FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Linfogranuloma Venereo" obteve 35 resultados.

Página:  de 4

31/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

linfogranuloma venéreo

...idas, hipertrofia vulvar (estiomene) e proctite. Diagnóstico Eminentemente clínico-epidemiológico. Sorologia com imunofluorescência direta, fixação de complemento (título acima de 1:64). Cultura celular de McCoy. Diagnóstico Diferencial Tuberculose cutânea, micoses profundas, donovanose, sífilis, granuloma inguinal. Tratamento Tianfenicol, 1,5 g/dia, VO, 14 dias; Sulfametoxazol, 800......

Ver Índice

31/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

linfogranuloma venéreo

...a busca de outra DST e possibilidade de associação com o HIV. É necessário, ainda, registrar que o Ministério da Saúde vem implementando a “abordagem sindrômica” aos pacientes de DST, visando aumentar a sensibilidade no diagnóstico e tratamento dessas doenças, o que resultara em maior impacto na redução dessas infecções. SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO Consta no documento: “Todos os ......

Ver Índice

26/03/2019

Revisões

Linfogranulomatose Venérea

...ciadas à linfangite também devem ser consideradas no diagnóstico diferencial. Tratamento A doxiciclina é o esquema terapêutico mais aceito; a dose é de 100mg, via oral, durante 21 dias. Alternativas incluem eritromicina, 500mg, de 6/6 horas, como segunda escolha. Outras opções incluem sulfametoxazol-trimetropim e o tianfenicol ou as fluoroquinolonas. Os casos leves não tratados se resolvem......

Ver Índice

25/10/2009

Biblioteca Livre

5 Síndromes Clínicas Principais

...ado de cinco piócitos ou mais por campo, em esfregaços uretrais corados pelo Gram, ou de 10 ou mais piócitos por campo em grande aumento no sedimento do primeiro jato urinário, somados à ausência de gonococos e aos sinais clínicos, justificam o tratamento como UNG. Em pacientes sintomáticos, cujos primeiros exames forem negativos, deve-se colher nova amostra, orientando-os para que fiquem sem urin......

Ver Índice

03/03/2016

Revisões Internacionais

Doenças causadas pela família de chlamydiaceae

...3rd, Goldie SJ. Screening for Chlamydia trachomatis in women 15 to 29 years of age: a cost effectiveness analysis. Ann Intern Med 2004;141:501. 40. Boisvert JF, Koutsky LA, Suchland RJ, et al. Clinical features of Chlamydia trachomatis rectal infection by serovar among homosexually active men. Sex Transm Dis 1999;26:392. 41. Geisler WM, Whittington WL, Suchland RJ, et......

Ver Índice

20/06/2012

Revisões Internacionais

Doenças causadas por clamídia – Walter E. Stamm

...abilidade = 1,15; intervalo de confiança [IC] de 95% = 0,97 a 1,36) e demonstraram a existência de uma fraca (porém significativa) associação com a titulação de IgA (relação de probabilidades = 1,25; IC 95% = 1,03 a 1,53).85,86 Mesmo assim, a alta frequência de infecção em tecidos ateroscleróticos, em comparação ao tecido normal, bem como a indução e progressão de alterações inflamatórias similare......

Ver Índice

10/02/2015

Remédios

Tetraciclina (oral)

...ral) (substância ativa) Referência: Parenzyme Tetraciclina (Medley); Tetrex (Bristol-Myers-Squibb) Genérico: assinalado com G Similar: Ambra-Sinto T (Medley); Tetramicin (EMS) cloridrato de tetraciclina Uso oral Cápsula 500 mg: Parenzyme Tetraciclina; G fosfato complexo de tetraciclina Uso oral Cápsula 500 mg: Tetrex O que é antibacteriano. Para que serve brucelose; gengi......

Ver Índice

14/02/2009

Revisões

Doenças Frequentes da Vulva

...o, pesquisa de Chlamydia, cultura para Haemophilus ducreyi, coloração de Giemsa para corpúsculos de Donovan De decúbito, traumáticas Localizadas em região de pressão direta ou trauma Linfadenopatia incomum Doença sistêmica levando a pouca mobilidade Cultura da base da úlcera Infecção por HSV É a causa mais comum de úlcera aguda. As infecções primárias por HSV 1 e 2 apresent......

Ver Índice

14/02/2009

Revisões

Doenças Frequentes da Vulva

... ÚLCERAS VULVARES As úlceras vulvares podem ser neoplásicas, infecciosas ou relacionadas a doenças sistêmicas (Tabela 3). Na avaliação inicial, são importantes a aparência, a consistência, a presença de dor à palpação, supuração, linfadenopatia regional ou generalizada e presença de lesões na cavidade oral ou outros locais. Tabela 3: Úlceras e fissuras vulvares comuns Doença Carac......

Ver Índice

01/11/2013

Revisões Internacionais

Vaginite e doenças sexualmente transmissíveis – Joel T. Katz

...treatment of Trichomonas vaginalis infection among adolescent women. J Infect Dis 2005;192:2039–44. Epub 2005 Nov 8. 65. Wolner-Hanssen P, Krieger JN, Stevens CE, et al. Clinical manifestations of vaginal trichomoniasis. JAMA 1989; 261:571–6. 66. Krieger J, Alderete J. Trichomonas vaginalis and trichomo­niasis. In: Holmes KK, Mårdh P-A, Sparling PF, et al, editors. Sexually transmitted......

Ver Índice

Página:  de 4

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal