FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Exantema Febril" obteve 42 resultados.

Página:  de 5

09/03/2009

Revisões

Exantema Febril

...lturas são imprescindíveis na avaliação de um quadro séptico. Quando negativas, reforçam o diagnóstico de síndrome do choque tóxico estafilocócico, já que no choque tóxico estreptocócico o agente é identificado na maioria dos casos. A sorologia sela o diagnóstico dos exantemas virais, porém, muitas vezes não está disponível de imediato. No caso da dengue, por exemplo, ela deve ser colhida apenas ......

Ver Índice

09/03/2009

Revisões

Exantema Febril

...as. Hemoculturas são imprescindíveis na avaliação de um quadro séptico. Quando negativas, reforçam o diagnóstico de síndrome do choque tóxico estafilocócico, já que no choque tóxico estreptocócico o agente é identificado na maioria dos casos. A sorologia sela o diagnóstico dos exantemas virais, porém, muitas vezes não está disponível de imediato. No caso da dengue, por exemplo, ela deve ser colhi......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

V

...com a lactação. t A segunda dose da vacina deve ser administrada pelo menos 30 dias após a primeira. t Outras vacinas devem ser administradas com intervalo de pelo menos um mês antes ou após esta vacina. t A vacinação deve ter intervalo de pelo menos 3 meses após a administração de sangue, plasma sanguíneo ou imunoglobulinas. t Testes cutâneos (inclusive prova tuberculínica) podem apresentar r......

Ver Índice

19/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

dengue

...l de alarme Manifestações hemorrágicas presentes ou ausentes Hidratação venosa rápida em unidade com capacidade para realizar hidratação venosa sob supervisão médica, por um período mínimo de 24 hs Exames inespecíficos obrigatórios: hemograma completo, tipagem sanguínea, dosagem de albumina sérica, radiografia de tórax (PA, perfil e incidência de Laurell), outros exames conforme necessidade......

Ver Índice

19/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

dengue

...i, purpura autoimune, farmacodermias e alergias cutâneas. Outros agravos podem ser considerados conforme a situação epidemiológica da região. Tratamento Os dados de anamnese e exame físico serão utilizados para orientar as medidas terapêuticas cabíveis. É importante lembrar que a Dengue é uma doença dinâmica e o paciente pode evoluir de um estagio a outro, rapidamente. O manejo adequado dos p......

Ver Índice

01/06/2009

Biblioteca Livre

Dengue - Diagnóstico e manejo clínico - Adulto e criança

...blishing, 2001. KALAYANAROOJ, S.; NIMMANNITYA, S. Guidelines for dengue hemorrhagic fever case management. 1st ed. Bangkok: Bangkok Medical Publisher, 2004. MURAHOVSCHI, J. Pediatria: diagnóstico e tratamento. 6. ed. São Paulo: Sarvier, 2003. TORRES, E. M. Dengue hemorrágico em crianças. [S.l.]: José Martí, 1990. WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue haemorrhagic fever: diagnosis, treatment, preve......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...do braço (região deltoide). · Contraindicações e precauções - As vacinas virais atenuadas não devem ser aplicadas em indivíduos com imunodeficiência congênita ou adquirida; com neoplasias; historia de reação anafilática em dose anterior (contra Sarampo ou Rubéola ou caxumba) ou a qualquer componente da vacina. - Falsas contraindicações: HIV positivos, assintomáticos, contato intimo com ......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...imeiro contato com o paciente. · Caso autóctone - Caso novo ou contato de um caso secundário de Rubéola após a introdução do vírus no país. A confirmação deve ser laboratorial e a coleta de espécimes clínicos para a identificação viral deve ser realizada no primeiro contato com o paciente. O vírus identificado deve circular no país por mais de 12 meses. Assim, o país deixa de ser uma área liv......

Ver Índice

24/06/2009

Biblioteca Livre

CAPÍTULO 4 – Sistema de Vigilância Epidemiológica de Eventos Adversos Pós-vacinais

...do de Eventos Adversos Pós-Vacinais, que permite uma análise mais rápida e contempla maior número de variáveis quanto à reatogenicidade dos produtos usados pelo Programa Nacional de Imunizações. OBJETIVOS DO SISTEMA • Identificar os eventos adversos pós-vacinação. • Identificar eventos novos e/ ou raros. • Acompanhar a investigação dos eventos adversos. • Promover uma i......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

toxoplasmose

...esões resultam da proliferação rápida dos organismos nas células hospedeiras e, quando ha manifestações clínicas, essas tem evolução benigna. Ha casos em que ocorrem pneumonia difusa, miocardite, miosite, hepatite, encefalite e exantema maculopapular. · Linfadenite toxoplásmica - Geralmente, o quadro se caracteriza por linfadenopatia localizada, especialmente em mulheres e, em geral, envolven......

Ver Índice

Página:  de 5

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal