FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Doenca Arterial Coronaria Cronica" obteve 57 resultados.

Página:  de 6

Aulas

Doença Arterial Coronária Crônica

...Dr. Marcio Sommer Bittencourt discorre sobre o diagnóstico, estratificação e prognóstico da doença arterial coronária crônica......

Conteúdo em vídeo

Aulas

Doença Arterial Coronária Crônica

...Dr. Marcio Sommer Bittencourt discorre sobre o diagnóstico, estratificação e prognóstico da doença arterial coronária crônica......

Conteúdo em vídeo

04/06/2013

Revisões Internacionais

Angina estável crônica – Richard A. Lange – L. David Hillis

...tes, deve ser considerado o uso de bloqueadores de canais de cálcio.77 Betabloqueadores. Os betabloqueadores diminuem a demanda de oxigênio miocárdica, promovendo diminuição da frequência cardíaca, contratilidade miocárdica e pressão arterial. Estes fármacos constituem a terapia de 1ª linha para pacientes com DAC crônica, pois retardam o aparecimento da angina e aumentam a capacidade......

Ver Índice

06/08/2010

Revisões

Doença Arterial Coronariana Crônica – Definição, Diagnóstico e Estratificação de Risco

...ofreu o evento isquêmico demora a recuperar sua função normal. O miocárdio atordoado costuma recuperar sua função espontaneamente após algumas semanas. 2. A segunda forma de miocárdio viável é o miocárdio hibernante. Recebe este nome pois é um miocárdio vivo que tem importante alteração de função, que pode ser recuperada com a reversão adequada da isquemia. Para estes pacientes, a diferenciaçã......

Ver Índice

30/10/2013

Revisões

Doença Arterial Coronariana Crônica

...ntraindicados. Além disso, a angina de Prinzmetal responde muito bem aos antagonistas dos canais de cálcio. Nitratos: Os efeitos hemodinâmicos e antianginosos desses fármacos ocorrem devido à vasodilatação venosa e coronariana, reduzindo a pré-carga, diminuindo o consumo de oxigênio pelo miocárdio e melhorando o fluxo subendocárdico. Os nitratos de curta ação, administrados via sublingual, são......

Ver Índice

05/12/2016

Revisões Internacionais

Doença Cardiovascular em Pacientes com Doença Renal

...mente, predispõem os pacientes para esse tipo de condição. Os fatores de risco cardiovasculares tradicionais são comuns nos casos de DRC, embora não expliquem o aumento na incidência de eventos cardiovasculares ou nas taxas de mortalidade.16-19 Outros fatores de risco relacionados a DRC (por exemplo, proteinúria, anemia por deficiência de eritropoetina [EPO] e distúrbios no metabolismo mineral ós......

Ver Índice

26/03/2015

Revisões Internacionais

Síndromes de vasculite sistêmicas

... pacientes asmáticos ocorridos após a introdução dos inibidores de 5-lipoxigenase, durante o desmame dos corticosteroides. Na SCS, a cardiopatia pode ser grave e é uma das principais causas de mortalidade. A infiltração cardíaca ou arterite coronária podem produzir insuficiência cardíaca e síndromes isquêmicas. Pode haver cardiopatia valvular, mas esta não é tão marcante nem tão comum na SCS quan......

Ver Índice

29/03/2011

Biblioteca Livre

IV. Avaliação Clínica Inicial

...a cardíaca; doença vascular encefálica; doença arterial periférica; doença renal; diabete melito; indícios de hipertensão secundária; gota. • Investigação sobre diversos aparelhos e fatores de risco: dislipidemia, tabagismo, sobrepeso e obesidade, sedentarismo, perda de peso características do sono, função sexual, doença pulmonar obstrutiva crônica. • História pregressa: gota, doença art......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...ma de mama intraductal in situ. Contraindicações t Terapia com varfarina. t Trombose venosa profunda e embolia pulmonar. t Hipersensibilidade a tamoxifeno ou outro componente da formulação. t A eficácia e segurança do citrato de tamoxifeno não foram estabelecidas para menores de 10 anos. Precauções t Usar com cuidado nos casos de: – carcinoma intraductal in situ (avaliar a ......

Ver Índice

16/03/2016

Artigos

Controle usual de pressão arterial e relação com doença arterial periférica e risco vascular

...ara 22,4% na idade de 80 anos ou mais. A doença arterial periférica é associada com o dobro do risco de mortalidade por qualquer causa e três vezes o risco de morte por causas vasculares ao longo de um seguimento médio de dez anos. A hipertensão arterial é um fator de risco conhecido para a doença arterial periférica, e é também um fator de risco para a doença vascular, doença cardíaca coronária......

Ver Índice

Página:  de 6

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal