FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Antimicrobianos em Neutropenia Febril – Parte 1" obteve 13 resultados.

Página:  de 2

06/09/2011

Artigos

Antimicrobianos em Neutropenia Febril – Parte 1

...r um cateter venoso central, um desses pares deve ser coletado do sangue pelo cateter (A-III). Os volumes colhidos devem se limitar a menos de 1% do volume total de sangue do paciente (normalmente cerca de 70 mL/kg) em pacientes com peso < 40 kg (C-III). Culturas de outros locais suspeitos de infecção devem ser coletadas conforme o quadro clínico (A-III). Radiografia de tórax é indicada par......

Ver Índice

08/09/2011

Artigos

Antimicrobianos em Neutropenia Febril – Parte 2

...térias, é recomendada a remoção do cateter associada a terapia antimicrobiana por pelo menos 14 dias (A-II). A remoção do cateter também é recomendada para infecções do túnel ou do sítio de inserção, trombose séptica, endocardite, sepse com instabilidade hemodinâmica ou infecção de corrente sanguínea que persiste a despeito de mais de 72 horas de terapia com antibióticos apropriados (A-II). Para......

Ver Índice

06/12/2012

Revisões Internacionais

Terapia antimicrobiana – Paul S. Pottinger, Timothy H. Dellit

...envolvido um novo grupo de cefalosporinas com atividade contra SARM.) Penicilinas de amplo espectro suscetíveis à penicilinase. A ampicilina apresenta um espectro mais amplo de atividade do que a penicilina G. Seu espectro abrange não só a maioria dos pneumococos, meningococos, gonococos e vários estreptococos como também alguns bacilos gram-negativos. Assim como a penicilina G, contudo,......

Ver Índice

16/12/2013

Revisões Internacionais

Pneumonia e outras infecções pulmonares – Joel T. Katz

...ardia,94 em que o médico fornece ao paciente uma prescrição, mas sugere que esta somente seja atendida se os sintomas não forem resolvidos sem o uso de antibióticos. Os pacientes com febre alta, calafrios, angústia respiratória, distúrbios pulmonares ou imunossupressivos subjacentes, ou sinais físicos de infecção do parênquima pulmonar devem ser avaliados quanto à pneumonia e tratados de acordo co......

Ver Índice

13/09/2016

Revisões

Neutropenia Febril

...ração de fungos (cândida ou aspergillus) de qualquer outro sítio de infecção podem não iniciar a terapia antifúngica. A terapêutica antifúngica deve ser instituída se qualquer um desses indicadores de infecção fúngica invasiva estiver presente. Nos pacientes de baixo risco, o risco de infecção fúngica invasiva é baixo, e não é recomendado o uso rotineiro do tratamento antifúngico empírico. A prof......

Ver Índice

07/10/2014

Revisões Internacionais

Hipertermia, febre e febre de origem indeterminada

...schueren S, Knockaert DC, Peetermans WE, et al. Lack of value of the naproxen test in the differential diagnosis of prolonged febrile illnesses. Am J Med 115:572, 2003 69. Sorensen HT, Mellernkjaer L, Skriver MV, et al: Fever of unknown origin and cancer: a population-based study. Lancet Oncol 6:851, 2005 70. Pouchot J, Sampalis JS, Beaudet F, et al: Adult Still’s disease: manife......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

D

...ação de docetaxel. t Câncer de próstata metastático (refratário a hormônio): docetaxel 75 mg/ m2, por infusão intravenosa, por 1 hora a cada 3 semanas, seguido por uso contínuo de prednisona 5 mg, por via oral, a cada 12 horas. Administrar dexametasona 8 mg, por via oral, em 12 horas, 3 horas, e 1 hora antes da administração de docetaxel; Ou estramustina 420 mg, por via oral, a cada 8 h......

Ver Índice

01/09/2016

Revisões Internacionais

Hipertermia e febre e febre de origem indeterminada

...ced hyperthermia in humans. Ann Intern Med 2002;136:785. 11.Silva ES. The thermogenic effect of thyroid hormone and its clinical implications. Ann Intern Med 2003;139:205. 12.Simon HB, Daniels GH. Hormonal hyperthermia: endocrinologic causes of fever. Am J Med 1979;66:257. 13.Bouchama A, Knochel JP. Heat stroke. N Engl J Med 2002; 346:1978. 14.Wallace RF, Kriebel D, Punnett L, et al. The effec......

Ver Índice

19/02/2014

Revisões Internacionais

Infecções do trato urinário – Kalpana Gupta, Walter E. Stamm

...dos antígenos do grupo sanguíneo nos fluidos corporais da paciente. As células epiteliais vaginais das mulheres não secretoras de antígenos de grupo sanguíneo ligam-se a um número significativamente maior de bactérias, além de estarem particularmente expostas ao risco de ITU recorrente.21,22 As mutações envolvendo os genes do hospedeiro (p. ex., genes codificadores de receptores Toll e do receptor......

Ver Índice

29/08/2018

Revisões Internacionais

Infecções do Trato Urinário

...es Anatômicas e Funcionais Indivíduos com anormalidades anatômicas e funcionais no trato urinário, incluindo refluxo vésico-ureteral, obstrução ureteral ou corpo estranho (p. ex., cálculo, sonda vesical ou tumor), apresentam uma acentuada predisposição ao desenvolvimento de ITU, em particular de infecções envolvendo os rins. Nestes indivíduos, a ITU pode desenvolver-se como resultado de infec......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.