FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Influenza a H1n1 – Acoes da Atencao Primaria a Saude" obteve 8 resultados.

Página:  de 1

16/05/2010

Revisões

Influenza A (H1N1) – Ações da Atenção Primária à Saúde - 25-03-10

...es disponíveis: variável sem informação disponível para a semana epidemiológica anterior à publicação do informe. 2. Tendência A tendência se refere à mudança ocorrida no nível de atividade da doença em relação à semana anterior. ___ Crescente: evidência de que o nível de atividade de doenças respiratórias está aumentando em comparação a semana anterior. ___ Sem mudança: evidência de que......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...protetor de face Os óculos de proteção (ou protetor de face) devem ser utilizados para prevenir a exposição do profissional a respingo de sangue, secreções corporais e excreções. Por isso devem ser utilizados quando o profissional de saúde atuar em procedimentos com risco de geração de aerossol ou estiver trabalhando a uma distância inferior a um metro (1 m) do paciente suspeito de infecção por n......

Ver Índice

08/08/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de manejo clínico e vigilância epidemiológica da Influenza

... de Doença Respiratória Aguda Grave b) Isolamento por Coorte c) Outras orientações 10. PROCESSAMENTO DE PRODUTOS PARA SAÚDE a) Informações gerais b) Limpeza e desinfecção c) Processamento de roupas d) Tratamento de resíduos MÓDULO 2 VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA INTEGRADA DA INFLUENZA INTRODUÇÃO I. VIGILÂNCIA DA DOENÇA RESPIRATÓRIA AGUDA GRAVE......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Situação Epidemiológica das Doenças Transmissíveis no Brasil

...as no país, a Febre Tifóide, além da Oncocercose, a Filariose e a Peste, cuja ocorrência é limitada a áreas restritas. DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS COM QUADRO DE PERSISTÊNCIA Neste grupo, encontram-se as hepatites virais, especialmente as B e C em função das altas prevalências, ampla distribuição geográfica e potencial para evoluir para formas graves, que podem levar ao óbito. Embora persistindo ......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Situação Epidemiológica das Doenças Transmissíveis no Brasil

...s domésticos, nas regiões Norte e Nordeste, apontam para a perspectiva de eliminação. No ano de 2008, foram notificados 3 casos de Raiva humana, sendo 2 transmitidos por morcego e 1 por sagui. Ressalte-se que, naquele ano, foi registrado o primeiro caso de cura de Raiva humana no Brasil. Outras doenças transmissíveis com tendência declinante são a Difteria, a Coqueluche e o Tétano Acidental, tod......

Ver Índice

16/05/2010

Revisões

Protocolo de Manejo Clínico de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) - 22-04-10

...ou protetor de face) devem ser utilizados quando houver risco de exposição do profissional a respingo de sangue, secreções corporais e excreções. Os óculos de proteção devem ser exclusivos para cada profissional responsável pela assistência, devendo, após o uso, sofrer processo de limpeza com água e sabão/detergente e desinfecção. Sugere-se para a desinfecção álcool a 70%, hipoclorito de sódio a ......

Ver Índice

21/06/2013

Biblioteca Livre

Protocolo de Tratamento de Influenza – 2013

...____. Regulamento Técnico para o Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (Resolução No 306, de 7 de dezembro de 2004). Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2004/res0306_07_12_2004.html BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Guia de vigilância epidemiológica – 7. ed. – Brasília : Ministério da Saú......

Ver Índice

08/08/2009

Casos Clínicos

Pneumonia e gripe suína/influenza A (H1N1)

... direta no sistema nervoso central. Indicações Ações analgésica e antipirética. Posologia A dose habitual é de 500 a 1.000 mg a cada 6 horas. Alternativa para efeito analgésico mais intenso: 2 g a cada 6 horas. Efeitos Adversos Pode causar náuseas e vômitos e, ocasionalmente, reações hipotensivas isoladas; em casos raros, queda crítica da pressão arterial. Agranulocitose e reações a......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal