FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Capitulo 1 – Visao Geral Dos Padroes de Controle de Infeccoes da Joint Commission" obteve 13 resultados.

Página:  de 2

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 1 – Visão geral dos padrões de controle de infecções da Joint Commission

...latoriais e clínicas cirúrgicas, que em locais de orientação sistemática de pacientes ambulatoriais. Instalações para atendimento médico domiciliar, instalações para tratamentos de longo prazo, escolas, centros comunitários, prisões e penitenciárias, laboratórios do sono e centros de geração de imagens apresentam níveis diferentes de risco de transmissão de infecções. Considerando que os riscos a......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 2 – Desenho e avaliação de programas

...ade, das despesas associadas a permanências prolongadas na UCC e de vários fatores previsíveis que contribuem para a ocorrência desse tipo de infecção. No SMMC, a pneumonia associada a ventiladores é monitorada em caráter permanente. Pneumonia Não-associada a Ventiladores Geralmente é possível evitar a pneumonia relacionada a infecções associadas aos cuidados de saúde em pacientes não-ventila......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Iniciais

...es para atendimentos domiciliares. Além disso, apresenta a opinião de especialistas renomados na prevenção e no controle de infecções, mostra exemplos úteis das “melhores práticas” de várias organizações de assistência à saúde que aprimoraram os esforços de controle de infecções e, finalmente, apresenta listas de verificação para uso nas avaliações de atividades de controle. Visão geral do con......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 7 – Administração de programas de controle de infecções

...ganizações de pequeno porte, a pessoa que administra esses programas supervisiona também áreas correlatas, como saúde dos funcionários, desenvolvimento de equipes, enfermagem e melhorias de desempenho. Para reduzir o nível de custos, em algumas organizações como clínicas ou hospitais de pequeno porte talvez seja mais conveniente terceirizar todas ou algumas funções, como educação e treinamento de ......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 12 – Controle de infecções no processo de acreditação

... 11. Por que você não pode comer ou beber em áreas de atendimento a pacientes? 12. Quem é o pessoal do controle de infecções? 13. Como você entra em contato com o pessoal do controle de infecções? 14. Foi feita alguma construção em sua unidade? Que informações você recebeu sobre ela? 15. Mostre como tirar as l......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 3 – Análise de risco e estabelecimento de metas e objetivos em programas de controle de inf

...ínica ambulatorial Hospício Atendimento à saúde domiciliar Saúde comportamental Atendimento a Populações Especiais Mulheres e crianças Populações com necessidades especiais Saúde comportamental Assistência de longa permanência Reabilitação Doenças associadas ao estilo de vida Idosos mais suscetíveis Predisposição para doenças resultantes de......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio do controle ambiental

...o por meio de gotículas. Como a transmissão por meio de gotículas é tecnicamente uma forma de transmissão por contato, alguns agentes infectantes transmitidos pelas gotículas podem ser transmitidos mediante contato direto ou indireto. Entretanto, ao contrário das outras formas de transmissão por contato, esta ocorre quando gotículas do trato respiratório, carregando agentes infectantes, transmitem......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio do controle ambiental

...uvas e, então, trata outro paciente, toca a si mesmo ou uma superfície, transmitindo, assim, a infecção.17 Consequentemente, as luvas devem sempre ser trocadas entre o atendimento a um paciente e outro.2 Quando usar luvas, é importante trabalhar a partir das áreas limpas para as áreas sujas do corpo. Em outras palavras, tocar os locais limpos do corpo antes de tocar nas partes sujas ou contaminad......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio de programas de saúde ocupacional

...site do hospital podem ajudar na orientação. Proteção contra tuberculose A Mycobacterium tuberculosis (M. tuberculosis), bactéria que provoca tuberculose (TB), é transmitida pelo ar em partículas chamadas de núcleos de gotículas. Ela não é transmitida pela superfície de contato, mas pessoas suscetíveis podem se infectar se inalarem essas gotículas. A probabilidade de uma pessoa exposta contra......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Redução do risco de infecções por meio de programas de saúde ocupacional

...períodos para retornar ao trabalho para trabalhadores potencialmente expostos ou doentes. Essas políticas de saúde ocupacional são desenvolvidas e atualizadas mediante revisão regular das diversas diretrizes dos Centers for Disease Control and Prevention (CDCs) voltadas para os PASs expostos. O prevencionista de infecção pode não ser um membro efetivo do departamento de saúde ocupacional, entretan......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal