FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Anfotericina b" obteve 177 resultados.

Página:  de 18

01/10/2009

Casos Clínicos

Terapia antifúngica

...anto, o uso do itraconazol nesta população deve ser cuidadosamente monitorado. 3. Efeitos adversos O itraconazol está associado a raros casos de hepatotoxicidade fulminante, inclusive em pacientes sem comorbidades ou disfunção hepática prévia. A função hepática deve ser monitorada antes do início do tratamento e durante todo o período de uso da droga. Outros efeitos relatados são náuseas, v......

Ver Índice

11/11/2016

Revisões Internacionais

Infeccoes Micoticas em Hospedeiros Comprometidos

...os nos casos de imunidade mediada por células e malignidades. Os contribuintes iatrogênicos incluem cateteres venosos centrais permanentes, radioterapia, esteroides sistêmicos ou inalatórios, e outras medicações imunossupressivas (por exemplo, terapia com anticorpo monoclonal à base de alentuzumabe).4-7 Patogênese O organismo Candida pode atingir tecidos normalmente estéreis através de mei......

Ver Índice

04/12/2014

Remédios

Anfotericina B (COMPLEXO LIPÍDICO)

...uscular; digitalico. • pode sofrer ou provocar aumento das reações adversas com: ciclosporina; corticosteroide; diurético espoliador de potássio; outro medicamento nefrotóxico (ver Apêndice). • pode aumentar a chance de anemia com: depressor da medula óssea; radioterapia. • pode causar grave diminuição de potássio no sangue com: inibidor da anidrase carbônica; corticotrofina; corticosteroide; d......

Ver Índice

04/12/2014

Remédios

Anfotericina B (LIPOSSOMAL)

... função renal ou a reações tóxicas) (pacientes em que a anfotericina B convencional falhou); leishmaniose visceral; meningite criptococica em pacientes com HIV. Como age na parede celular do fungo liga-se a esterois e altera a permeabilidade da parede celular (os componentes intracelulares extravazam). Como se usa Uso injetável – preparação Anfotericina B liposomal (pó) equivale......

Ver Índice

04/12/2014

Remédios

Anfotericina B (CONVENCIONAL)

...rsão coloidal clara. Estabilidade após reconstituição temperatura ambiente controlada (25°C): 24 h, protegido da luz. refrigeração (2°-8°C): 7 dias, protegido da luz. DILUIÇÃO Diluente: Glicose 5%. Volume: para se obter uma concentração de 0,1 mg/mL. ATENÇÃO: o pH da solução de Glicose 5% deve estar acima de 4,2. Se estiver abaixo, utilizar uma solução tampão estéril para ajustar o pH. Est......

Ver Índice

05/12/2011

Remédios

Anfotericina B (COMPLEXO COM COLESTERIL SULFATO)

...outros diluentes podem provocar a precipitação do produto. • Estabilidade após reconstituição: refrigeração (2°-8°C): 24 horas, protegido da luz. Diluição • Diluente: Glicose 5%. • Volume: para se obter uma concentração de aproximadamente 0,6 mg/mL. • ATENÇÃO: utilizar apenas Glicose 5%. Soluções contendo cloreto de sódio, eletrólitos ou agentes bacteriostáticos podem cau......

Ver Índice

04/06/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Anfotericina B (CONVENCIONAL)

...íase disseminada; coccidiomicose; criptococose; endocardite por fungo; histoplasmose; mucormicose; esporotricose disseminada; septicemia por fungos; infecção urinária por fungos. COMO AGE Na parede celular do fungo liga-se a esteróis e altera a permeabilidade da parede celular (os componentes intracelulares extravazam). COMO SE USA Uso Injetável – Infusão Intravenosa Anfotericina B Conv......

Ver Índice

04/06/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Anfotericina B (COMPLEXO COM COLESTERIL SULFATO)

...tação do produto. • Estabilidade após diluição com Glicose 5%: refrigeração (2-8°C): 24 horas VELOCIDADE DE INFUSÃO: 1 mg/kg de peso corporal por hora. Administrar em no mínimo 2 horas. ATENÇÃO: não utilizar filtro de linha. Se necessário, lavar o cateter com Glicose 5% antes da infusão. Infusão Intravenosa – Anfotericina B Complexo com Colesteril Sulfato (pó) 100 mg RECONSTITUIÇÃO......

Ver Índice

04/06/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Anfotericina B (COMPLEXO LIPÍDICO)

... formas de administração. REFERÊNCIA ABELCET (Bagó) GENÉRICO Não USO INJETÁVEL Injetável (suspensão) 50 mg/10 mL ABELCET Injetável (suspensão) 100 mg/20 mL ABELCET Armazenagem Antes de Aberto Refrigeração (2-8°C). Não congelar. Proteção à luz: sim, necessária. Aspecto da suspensão: opaca, amarela O QUE É A anfotericina B complexo lipídico é antifúngico; antiprotozo......

Ver Índice

04/06/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Anfotericina B (LIPOSSOMAL)

... aspergilose, criptococose ou candidíase disseminada (pacientes que não podem receber a anfotericina B convencional devido a diminuição da função renal ou a reações tóxicas) (pacientes em que a anfotericina B convencional falhou); leishmaniose visceral; meningite criptocócica em pacientes com HIV. COMO AGE Na parede celular do fungo liga-se a esteróis e altera a permeabilidade da parede celul......

Ver Índice

Página:  de 18

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal