FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Influenza a H1n1 – Acoes da Atencao Primaria a Saude" obteve 8 resultados.

Página:  de 1

16/05/2010

Revisões

Influenza A (H1N1) – Ações da Atenção Primária à Saúde - 25-03-10

...interdigitais; • Esfregar o dorso dos dedos de uma mão com a palma da mão oposta, segurando os dedos e fazendo movimento de vaivém, e vice-versa; • Esfregar o polegar direito, com o auxílio da palma da mão esquerda, utilizando-se de movimento circular, e vice-versa; • Friccionar as polpas digitais e unhas da mão esquerda contra a palma da mão direita, fechada em concha, fazendo m......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...te dias após o início dos sintomas. • Em estabelecimentos de ensino, creches, ambientes de trabalho (empresas, indústrias), asilos, quartéis, ambientes prisionais, quando a investigação epidemiológica identificar a ocorrência de agregado de casos suspeitos de Influenza A(H1N1), com vínculo epidemiológico (temporal e espacial) é suficiente a coleta de amostras clínicas dos primeiros casos que......

Ver Índice

08/08/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de manejo clínico e vigilância epidemiológica da Influenza

...de casos situados em distintos pontos da mesma cadeia de transmissão. Em situações de surto sugere-se que as coletas de amostras clínicas sejam realizadas na unidade de saúde mais próxima ou dentro do próprio ambiente, se houver condições de minimizar a transmissão do agente infeccioso durante o procedimento. Os procedimentos para coleta, acondicionamento e transporte de amostra encontram-se des......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Situação Epidemiológica das Doenças Transmissíveis no Brasil

...vem investindo esforços para intervenção frente á pandemia do novo vírus de Influenza A (H1N1) 2009. No Brasil até a semana epidemiológica 44 de 2009 já haviam sido registrados 24.729 casos de Influenza, sendo que 91% destes foram causados pela Influenza pandêmica (H1N1) 2009 e 9% pela Influenza sazonal. A taxa de incidência da Síndrome Respiratória aguda Grave (SRAG) por Influenza pandêmica (H1N1......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Situação Epidemiológica das Doenças Transmissíveis no Brasil

...nte, ou aquelas que assumiram novas condições de transmissão, seja devido a modificações das características do agente infeccioso, seja passando de doenças raras e restritas para constituírem problemas de saúde pública. As reemergentes, por sua vez, são as que ressurgiram como problema de saúde pública, após terem sido controladas no passado. Entre as doenças emergentes, encontra-se a aids. De 19......

Ver Índice

16/05/2010

Revisões

Protocolo de Manejo Clínico de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) - 22-04-10

...Organização Mundial de Saúde (OMS), quando da passagem para o nível seis de Alerta Pandêmico, estratificou os países em: “Sem ocorrência de casos”, “Em transição” (ainda sem evidências de transmissão comunitária) e “Com transmissão sustentada”. O Brasil enquadra-se nesta última classificação. Este fenômeno pode favorecer a recombinação genética, podendo levar ao surgimento de novas ondas epidêmic......

Ver Índice

21/06/2013

Biblioteca Livre

Protocolo de Tratamento de Influenza – 2013

... 5 dias > 23 a 40 kg 60 mg, 12/12 horas, 5 dias > 40 kg 75 mg, 12/12 horas, 5 dias Criança menor de 1 ano de idade < 3 meses 12 mg, 12/12 horas, 5 dias 3 a 5 meses 20 mg VO a cada 12 horas, por 5 dias 6 meses a 11 meses 25 mg, 12/12 horas, 5 dias Zanamivir (Relenza®) Adulto 10 mg, duas inalações de 5 mg, 12/12 horas, 5 dias Crianç......

Ver Índice

08/08/2009

Casos Clínicos

Pneumonia e gripe suína/influenza A (H1N1)

...0 PaO2 < 60 mmHg ou saturação O2 < 90% + 10 Derrame pleural + 10 Tabela 3: Escala de risco do estudo PORT Escala de risco Pontos Mortalidade Local de tratamento Antibiótico sugerido PORT I Ausência de preditores 0,1 a 0,4% Ambulatorial Macrolídeo PORT II < 71 pontos 0,6 a 0,7% Ambulatorial Macrolídeo PORT III ......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal