FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Doenca de Lyme Livre" obteve 35 resultados.

Página:  de 4

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Doença de Lyme

...o. Mesmo que não haja lesão cutânea na fase inicial, ainda assim a doença pode se manifestar anos mais tarde. Período de Transmissibilidade Ocorre durante toda a vida do vetor infectado. Complicações A doença poderá cursar com grave envolvimento neurológico, cardíaco e articular. Diagnóstico O diagnostico da Doença de Lyme baseia-se na identificação dos aspectos clínicos da doença e......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Doença de Lyme

...nsão da área onde os carrapatos transmissores estão presentes (delimitação dos focos). Ações de educação em saúde sobre o ciclo de transmissão para impedir que novas infecções ocorram. Orientar moradores, transeuntes e/ou trabalhadores de áreas infestadas para a adoção de medidas de proteção do corpo, com roupas claras, de mangas compridas, uso de repelentes nas partes descobertas da pele e nas bo......

Ver Índice

31/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Meningites Virais

...der ao período máximo de incubação da doença. MEDIDAS DE CONTROLE O diagnóstico e tratamento precoces dos casos são medidas que contribuem para o controle da doença. As medidas de controle específicas relacionam-se com o agente etiológico. Em situações de surto, a população deve ser orientada sobre os sinais e sintomas da doença, medidas gerais de higiene e, ainda, medidas de prevenção especí......

Ver Índice

31/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Meningites Virais

...pidemiológica 8ª edição revista BRASÍLIA / DF – 2010 Meningites Virais CID 10: A87 ASPECTOS CLÍNICOS E EPIDEMIOLÓGICOS Descrição As Meningites Virais são também chamadas assépticas ou serosas. O sistema nervoso central pode ser infectado por um variado conjunto de vírus, mas, independente do agente viral, o quadro clínico caracteriza-se por aparição súbita de cefaleia, fotofobia, r......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

...servatório domestico potencial. Acredita-se que a capivara (Hydrochaeris hydrochaeris), também, pode estar envolvida neste ciclo, mas não existem estudos que comprovem ser esse roedor um reservatório silvestre de Rickettsias. Modo de Transmissão A Febre Maculosa Brasileira e, geralmente, adquirida pela picada de carrapato infectado e a transmissão ocorre quando o artrópode permanece aderido a......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

...iroqueta da família Ricketisiaceae, bactéria gram-negativa, parasita intracelular obrigatória. Reservatório No Brasil, o principal reservatório da Rickettsia rickettsii são os carrapatos do gênero Amblyomma (A. cajennense, A. cooperi ou dubitatum e A. aureolatum). A participação de equídeos no ciclo de transmissão é discutível, porém há evidencias de que, além de transportadores de carrapatos......

Ver Índice

18/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Botulismo

... Criança menor de um ano com paralisia flácida aguda de evolução insidiosa e progressiva que apresente um ou mais dos seguintes sintomas: constipação, sucção fraca, disfagia, choro fraco, dificuldade de controle dos movimentos da cabeça. b) Adulto que apresente paralisia flácida aguda, simétrica e descendente, com preservação do nível de consciência caracterizado por um ou mais dos seguintes s......

Ver Índice

15/05/2017

Revisões Internacionais

Febre Após Retorno de Viagem

...dade em 91,7% dos 108 pacientes.86 Os indivíduos com suspeita de infecção riquetsiana foram tratados com uma tetraciclina. Avaliação com base em síndromes Muitas pessoas que retornam de viagem com febre apresentam sinais ou sintomas focais ? ou os desenvolvem durante o curso da enfermidade ?, os quais fornecem indicações importantes para o diagnóstico e o gerenciamento. Entre as apresentações......

Ver Índice

18/11/2015

Revisões Internacionais

Mordidas e picadas – Lawrence M. Lewis, William H. Dribben, Mark D. Levine

.... Mammalian bites. Clin Pediatr 2009;48:145–8. 9. Garcia VF. Animal bites and Pasturella infections. Pediatr Rev 1997;18:127–30. 10. Sacks JJ, Sattin RW, Bonzo SE. Dog bite-related fatalities from 1979 through 1988. JAMA 1989;262:1489–92. 11. Gershman KA, Sacks JJ, Wright JC. Which dogs bite? A case control study of risk factors. Pediatrics 1994;93(6 Pt 1):913–7. 12. Taplitz RA. Managing bite ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

B

...icação. t Orientar para lavar periodicamente com água morna e sabão neutro, tanto o bocal do inalador em aerossol, como o espaçador (quando houver). t A utilização do aerossol em crianças deve ser feita sempre com a ajuda de um adulto; durante o uso da solução para nebulização, a criança deve ser estreitamente acompanhada, mesmo em se tratando de maiores. t Orientar para lavar a máscara do nebu......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.