FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Polipo no Colon" obteve 8 resultados.

Página:  de 1

29/03/2016

Casos Clínicos

Pólipo no cólon

...s), e submucosos (os quais podem ser neoplásicos ou não neoplásicos). Os pólipos hiperplásicos são os pólipos não neoplásicos mais comuns no cólon. A síndrome de polipose serrilhada (anteriormente conhecida como síndrome de polipose hiperplásico) refere-se a uma condição caracterizada por múltiplos pólipos serrilhados, grandes e/ou proximais. Pacientes com síndrome de polipose serrilhada parecem......

Ver Índice

14/03/2013

Revisões Internacionais

Câncer colorretal – Bernard Levin

...esenvolver câncer colorretal. Indivíduos adultos com 50 anos de idade ou mais e sem outros fatores de risco são considerados como sujeitos a um risco mediano. As recomendações para avaliação publicadas apoiam a avaliação regular desta população [Tabela 7].28,91,92 Os esquemas e métodos de avaliação variam para os pacientes que apresentam maior ou menor risco [Tabela 8]. O seguimento constitui uma ......

Ver Índice

04/09/2009

Revisões

Sangramento Genital Anormal

...gos do GnRH é atualmente limitado pelos efeitos colaterais e custo das medicações. O tratamento cirúrgico nesses casos está indicado apenas em situações específicas, em pacientes no menacme com prole constituída, ou em pacientes perimenopausa com contraindicações de tratamento clínico ou ausência de melhora ele. Entre os tratamentos cirúrgicos temos: · dilatação e curetagem: leva à reduç......

Ver Índice

11/02/2016

Casos Clínicos

Pólipo na Vesícula Biliar

...como "adenomiomatose"), e pólipos inflamatórios. Colesterolose e adenomiomatose são anomalias da mucosa da vesícula biliar. A lesão maligna mais comum na vesícula biliar é o adenocarcinoma. Adenocarcinomas da vesícula biliar são muito mais comuns do que os adenomas da vesícula biliar, em contraste com o cólon onde adenomas são muito mais comuns do que os adenocarcinomas. Carcinomas de células esc......

Ver Índice

13/06/2010

Revisões

Algia Pélvica Crônica

...a dor é adicionar um opioide fraco, como codeína ou tramadol. Pacientes com dor crônica podem se beneficiar mais do uso de opioides de ação prolongada, como metadona, morfina ou oxicodona. O uso de opioide combinado com AINH pode aumentar o efeito analgésico pelo sinergismo entre os agentes. O uso de medicação adjuvante não é incomum na algia pélvica crônica. Os antidepressivos tricíclicos podem ......

Ver Índice

30/01/2013

Revisões

Problemas comuns anorretais

...icosteroides podem ser úteis (D),17 porém deve-se ter cuidado com o uso indiscriminado de tais medicamentos, pois podem levar a doenças secundárias. Esse tratamento é muito utilizado como automedicação e deve ser desencorajado, pois pode levar a um atraso de diagnóstico pela possibilidade do mascaramento dos sintomas, além de não haver estudos controlados que justifiquem seu uso em larga escala. ......

Ver Índice

10/10/2013

Revisões Internacionais

Cálculos biliares e doença do trato biliar – Kimberly M. Persley, Rajeev Jain

...sença de líquido pericolecístico, edema na parede da vesícula biliar, ou ambos). Ocasionalmente, um conhecido sinal de Murphy sonográfico é deflagrado quando a sonda do ultrassom é posicionada abaixo da margem costal direita. A cintilografia da via biliar (CVB) é o melhor método para confirmação do diagnóstico clínico de colecistite aguda.24 Este procedimento, que demora apenas 60 a 90 ......

Ver Índice

29/01/2016

Revisões Internacionais

Genética molecular do câncer

...totrexato ao adquirem defeitos no transporte intracelular do medicamento; por mutações no gene DHFR, resultando em uma enzima que não consegue se ligar ao metotrexato; ou pela amplificação do próprio gene DHFR, aumentando a quantidade de proteína produzida e, consequentemente, superando a concentração intracelular do medicamento inibidor. Genética tumoral e resposta à terapia do câncer alvo P......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal