FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 2" obteve 2261 resultados.

Página:  de 227

27/01/2015

Casos Clínicos

Caso Clínico – Qual o diagnóstico hematológico deste caso?

... - Ureia: 27mg/dL; - Cr: 0,6 mg/dL; - Na: 139mEq/L; - K: 4,0 mEq/L; - Glicemia: 118 mg/dL; - Hb 6,3g/dL; Ht: 19,2%; VCM: 88; HCM 29; - Reticulócitos: 6,97 % (de 0,5 a 2,5%); - Leucócitos: 10,38 mil/mm³ (82% de neutrófilos) - Plaquetas: 94 mil; - VHS: 77mm - Albumina: 3,3g/dL; - DHL: 245 U/L; - Bilirrubina Indireta: 0,13 mg/dL; - Tempo de Trombina: 48 segundos; - Tempo de Protrom......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

... com caso suspeito. Aquelas coletadas após 28 dias são consideradas tardias, mas, mesmo assim, devem ser aproveitadas e encaminhadas ao laboratório de referencia estadual para a realização da pesquisa de IgM. É importante ressaltar que resultados não reagentes para IgM não descartam a possibilidade de infeccao recente pelo vírus da Rubéola. Não está indicada, na rotina do pré-natal, a realização d......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

... IgM – Vacinar após o parto Entre 29 e 42 dias IgM + Acompanhar RN suspeito de SRC IgM – Realizar pesquisa de IgG Após 43 dias IgM + Acompanhar RN suspeito de SRC IgM – Realizar pesquisa de IgG IgG + Não se pode afirmar que houve infecção. Acompanhar RN suspeito de SRC IgG – Vacinar após o parto Não existem indicações para solicita......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

...icas, considerando-se todos estes casos como realmente provocados pela vacina, é de cerca de 1 para cada 500 mil pacientes tratados. Nos EUA, a incidência de reações alérgicas notificadas à vacina de células diplóides foi de 11 casos por 10 mil pacientes tratados (0,11%). As reações variam de urticária a anafilaxia e ocorrem principalmente após as doses de reforço; em 1/10 mil tratamentos é regis......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...ratorial e a assistência ao paciente. Deve ser definido, estabelecido e divulgado o fluxo das unidades de referência e contra-referência. Na área de transmissão intensa, bem como nas áreas cobertas pelo Pacs/PSF, é recomendada a realização de busca ativa de casos, encaminhando os suspeitos para atendimento médico. Neste momento, todos os profissionais de saúde devem ser alertados e sensibilizados......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...to e que tenham permanecido no registro ativo por pelo menos 2 anos a contar da data do início do diagnóstico; e aos doentes multibacilares que abandonaram o tratamento, e tenham permanecido no registro ativo por pelo menos 4 anos a contar da data de início do diagnóstico. O setor de vigilância epidemiológica, no âmbito municipal, deve ser comunicado desses procedimentos. Outro aspecto important......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...ato não apresente sinais e sintomas, orientá-lo para realizar Quarentena Domiciliar Voluntária e realizar o monitoramento clínico diário, por telefone, durante 10 dias a partir da data do último contato com o paciente. · Caso o contato apresente sinais e sintomas de modo a se enquadrar na definição de caso em monitoramento ou suspeito, encaminhar ao Hospital de Referência e adotar as medidas......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...vas) e retire a outra luva. 2.4. EPI: Proteção para os olhos ou protetor de face Os óculos de proteção (ou protetor de face) devem ser utilizados para prevenir a exposição do profissional a respingo de sangue, secreções corporais e excreções. Por isso devem ser utilizados quando o profissional de saúde atuar em procedimentos com risco de geração de aerossol ou estiver trabalhando a uma distân......

Ver Índice

10/09/2009

Biblioteca Livre

5 Vigilância Epidemiológica

...introduzidos ou induzidos de acordo com a procedência e situação do caso. • Caso autóctone: caso de malária contraído pelo enfermo na zona de sua residência. • Caso importado: caso de malária contraído fora da zona onde se fez o diagnóstico. O emprego dessa expressão dá a idéia de que é possível situar, com certeza, a origem da infecção numa zona malárica conhecida. • Caso i......

Ver Índice

12/08/2009

Biblioteca Livre

Glossário

...riamente para cada doença. No caso da febre tifóide, por exemplo, o portador é considerado como ativo crônico quando alberga a Salmonella typhi por mais de um ano após ter estado doente. PORTADOR ATIVO INCUBADO OU PRECOCE: portador durante o período de incubação clínica de uma doença. PORTADOR EFICIENTE: portador que elimina o agente etiológico para o meio exterior ou para o organismo de um veto......

Ver Índice

Página:  de 227

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal