FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Identificacao de Criancas de Baixo Risco de Lesoes Cerebrais Apos Trauma de Cranio" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

10/10/2009

Artigos

Identificação de crianças de baixo risco de lesões cerebrais após trauma de crânio

...devido ao trauma de crânio; 2); necessidade de neurocirurgia; 3) intubação > 24 horas; e 4) admissão hospitalar > 2 noites. O mecanismo de trauma foi classificado como grave (acidente automobilístico com ejeção do paciente, morte de outro passageiro ou capotamento; pedestre ou ciclista sem capacete atropelado por veículo motorizado; queda de mais de 1,5 m em maiores de 2 anos e ......

Ver Índice

10/10/2009

Artigos

Identificação de crianças de baixo risco de lesões cerebrais após trauma de crânio

...fias de crânio foram obtidas em 35,3% dos pacientes, dos quais 5,2% tinham lesões na tomografia. Das 42.412 crianças 376 foram identificadas como tendo LCCS durante o seguimento. Em crianças abaixo de 2 anos, as 6 variáveis de baixo risco de lesão cerebral identificadas foram: · Alteração do nível de consciência · Hematoma (exceto hematoma frontal) · Perd......

Ver Índice

24/04/2019

Revisões Internacionais

Distúrbios na Junção Neuromuscular

...pacientes se apresentam com disfagia e disartria. A fraqueza facial resulta na incapacidade de fechar completamente as pálpebras, assoviar ou encher as bochechas. O sorriso pode se assemelhar a um “rosnado”, tendo em vista a incapacidade de erguer os cantos da boca juntamente com a retração labial.1 Normalmente, a fraqueza nos músculos dos membros é simétrica, com predominância proximal (“padrão ......

Ver Índice

06/06/2016

Revisões Internacionais

Fibromialgia – John Buckner Winfield

...utros tratamento farmacológicos59,60 aos pacientes com FM incluem a melhora das medidas subjetivas e objetivas da dor, bem como a melhora da sensação geral de bem-estar. Muitos pacientes com dor crônica temem que a atividade piore a dor e a fadiga que sentem, e por isso acabam ficando sem condicionamento. O exercício aeróbico graduado (p. ex., aeróbica de baixa intensidade, caminhada, hidroaeróbic......

Ver Índice

11/07/2014

Revisões

Emergências Neurológicas

...avaliar cada caso individualmente, considerando a idade do paciente, as comorbidades presentes, a localização do aneurisma, bem como sua morfologia e a relação com os vasos adjacentes. Complicações associadas à HSA · Alterações cardíacas: em até 50% dos casos podem ocorrer alterações eletrocardiográficas, como flutter, fibrilação atrial, taquicardia supraventricular, contrações atriai......

Ver Índice

24/02/2017

Revisões Internacionais

Cuidados Neurointensivos

...o de líquido cerebrospinal (LCE). Em determinadas circunstâncias, pode ser mais fácil colocar transdutores de pressão intraparenquimatosos, subaracnóideos e subdurais, ainda que estejam sujeitos a maiores oscilações na linha de base e, excetuando-se os dispositivos intraparenquimatosos de fibra ótica, são usados com uma frequência bem menor. As infecções, em particular a ventriculite, são os risc......

Ver Índice

15/09/2008

Revisões

Trauma de Crânio

... ou vômitos · Crises convulsivas · Intoxicação exógena · Idade > 60 ou < 2 anos · Uso de anticoagulação oral · Fratura craniana · Sinais de lesão de base de crânio (olhos de guaxinim, hematoma retroauricular) · Otorragia, rinoliquorragia · Grandes lesões traumáticas acima da clavícula ......

Ver Índice

26/05/2015

Revisões Internacionais

Neuroftalmologia

... esclerose múltipla (EM) é mais bem prevista por RNM cerebral realizada no momento do diagnóstico. No Optic Neuritis Treatment Trial, o risco de desenvolvimento de EM em 15 anos foi de 72% entre os pacientes que apresentavam uma ou mais lesões cerebrais características, e de 25% entre os pacientes com RNM normal.11 Os pacientes com neurite óptica tratados com corticosteroides intravenosos parecem ......

Ver Índice

08/12/2009

Revisões

Introdução à Radiologia

...ntificados na vesícula biliar. Alguns dias depois, faz, por outro motivo, uma tomografia computadorizada que não evidencia os cálculos. Seria um erro do ultrassonografista? Teriam os grandes cálculos sido eliminados? A resposta é que muitos cálculos vesiculares são radiotransparentes e não são identificados pela tomografia, ou seja, o ultrassonografista estava certo e os cálculos continuam na vesí......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal