FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Hialuronidase" obteve 15 resultados.

Página:  de 2

23/07/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Hialuronidase

...es sobre contra-indicações, efeitos colaterais/adversos, posologia, indicações, interações medicamentosas e formas de administração. MARCA COMERCIAL HYALOZIMA (Apsen) GENÉRICO Não USO INJETÁVEL Injetável 2.000 UTR HYALOZIMA Injetável 20.000 UTR HYALOZIMA Armazenagem Antes de Aberto Temperatura até 25°C. Aparência do pó seco: liofilizado branco. O QUE É A hialuronida......

Ver Índice

16/01/2015

Remédios

Hialuronidase

...stituição Diluente: Cloreto de Sódio 0,9%. Estabilidade após reconstituição com Cloreto de Sódio 0,9% Usar imediatamente após a reconstituição. Não usar se houver alteração de cor ou precipitados. Administração: em adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa. Uso injetável – Doses • doses em termos de hialuronidase. potencializador de anestesia......

Ver Índice

04/04/2010

Revisões

Glomerulonefrite Difusa Aguda ou Glomerulonefrite Pós-estreptocócica

...a de volume (resultando em insuficiência cardíaca congestiva), acidose metabólica intratável, hipercalemia refratária ao tratamento, uremia sintomática, pericardite urêmica e hiponatremia grave. O tratamento medicamentoso compreende a erradicação da estreptococcia. Utiliza-se penicilina benzatina nas doses de 600.000 UI para crianças menores de 25 kg e 1.200.000 UI para maiores de 25 kg. Nos alé......

Ver Índice

26/01/2012

Revisões Internacionais

Infecções por cocos gram-positivos

..., que são bactérias mucoides maciçamente encapsuladas. Em cerca de 50% dos casos, a faringite precedente não está clinicamente ativa, mas todos os pacientes com FRA têm evidência sorológica de infecção recente por estreptococos do grupo A. O risco de desenvolver FRA depois de uma faringite estreptocócica não tratada é menor que 3% e o período médio de latência entre a faringite e o início da FRA é......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

... Betabloqueadores (carvedilol, labetalol, metipranolol, nadolol, oxprenolol, pindolol, propranolol, tertatolol, timolol): uso concomitante pode causar hipertensão, bradicardia e resistência à epinefrina na anafilaxia. Se possível, evitar o uso concomitante; entretanto, se usado, monitorar pressão arterial cuidadosamente; se um betabloqueador não seletivo causar resistência à epinefrina na anafila......

Ver Índice

19/04/2011

Casos Clínicos

Glomerulonefrite Difusa Aguda (GNDA)

...ria glomerular (caracterizada por dismorfismo eritrocitário) sem proteinúria significativa, o que confirma o diagnóstico de síndrome nefrítica. A síndrome nefrítica cursa com intensa inflamação e proliferação glomerular tanto de células do próprio glomérulo, quanto de células inflamatórias infiltrantes extraglomerulares. Várias etiologias são associadas e incluem: 1. Causas pós-infecciosa......

Ver Índice

10/12/2010

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Cloridrato de Proximetacaína

...a e a possibilidade de irritação local. ASPECTOS FARMACÊUTICOS5 • Conservar ao abrigo da luz e sob refrigeração (2 a 8°C). Soluções com coloração não devem ser usadas. SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO Consta no documento: “Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim com......

Ver Índice

17/11/2008

Revisões

Febre Reumática

...posta a antiinflamatórios não-hormonais, sem deixar seqüelas. A duração total do surto é de 2 a 3 semanas. A dor articular é caracteristicamente intensa, podendo levar inclusive a pseudoparalisias. Aproximadamente 1/3 dos pacientes apresenta-se com a forma “atípica” da artrite, caracterizada por comprometimento de esqueleto axial e pequenas articulações, período mais curto (1 a 2 s......

Ver Índice

27/12/2009

SEÇÃO A – MEDICAMENTOS USADOS EM MANIFESTAÇÕES GERAIS DE DOENÇAS

Cloridrato de Prilocaína + Felipressina

...vida: 1,6 horas. • Metabolismo: hepático. • Excreção: renal (1% em forma inalterada). EFEITOS ADVERSOS2,4,5 • Hipotensão, bradicardia, arritmias, metemoglobinemia, convulsão. • Durante o terceiro trimestre da gravidez: depressão respiratória neonatal, hipotonia e bradicardia. • Raro: hipersensibilidade. INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS5 • Hialuronidase: aumenta......

Ver Índice

27/01/2015

Remédios

Lidocaína (local oral)

...mordida. Lidocaína – Associações (ver orientações dos fabricantes) Emla – anestésico local – creme (cada 1 g contém: lidocaína 25 mg + prilocaína 25 mg). AstraZeneca. Medicaína – anestésico local – creme (cada 1 g contém: lidocaína 25 mg + prilocaína 25 mg). Cristália. Nene Dent N Gel – lidocaína associada – analgésico gengival – gel (cada 1 g de gel contém: cloridrato de lidocaína 3,4 mg +......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal