FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Capitulo 2 – Investigacao Epidemiologica de Casos e Epidemias" obteve 21 resultados.

Página:  de 3

23/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 2 – Investigação Epidemiológica de Casos e Epidemias

...vento. Dados obtidos mediante entrevista com o paciente, familiares, médicos e outros informantes: Identificação do paciente - nome, idade, sexo, estado civil, profissão, local de trabalho e de residência, com ponto de referência; Anamnese e exame físico - data de início dos primeiros sintomas, história da moléstia atual, antecedentes mórbidos, antecedentes vacinais, mudanças de hábitos nos ......

Ver Índice

23/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 1 – Vigilância Epidemiológica

...ia Epidemiológica BASES HISTÓRICAS E CONCEITUAIS As primeiras intervenções estatais no campo da prevenção e controle de doenças, desenvolvidas sob bases científicas modernas, datam do início do século XX e foram orientadas pelo avanço da era bacteriológica e pela descoberta dos ciclos epidemiológicos de algumas doenças infecciosas e parasitárias. Essas intervenções consistiram na organização ......

Ver Índice

24/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 3 – Sistemas de Informação em Saúde e Vigilância Epidemiológica

...tasus.gov.br, dados do Sinasc referentes aos anos de 1994 em diante. Entretanto, até o presente momento, só pode ser utilizado como denominador, no cálculo de alguns indicadores, em regiões onde sua cobertura é ampla, substituindo deste modo as estimativas censitárias. O Sinasc tem como instrumento padronizado de coleta de dados a Declaração de Nascido Vivo (DN), cuja emissão, a exemplo da DO, é ......

Ver Índice

31/05/2009

Biblioteca Livre

Rubéola

... inibição da hemaglutinação, que apesar do baixo custo e simples execução, seu uso vem sendo substituído por outras técnicas mais sensíveis, como aglutinação do látex, imunofluorescência, hemaglutinação passiva, ensaio imunoenzimático (ELISA). Os laboratórios de referência para o diagnóstico da rubéola, realizam de rotina, somente a pesquisa de anticorpos IgM, pelo método ELISA, no caso de rubéola......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Influenza

... pacientes em tratamento de câncer, asmáticos, portadores de HIV e miopatias) e familiares que estejam em contato com os referidos pacientes. Outros grupos populacionais beneficiados são: os povos indígenas a partir de 6 meses de idade, os trabalhadores de saúde e a população presidiária. A vacinação contra Influenza é indicada como medida auxiliar para o controle de surtos institucionais/hospita......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Influenza

...oduzido de: DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS – GUIA DE BOLSO – 8ª edição revista [Link Livre para o Documento Original] MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância Epidemiológica 8ª edição revista BRASÍLIA / DF – 2010 Influenza CID 10: J10 a J11 ASPECTOS CLÍNICOS E EPIDEMIOLÓGICOS Descrição A Influenza ou gripe é uma infecção viral aguda d......

Ver Índice

04/02/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Peste

...denite (“sintomático ganglionar”); todo paciente proveniente (no periodo de 1 a 10 dias) de área com epidemia de Peste pneumônica e que apresente febre e outras manifestações clínicas da doença, especialmente sintomatologia respiratória. · Confirmado – Todo paciente com quadro clínico de Peste e diagnóstico laboratorial confirmado, ou todo paciente com quadro clínico sugestivo de Peste e hist......

Ver Índice

04/02/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Peste

...estres, alimentando o ciclo domestico da Peste. Nesse ultimo caso, a intensa infestação por pulgas pode ocasionar transmissão persistente e manutenção do ciclo de transmissão. A transmissão da Peste de reservatórios naturais para o homem pode eventualmente seguir o tramite direto roedor silvestre ? homem, porem habitualmente segue o fluxo roedor silvestre ? pulga ? roedor sinantrópico ? pulga ?hom......

Ver Índice

02/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Coqueluche

...ilância epidemiológica e/ou dos laboratórios centrais ou de referência viabilizar, orientar ou mesmo proceder a coleta de material para exame, de acordo com a organização de cada local. • É fundamental que a coleta seja feita por pessoal devidamente treinado. Atenção Não se deve aguardar os resultados dos exames para a instituição do tratamento, desencadeamento das medidas de controle......

Ver Índice

06/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Influenza (Gripe)

...dos laboratórios de referência internacional da OMS. Para o vírus da influenza A, a tipagem completa é essencial para que o mesmo seja introduzido na composição anual da vacina do hemisfério sul. Para efeito da vigilância epidemiológica, esse diagnóstico é realizado apenas em alguns pacientes atendidos em unidades sentinelas. Tratamento Recomenda-se repouso e hidratação adequada. Medicações a......

Ver Índice

Página:  de 3

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal