FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Curb 65" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

04/05/2015

Revisões

Pneumonia adquirida na comunidade

...t; 100bpm, estertores, diminuição dos sons respiratórios, mialgia e sudorese noturna. A maior parte dos pacientes apresenta um quadro sugestivo de infecção de vias aéreas superiores persistente, mantendo sintomas sem resolução, principalmente febre e mal-estar geral. A pneumonia pneumocócica clássica tem uma apresentação aguda com dor torácica pleurítica, febre, expectoração avermelhada e quadro ......

Ver Índice

11/01/2010

Artigos

Destaques das diretrizes de  pneumonia adquirida na comunidade - 2009

...lizados quando o patógeno específico é identificado nas primeiras 48-72 h do início do tratamento. A identificação do(s) agente(s) permite dirigir a terapia ao(s) patógeno(s) específico(s) e selecionar o antimicrobiano para a terapia sequencial, podendo reduzir os custos do tratamento, os efeitos adversos e a indução de resistência. · Em geral, o esquema empírico para a PAC considera a co......

Ver Índice

07/06/2016

Revisões

Pneumonia adquirida na comunidade

... Assim opções poderiam ser o uso de azitromicina ou claritromicina e alternativamente usando beta-lacâmicos a amoxacilina-clavulonato ou cefalosporina de segunda geração como a cefuroxima. A doxiciclina não é uma boa alternativa na nossa população, pois o pneumococo parece ser resistente à doxiciclina frequentemente na nossa população. Em pacientes em que foi decidido o tratamento ambulatorial, ......

Ver Índice

13/06/2010

Artigos

Eficácia dos corticóides na pneumonia comunitária

...ides na pneumonia comunitária Eficácia dos corticóides na pneumonia adquirida na comunidade: um ensaio clínico randomizado, duplo-cego1 Fator de impacto da revista (Am J Respir Crit Care Med): 9.792 Contexto Clínico Pneumonia adquirida na comunidade (PAC) é uma grande causa de morbimortalidade2 e uma das principais causas de internação hospitalar. Sua fisiopatologia envolve uma respos......

Ver Índice

08/08/2009

Casos Clínicos

Pneumonia e gripe suína/influenza A (H1N1)

...l. Indicações Ações analgésica e antipirética. Posologia A dose habitual é de 500 a 1.000 mg a cada 6 horas. Alternativa para efeito analgésico mais intenso: 2 g a cada 6 horas. Efeitos Adversos Pode causar náuseas e vômitos e, ocasionalmente, reações hipotensivas isoladas; em casos raros, queda crítica da pressão arterial. Agranulocitose e reações anafiláticas e anafilactoides (rar......

Ver Índice

28/10/2013

Artigos

Uso da pró-calcitonina em pneumonia no PS

...dores laboratoriais; estes foram avaliados quanto a sua relação com a mortalidade e gravidade das pneumonias. Os pacientes que morreram tiveram níveis de pró-calcitonina maiores (1,96 ng/mL vs. 0,18 ng/mL; P < 0,01) e de PCR maiores (158,57 mg/dL vs. 91,28 mg/dL; P < 0,01). Os níveis de VHS e de leucócitos não se correlacionaram com mortalidade. Os níveis de pró-calcitonina médios foram sig......

Ver Índice

07/08/2018

Revisões

Infecções pelo vírus H1N1

...terísticas alta transmissibilidade, maior gravidade entre certos grupos que incluem idosos, crianças, gestantes, imunodeprimidos, cardiopatas e pneumopatas. A patogênese da infecção humana pelo novo vírus influenza A (H1N1) compreende dois eventos: · o dano celular primário ou citotóxico direto pela ação viral, por exemplo, causando dano direto no epitélio respiratório; · ......

Ver Índice

08/07/2015

Revisões

Infecção pelo Vírus Influenza H1N1

...nça respiratória em soldados no Forte Dix em Nova Jersey nos Estados Unidos da América. Um novo vírus denominado de H1N1 A/New Jersey/76 foi identificado como causa da epidemia, que causou 230 casos de influenza e uma morte. Felizmente a epidemia não se alastrou para outros locais ficando limitada a base militar. Em novembro de 1977 o vírus H1N1 foi identificada uma nova cepa H1N1 na antiga União ......

Ver Índice

11/05/2009

Casos Clínicos

Pneumonia e insuficiência adrenal

... trachomatis e Ureaplasma urealyticum. · Dose habitual: 1 a 2 g/dia, dose dividida a cada 6 horas, com ajuste necessário para função renal. · Gestação: classe B. · Apresentações comerciais: Eritromicina®, Eritrex®, Ilosone®, Eribiotic® em comprimidos de 250 mg e 500 mg, suspensão com 125 mg/5 mL e 250 mg/5 mL. Claritromicina Macrolídeo semissintético derivado da eritr......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal