (H1N1).

      Informações complementares, como temperatura aferida, deverão ser informadas na opção Observações adicionais.

      É de responsabilidade da vigilância epidemiológica estadual a definição dos usuários que terão acesso ao registro online das notificações.

     O Interlocutor estadual do Sinan deverá utilizar sua senha de acesso ao site do SinanNET para cadastrar no endereço www.saude.gov.br/cspuweb os usuários indicados pela vigilância epidemiológica da SES, responsáveis pela notificação de casos no site www.saude.gov.br/influenza.

      Os estados terão acesso direto a essa base de dados para correção e/ou atualização das fichas inseridas diretamente no site. No entanto, essa funcionalidade só estará disponível a partir 12/05/2009. Portanto, atenção no momento da digitação desses casos.

      Os usuários só poderão visualizar as fichas digitadas com a sua senha, para correção e atualização, não sendo permitido nesse momento inicial de uso do Sinan Web Influenza o acesso das demais fichas constantes no banco de dados, portanto, cada digitador deverá anotar no ficha FIN o nome pela digitação.

      Os casos registrados no site não precisam ser redigitados no Sinan local (versão 3.2) instalado nas SES/Regionais e SMS, uma vez que a notificação efetuada on line é incorporada ao banco nacional de Influenza do Sinan.

      Também deverão ser registrados no site www.saude.gov.br/influenza todos os casos notificados com data anterior a disponibilização do aplicativo web.

 

2.3. Investigação

      Na investigação epidemiológica deverão ser checados os dados de identificação do indivíduo os antecedentes de exposição; a existência de contato com casos semelhantes; a caracterização clínica do caso, incluindo a existência de co-morbidades que representem risco para agravamento do quadro clínico; a identificação dos contatos e demais informações relevantes frente à situação encontrada.

      Considerando o potencial de risco frente à detecção de casos suspeitos de infecção por novo subtipo viral, é recomendado que a equipe técnica da Secretaria Estadual de Saúde faça a investigação junto com a equipe da Secretaria Municipal de Saúde.

 

3. Relatórios

      Serão disponibilizados via web relatórios, gráficos e mapas utilizando a base de dados registrada online que poderão ser acessados pelos usuários cadastrados. Portanto, não será necessário o envio da base de dados Estadual para os coordenadores de vigilância estadual, pois os usuários cadastrados poderão analisar os dados diretamente da base nacional.

      Posteriormente os usuários cadastrados terão acesso a base de dados para efetuar outras análises utilizando softwares de análise como tabwin, epiinfo, etc.

 

Nota:

A notificação de eventos adversos ao medicamento deve ser feita à ANVISA no site anvisa@saude.gov.br.

 

ANEXO 1

 

ANEXO 2

Instruções de navegação no aplicativo Sinan Web – Influenza A (H1N1):

 

1.    Acessar o endereço: www.saude.gov.br/influenza

2.    Na tela que surge, informar: usuário e senha

 

Nota:

1. O cadastramento de senha, para inclusão de casos no site deverá ser feito pelo interlocutor do Sinan por meio do endereço www.saude.gov.br/cspuweb

2. A senha do interlocutor do Sinan, utilizada neste site, já tem permissão para inclusão de casos no aplicativo Sinanweb Influenza

3. O Interlocutor estadual do Sinan deverá utilizar sua senha de acesso no site www.saude.gov.br/cspuweb para cadastrar os usuários indicados pela vigilância epidemiológica da SES, responsáveis pela inclusão de casos no site www.saude.gov.br/influenza.

 

3.    Será exibida a tela abaixo:

 

 

Nota:

4. Para navegar entre os campos, utilizar a tecla TAB

5. Para pesquisar um nome em uma tabela, digitar parte do nome e teclar TAB. Selecionar o nome de interesse.

6. Ao final da digitação clicar no botão OK para salvar o registro.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.