FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Gamaglobulina Humana" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

23/07/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Gamaglobulina Humana

...ia prolongada, especialmente em crianças prematuras: 5 mL em intervalos de 4 semanas até que os valores de IgG atinjam níveis normais para a idade em questão. Sarampo (prevenção) 0,25 mL/kg de peso corporal, se o tempo de exposição não foi superior a uma semana. Crianças imunocomprometidas expostas ao sarampo: 0,5 mL/kg de peso corporal. CUIDADOS ESPECIAIS Risco na Gravidez Não é consi......

Ver Índice

23/07/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Imunoglobulina G Humana Antitetânica

...tani. COMO SE USA Uso Injetável ATENÇÃO: não administrar na mesma seringa ou na mesma parte do corpo que a vacina antitetânica. Imunoglobulina G Humana Antitetânica (solução) – Via Intramuscular Estabilidade após aberto: uso imediato; não armazenar. Descartar também se o produto tiver sido congelado. ADMINISTRAÇÃO: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo) ou nos braços c......

Ver Índice

22/01/2015

Remédios

Imunoglobulina G Humana Antitetânica

...rgicas devem ser tratadas com epinefrina (adrenalina) em solução a 1/1000. •não confundir este produto com o toxoide tetânico, que deve ser aplicado simultaneamente em locais diferentes do corpo, para produzir uma imunização ativa. •tomar paracetamol (acetaminofeno) para aliviar as dores no local da injeção. •avisar o médico se o paciente apresentar dor de cabeça, alterações na pele ou dificuld......

Ver Índice

07/12/2009

Casos Clínicos

Púrpura trombocitopênica idiopática

...etéquias e equimoses em membros inferiores e superiores. COMENTÁRIOS A hemostasia é o conjunto de mecanismos fisiológicos que mantêm o sangue no estado fluido dentro dos vasos, evitando ou reduzindo seu extravasamento quando ocorre uma lesão vascular, e restabelecendo a luz do vaso após a reparação do tecido lesado. As alterações da hemostasia podem ser divididas em alterações da hemostasia p......

Ver Índice

06/10/2016

Revisões

Miopatias inflamatórias

...urar a cabeça (queda de cabeça) ou em disfagia. Em casos agudos avançados e raros, os músculos respiratórios podem ser afetados. A atrofia muscular é detectada precocemente na miosite por corpúsculos de inclusão, com seletiva atrofia do quadríceps e músculos do antebraço, mas se desenvolve em todos os subtipos. Mialgia e hipersensibilidade muscular ocorrem especialmente em pacientes com a síndrome......

Ver Índice

24/07/2018

Revisões

Anemia Hemolítica Auto-Imune Por Anticorpos Quentes

...apazes de atravessar as pequenas fendas na parede dos seios de baço e, portanto, sendo destruídos nos cordões de Billroth do baço. Pode ainda ocorrer lise direta pelo complemento, que, após diversas reações, se forma um complexo citotóxico C5b-9. A forma mais comum de anemia hemolítica autoimune é devida a anticorpos quentes IgG capazes de reagir com o seu antígeno à temperatura corporal central.......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Doenças exantemáticas na infância

...so rotineiro da vacina, houve diminuição em 99% dos casos entre crianças e adolescentes. 4. Período de incubação: de 14 a 21 dias. 5. Manifestações clínicas: caracteriza-se por exantema maculopapular eritematoso generalizado, linfadenopatia (sobretudo suboccipital, cervical e pós-auricular) e febre baixa. Em crianças, raramente ocorre poliartralgia ou poliartrite. A síndrome da rubéola......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Lúpus Eritematoso Sistêmico

...g/kg/dia) são uma ótima opção no caso de lesões cutâneas não-responsivas aos antimaláricos. A talidomida promove resposta em até 75% dos casos, mas só deve ser utilizada quando não há risco de concepção (menopausa ou anticoncepção definitiva). O principal efeito colateral é o aparecimento de neuropatia periférica, o que limita o seu uso mais prolongado. A recidiva dos quadros cutâneos é freqüente ......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Lúpus Eritematoso Sistêmico

...; 2001, p. 329-52. 11. Tan EM, Cohen AS, Fries JF, Masi AT, McShane DJ, Rothfield NF et al. The 1982 Revised Criteria for the classification of systemic lupus erythematosus. Arthritis Rheum 1982;25:1271-7. 12. Wallace DJ, Hahn BH. Dubois’ lupus erythematosus. 5. edn. Baltimore: Williams & Wilkins; 1997. 13. Wallace DJ, Hahn BH. Dubois’ lupus erythematosus. 6. ed. Baltimore: Williams & W......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.