FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Mialgia" obteve 200 resultados.

Página:  de 20

01/10/2008

Revisões

Mialgia

...da doença, lembrando que a vacinação também causa a mesma elevação. Dengue Doença infecciosa causada por arbovírus e transmitida pelo mosquito Aedes aegepti. Os principais sintomas da dengue clássica são febre de início súbito, mal-estar, astenia, mialgia, artralgia, cefaléia principalmente retro-orbitária, exantema máculo-papular. A duração é de 3 a 8 dias e pequenas manifestaçõe......

Ver Índice

22/03/2010

Casos Clínicos

Cefaléia e mialgia há 2 meses

... Fotografia do paciente Ver diagnóstico abaixo Diagnóstico Arterite temporal. Um exame diagnóstico fundamental neste paciente é a Velocidade de Hemossedimentação (VHS), que costuma estar elevada na maioria dos pacientes com este diagnóstico (no paciente em questão o va......

Ver Índice

04/01/2016

Revisões

Mialgia

...omo acontece com manifestações somatoformes de depressão. Avaliação diagnóstica Uma revisão completa da história do paciente e um exame físico completo geralmente pode restringir a lista de potenciais causas de mialgia. No caso da mialgia persistente ou grave sem uma causa conhecida, exames complementares podem ser necessários para identificar ou excluir diagnósticos específicos. A queixa da mia......

Ver Índice

21/09/2016

Revisões Internacionais

Síndromes Autoinflamatórias

...aramente, uveite posterior. Os riscos de danos em órgãos se caracterizam por atrofia no nervo óptico, ceratopatia em faixa e cicatrizes retinais, sendo que todas essas condições levam à perda visual progressiva. O envolvimento do sistema nervoso central se caracteriza pela presença de convulsões, eventos vasculares oclusivos e meningite asséptica crônica com pressão intracraniana elevada, que pode......

Ver Índice

05/04/2019

Revisões Internacionais

Miopatias

... Xq27.2 FHL1 Distrofia muscular cíngulo-límbica DMCL1A AD 5q22.3-31.3 Miotilina DMCL1B AD 1q11-21 Laminas A e C DMCL1C AD 3p25 Caveolina-3 DMCL1D AD 6q23 DNAJB6 DML1E AD 2q35 Desmina DMCL1F AD 7q32.1 TNPO3 DMCL2A AR 15q15.1-21.1 Calpaina-3 DMCL2B AR 2p13 Disferina DMCL2C A......

Ver Índice

03/10/2013

Revisões Internacionais

Doenças do músculo e da junção neuromuscular – Marinos C. Dalakas

... betassarcoglicana DMCPE2F 5q33-q34 deltassarcoglicana DMCPE2G 17q11-q12 Teletonina DMCPE2H 9q3-q34 TRIM32 DMCPE2I 19q13.3 FKRP DMC1C, DMCF DMCPE2J 2q24.3 Titina DMC DMCIA “clássica” DMC 6q22 Alfa-2-lamina (merosina) DMC1B 12q13 Alfa-7-integrina DMC1C 19......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Doenças exantemáticas na infância

...nco, pescoço e membros, poupando a região palmoplantar. Vários sinais patognomônicos podem ocorrer: · sinal de Filatov: palidez perioral; · língua em framboesa e saburrosa; · sinal de Pastia: petéquias em dobras, formando linhas transversais; · descamação após 5 a 7 dias do princípio do quadro, iniciando-se em face, pescoço e tórax e progredindo para extremidades (desca......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

L

...). – mulheres em pré-menopausa (risco de osteoporose; utilizar a menor dose possível). t Categoria de risco na gravidez (FDA): A (ver Apêndice A). Esquemas de administração Crianças Hipotireoidismo t Neonatos: dose inicial de 5 a 10 microgramas/kg/dia, via oral. Quando houver risco de falência cardíaca, deve-se considerar o uso de doses abaixo de 25 microgramas/dia. t Até 12 anos:......

Ver Índice

31/03/2015

Revisões Internacionais

Zoonoses Virais

... de suporte. Em pacientes não vacinados, a doença é quase invariavelmente fatal.65 Um único caso de sobrevivência após o tratamento da raiva foi relatado, envolvendo uma menina de 15 anos que foi tratada com ribavirina+amantadina e induzida ao coma médico.66 Um paciente com raiva ou suspeita de raiva deve ser mantido em isolamento, e as medidas padrão de controle da infecção devem ser seguidas, em......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

V

...cutânea é recomendada em pacientes com distúrbio de coagulação. t Não injetar por via intravenosa e evitar aplicar no glúteo ou outra área onde haja um tronco importante de enervação. Adultos t 0,5 mL, por via intramuscular, na área lateral do músculo deltoide, anualmente, em pessoas de alto risco, de preferência no período que antecede a maior circulação do vírus influenza (inverno). t N......

Ver Índice

Página:  de 20

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal