FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Linfomas Muito Agressivos" obteve 17 resultados.

Página:  de 2

27/09/2008

Revisões

Linfomas não- Hodgkin

...as indolentes, como o linfoma folicular. Eletroforese de Proteínas/Dosagem de Imunoglobulinas Alguns LNH podem vir acompanhados de pico monoclonal de imunoglobulina ou hipogamaglobulinemia. Punção Liquórica Para pacientes com sintomas neurológicos ou LNH com alto risco de infiltrar o sistema nervoso central (por exemplo, linfoma de Burkitt, linfoma linfoblástico).......

Ver Índice

14/07/2016

Revisões Internacionais

Tumores Cutâneos Malignos

...o com a classificação das lesões (mancha, placa ou tumor) e extensão da área da superfície do corpo envolvida. É muito importante fazer a palpação de linfonodos, fígado e baço. Biópsia da Pele É necessário obter biópsias da pele para o diagnóstico definitivo de LCTC. A presença de células linfoides atípicas com núcleos cerebriformes convolutos em agrupamentos na epiderme (microabscessos de Pa......

Ver Índice

17/07/2009

Revisões

Linfoma de Hodgkin

...loma, granuloma e sarcoma; posteriormente, Luke e Butler propuseram dividir os pacientes na categoria granulomatosa em esclerose nodular e celularidade mista; os mesmos autores propuseram a existência de uma variante com predomínio linfocítico ou histiocítico, que acabou substituindo na classificação o termo paragranuloma. Mais recentemente, o Linfoma Study Group propôs um novo sistema de classifi......

Ver Índice

17/07/2009

Revisões

Linfoma de Hodgkin

...tes com doença mais avançada e prognóstico ruim, o esquema BEACOPP (bleomicina, etoposídeo, adriamicina, ciclofosfamida, vincristina – cujo nome comercial é Oncovin® –, procarbazina e prednisona) é opção. Outro esquema quimioterápico recentemente estudado é o Stanford V, que utiliza vimblastina, vincristina, adriamicina, prednisona, bleomicina, etoposídeo e mecloretamina. Pacientes com recidiva pr......

Ver Índice

01/08/2014

Revisões

Linfoma de Hodgkin e não Hodgkin

... 15 em 85% dos casos e CD 30 em 100%, enquanto não apresentam, geralmente CD 19, CD 20 e CD 79a. Estadiamento Essa etapa é extremamente importante para não supertratar ou subtratar o paciente. Não se deve perder a chance de cura, tampouco submeter o paciente a altas doses de quimioterapia sem necessidade quando a doença já está muito avançada. Os exames que auxiliam nessa etapa são a histolog......

Ver Índice

16/08/2016

Revisões Internacionais

Câncer de Bexiga, Renal e Testicular

...razo que a nefrectomia radical.83,84 Em comparação com a nefrectomia radical, a nefrectomia parcial está associada a um risco reduzido de desenvolvimento de insuficiência renal crônica. No entanto, a cirurgia com preservação de néfrons não tem nenhum risco de complicações pós-operatórias, tais como hemorragia e formação de fístulas no trato urinário.84,85 A nefrectomia laparoscópica vem sendo fei......

Ver Índice

03/02/2011

Revisões

Tumorações Renais

... permite o diagnóstico definitivo da lesão renal (Figura 2). Qualquer lesão que não seja um cisto simples na avaliação ultrassonográfica requer uma TC para determinação do diagnóstico. A TC é o método de escolha para diagnóstico e estadiamento de tumores renais. Ela permite diferenciar entre cistos simples e complexos, avaliar possível extensão local (gordura perirrenal e adrenal) e a distância (f......

Ver Índice

26/10/2008

Revisões

Leucemias Crônicas

...uras na medula óssea e no sangue periférico. Geralmente, apresentam uma evolução lenta, quando comparadas às leucemias agudas. Porém, são resistentes à ação da quimioterapia, o que torna essas doenças raramente curáveis. Muitos avanços têm ocorrido no entendimento dessas doenças, com o direcionamento do tratamento sendo baseado cada vez mais nas características individuais de cada paciente. Dentr......

Ver Índice

22/10/2015

Revisões Internacionais

Complicações neurológicas do câncer

...iação, cavernomas, malformações angiomatosas, alterações moyamoya e aneurismas são ocorrências raras que causam hemorragia cerebral tardia. Tumores induzidos por radiação. Embora não sejam comuns, esses tumores são complicações reconhecidas da radiação.104 Eles ocorrem com mais frequência em pacientes que já haviam sido expostos à radiação na infância, podendo ocorrer também em pacientes que j......

Ver Índice

17/11/2015

Revisões Internacionais

Leucemias linfoides crônicas e distúrbios de plasmócitos – Tait D. Shanafelt, Morie A. Gertz

...plicações autoimunes, é importante avaliar a causa das citopenias antes de concluir que sejam atribuíveis à substituição da medula pela LLC e, assim, iniciar a quimioterapia. A AHA é prontamente distinguida da insuficiência de medula óssea pelo aumento da contagem de reticulócitos e dos níveis de bilirrubina indireta e LDH, aliado a um resultado positivo no teste de Coombs. A APH (como a etiologia......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal