FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Crises de Feocromocitoma" obteve 20 resultados.

Página:  de 2

18/12/2015

Revisões

Crises de feocromocitoma

...nâmica e a extensão da disfunção de órgãos. Newell et al relataram três casos de grave CF, que incluiu quatro componentes: falha de múltiplos órgãos, hipertensão grave e / ou hipotensão, febre alta e encefalopatia. Newell denominou este grupo de crise de feocromocitoma com múltiplos acometimentos. Porém o critério mais aceito para classificar crises graves, são a presença de choque, hipotensão su......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...posta ainda for insuficiente depois de 6 semanas; doses iniciais de 5 mg/kg/dia justificam-se quando se requer um controle rápido da afecção. Crianças (acima de 6 meses de idade) Tratamento e profilaxia de rejeição de transplante de órgãos e tecidos t Perioperatório: dar 15 mg/kg, por via oral, de 4 a 12 horas antes do transplante, continuar a dose por 1 a 2 semanas. Ou então, administrar 5 ......

Ver Índice

27/08/2018

Revisões

Avaliação e Tratamento de Emergências Hipertensivas

... aguda, anteriormente chamada de “nefroesclerose maligna”). Essa condição é caracterizada por hematúria (em geral, microscópica, encontrada em 75% dos pacientes com emergências hipertensivas) e uma creatinina sérica elevada. É importante determinar se esses achados são recentes, uma vez que podem anteceder a elevação grave da PA em alguns pacientes. Quando a lesão renal ocorre como resultado de h......

Ver Índice

29/03/2011

Biblioteca Livre

XI. Emergência e Urgência Hipertensivas

...nsivo com monitorização da pressão arterial e do eletrocardiograma. A urgência hipertensiva pode ser tratada com a instituição de tratamento medicamentoso convencional. Pode ser utilizado captopril, propranolol ou clonidina oral. A furosemida ainda é empregada para tratamento de emergências e urgências hipertensivas, mas só deve ser usada na concomitância de edema agudo de pulmão; em outras situaç......

Ver Índice

03/09/2008

Revisões

Tumores e Nódulos Adrenais

...itoplasmático permite essa diferenciação. Tipicamente, os adenomas apresentam hipossinal ao fígado nas seqüências ponderadas em T1 e mostram importante queda do sinal nas seqüências “fora de fase”. Tratamento Tumores adrenais com características radiológicas sugestivas de adenoma, tamanho menor que 4 cm no maior eixo e ausência de hiperfunção hormonal devem ser acompanhados com ex......

Ver Índice

02/05/2010

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Cloridrato de Clomipramina

...a da alimentação. • Meia-vida: 20 a 30 horas. EFEITOS ADVERSOS1,4,5,8 • Sedação (acima de 10%), tontura (acima de 10%), insônia (acima de 10%), cefaléia (acima de 10%), nervosismo (acima de 10%), fadiga (acima de 10%), tremor (acima de 10%), mioclonia (acima de 10%), anorexia (acima de 10%), hipotensão ortostática (1% a 10%), diminuição do limiar convulsivo (1% a 10%), discinesias ......

Ver Índice

13/08/2009

Revisões

Cefaleia

...e a cefaleia em salvas · Os padrões de cefaleia aguda emergente ou crônica progressiva são os que levam a maior preocupação, pois podem sugerir cefaleias secundárias. Via de regra, devem ser investigadas com exames complementares. · A pesquisa de sinais de alerta é fundamental na avaliação de um paciente com cefaleia, pois pode sugerir cefaleia secundária. · Com exceção dos casos......

Ver Índice

25/01/2009

Revisões

Ansiedade e Medo Patológico

...ente medo e ansiedade nas crises temporais. Pacientes epiléticos podem desenvolver quadros fóbicos envolvendo o medo de ter as crises, um quadro que pode se assemelhar à agorafobia. O diagnóstico é feito com base no EEG, mas comumente são necessários EEG de repetição ou mesmo vídeo-EEG para determinar o diagnóstico. Quadros cardíacos e respiratórios geralmente apresentam evidências na......

Ver Índice

04/12/2014

Remédios

Atenolol

...o); paciente submetido a cirurgia com anestesia geral; hipertireoidismo; diabetes mellitus (pode mascarar a taquicardia); insuficiência renal (ajustar a dose). Reações mais comuns (sem incidência definida): Sistema nervoso central: tontura, fadiga, letargia, vertigem, desmaio. Cardiovascular: pressão baixa. Atenção com outros produtos. O Atenolol: • pode aumentar o risco de reações grav......

Ver Índice

10/02/2015

Remédios

Tranilcipromina

...ue é antidepressivo [IMAO (inibidor da monoamina-oxidase); estrutura similar à anfetamina]. Para que serve depressão maior (em paciente sob intensa observação e que não tenha reagido a outra terapia antidepressiva). Como age liga-se irreversivelmente à monoamina-oxidase, diminuindo sua atividade, aumentando assim os estoques dos neurotransmissores (serotonina, epinefrina, norepinefrina ......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.