FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Tabagismo e Doenca Arterial Periferica em Mulheres" obteve 74 resultados.

Página:  de 8

27/10/2011

Artigos

Tabagismo e doença arterial periférica em mulheres

...das no estudo, algo que levaria a altíssimos custos e que, com certeza, é impraticável. No entanto, os dados do estudo são contundentes por um lado, mas mostram esperança também para as pacientes que conseguem deixar o tabagismo, pelo menos do ponto de vista de doença arterial periférica. Bibliografia 1. Conen D, Everett BM, Kurth T, Creager MA, Buring JE, Ridker PM, et al. Smoking, smoki......

Ver Índice

15/03/2016

Revisões Internacionais

Doenças arteriais periféricas

...é amplamente usada, embora a aquisição de imagens seja mais lenta do que na angiografia por TC. A ARM possivelmente não seja viável em pacientes obesos ou em indivíduos com marca-passo ou desfibriladores. O gadolínio, agente de contraste usado na ARM, pode produzir fibrose nefrogênica sistêmica em pacientes com insuficiência renal. Para evitar esse tipo de problema, muitas unidades de ressonância ......

Ver Índice

25/08/2015

Revisões Internacionais

Doenças da Aorta

...tic diseases of the aorta. Chest 2000;117:233–43. 130. Bojar RM, Payne DD, Murphy RE, et al. Surgical treatment of systemic atheroembolism from the thoracic aorta. Ann Thorac Surg 1996;61:1389–93. 131. Patel NH, Stephens KE Jr, Mirvis SE, et al. Imaging of acute thoracic aortic injury due to blunt trauma: a review. Radiology 1998;209:335–48. 132. Roman MJ, Devereux RB, Kramer-Fox R, O’Loughlin ......

Ver Índice

04/06/2013

Revisões Internacionais

Angina estável crônica – Richard A. Lange – L. David Hillis

...oduzindo uma angina instável ou até mesmo IM. As placas suscetíveis à ruptura são denominadas “vulneráveis”. Em contraste, as placas ateroscleróticas maduras possuem centros necróticos menos extensos e capas fibrosas mais espessas (e, portanto, mais estáveis). Estas placas maduras com frequência são mais severamente obstrutivas e, assim, prontamente visualizadas por angiografia coronariana. Como s......

Ver Índice

26/10/2017

Revisões

Hipertensão arterial sistêmica: foco no paciente idoso

...o, os tiazídicos são drogas para uso ambulatorial. Como monitoração, recomenda-se dosagem de eletrólitos e função renal no início do tratamento e após algumas semanas de uso. Eventualmente, pode-se monitorar com dosagem de glicemia, colesterol e triglicérides, particularmente se são utilizadas doses acima de 50 mg/dia. Tais efeitos metabólicos são raros com doses de 12,5 a 25 mg/dia. Perdem eficác......

Ver Índice

26/10/2017

Revisões

Hipertensão arterial sistêmica: foco no paciente idoso

...ta é ainda uma medida controversa. As VI Diretrizes Brasileiras de HAS utilizam Hb glicosilada nestes pacientes; · em hipertensos estágios 1 e 2 sem hipertrofia ventricular esquerda ao ECG, mas com três ou mais fatores de risco, considerar o emprego do ecocardiograma para detecção de hipertrofia ventricular esquerda (detecta hipertrofia ventricular esquerda em 50% dos hipertensos); · p......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

... a 2%. Dose máxima diária: 300 mg. t Anestesia de mucosas bucais durante procedimentos: 10 a 50 mg de aerossol a 10%. Não exceder 30 mg de lidocaína por quadrante de gengiva ou mucosa oral no período de 1 hora e meia e de 200 mg em 24 horas. t Cirurgia de catarata: aplicar o gel a 2%, 3 a 5 vezes, 15 a 20 minutos antes da cirurgia. t Dose máxima para soluções injetáveis: 4 mg/kg ou 300 mg. ......

Ver Índice

15/01/2014

Revisões Internacionais

Vasculopatias renais – Julieanne G. McGregor, Vimal K. Derebail, Abhijit V. Kshirsagar, Ronald J. Fa

...; PN = poliarterite nodosa SAF = síndrome antifosfolípide Este capítulo discute as principais vasculopatias renais, que são classificadas de acordo com o tamanho do vaso afetado. Os vasos de grande calibre incluem as principais artérias renais e seus ramos principais, bem como a veia renal e seus ramos principais. Os vasos de médio calibre referem-se principalmente às artérias. Os vasos de ......

Ver Índice

13/01/2014

Revisões Internacionais

Diagnóstico e tratamento da dislipidemia – John D. Brunzell, R. Alan Failor

...s ou reduções percentuais dos níveis de LDL apresentaram pouca relação com os eventos coronarianos.85 Os benefícios foram observados apenas nos casos de pacientes cujos níveis basais de LDL estavam acima de 125 mg/dL.87 O Heart Protection Study avaliou mais de 20.000 indivíduos com história de doença cardiovascular (doença coronariana, cerebrovascular ou vascular periférica), diabetes ou hiperte......

Ver Índice

04/06/2012

Revisões Internacionais

Abordagem de distúrbios clínicos em pacientes geriátricos – Robert M. Palmer, MD, MPH, FACP

...gico associadas à idade, à existência de múltiplas comorbidades, e ao uso de polifarmácia. A incidência de reações farmacológicas adversas aumenta com o avanço da idade e com o número de doenças crônicas que necessitam de terapia farmacológica. Em muitos casos, a polifarmácia está associada à prescrição de medicações potencialmente inadequadas.96 Medicamentos ou classes de medicamentos específicos......

Ver Índice

Página:  de 8

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal