FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Febre Purpurica Brasileira" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira (FPB)

... aegyptius. Bactéria gram-negativa sob a forma de bacilos finos e retos. Reservatório O homem, que também é a fonte de infecção (pessoas com conjuntivite causada pelo agente). Modo de Transmissão Contato direto pessoa a pessoa que esteja com conjuntivite; ou indireto, por intermediação mecânica (insetos, toalhas, mãos). Período de Incubação O intervalo de tempo entre o início da con......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira (FPB)

...alhas, mãos). Período de Incubação O intervalo de tempo entre o início da conjuntivite e a febre e, em media, de 7 a 16 dias (variando de 1 a 60 dias). Período de Transmissibilidade Possivelmente, enquanto durar a conjuntivite. Complicações Choque séptico, com coagulação intravascular disseminada (CIVD), gangrenas com ou sem mutilações. Diagnóstico Clínico-epidemiológico e labo......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira

...ficação do Paciente Não se dispõe de ficha epidemiológica de investigação no Sinan, devendo-se elaborar uma específica para este fim, com campos que coletem os dados das principais características clínicas e epidemiológicas da doença. Coleta de Dados Clínicos e Epidemiológicos Para confirmar a suspeita diagnóstica – em geral, quando se suspeita de FPB os doentes são hospitalizados, devendo-s......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

...íduo com clínica sugestiva de Febre Maculosa Brasileira que apresente reação sorológica positiva, RIFI com título = 1/64, em amostra única. MEDIDAS DE CONTROLE Alertar os profissionais da rede de serviços de saúde, das áreas de ocorrência da doença, sobre os sinais, sintomas e as orientações diagnósticas e terapêuticas. Em caso de suspeita de Febre Maculosa, colher uma amostra de sangue para ......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

...uência em indivíduos que permanecem com o vetor no corpo por mais de 6 horas. A ficha de investigação deverá ser preenchida e, além dos dados de identificação dos pacientes, deverão ser feitas perguntas objetivas sobre a clínica, a existência dos transmissores e a ocorrência de casos semelhantes anteriormente. Nas entrevistas, devem ser anotadas informações sobre o modo de vida dos habitantes, pri......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

... identificação completa do paciente, sua residência e local de atendimento; • coleta de dados clínicos e epidemiológicos – deve-se levantar dados junto ao paciente e familiares, consultar o prontuário e, se possível, entrevistar o médico assistente para completar as informações clínicas e definir se o quadro apresentado é compatível com a doença; • identificação da área de transmi......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Doença Meningocócica (DM)

...e, a exemplo de septicemia (meningococcemia), caracterizada por mal-estar súbito, febre alta, calafrios, prostração, acompanhada de manifestações hemorrágicas na pele (petéquias e equimoses), e, ainda, sob a forma de meningite, com ou sem meningococcemia, de início súbito, com febre, cefaleia intensa, náuseas, vômitos e rigidez de nuca, além de outros sinais de irritação meníngea (Kernig[1] e Brud......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Doença Meningocócica (DM)

...ente Etiológico Neisseria meningitidis (meningococo), bactéria em forma de diplococos gram-negativos. É classificada em sorogrupos de acordo com o antígeno polissacarídeo da cápsula, sorotipos e subtipos. Os sorogrupos mais importantes são: A, B, C, W135 e Y. Reservatório O homem doente ou portador assintomático. Modo de Transmissão Contato íntimo de pessoa a pessoa (pessoas que residem......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Meningites

...da meningite tuberculosa é feito com o esquema II, padronizado pelo Programa Nacional de Controle da Tuberculose. Esquema II: 2 RHZ/7RH* - Indicado na meningite tuberculosa Fases do tratamento Drogas Peso do doente Até 20kg mg/kg/dia Mais de 20kg e até 35kg mg/dia Mais de 35kg e até 45kg mg/dia Mais de 45kg mg/dia 1ª fase (2 meses – RHZ) R H Z ......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal