FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Vitaminas Associadas de Uso Geral Adultos" obteve 53 resultados.

Página:  de 6

11/02/2015

Remédios

Vitaminas associadas de uso geral (adultos)

...rroso 45,63 mg + carbonato de cálcio 300 mg + gluconato de manganês 4,55 mg + óxido de zinco 0,75 mg + óxido de magnésio 4,97 mg). Wyeth. Dayvit – comprimido revestido (vitamina A 5000 UI + vitamina E 30 UI + vitamina C 90 mg + vitamina B1 2,25 mg + vitamina B2 2,6 mg + vitamina B3 20 mg + vitamina B12 9 mcg + cálcio 162 mg + fósforo 125 mg + iodo 150 mcg + ferro 27 mcg + magnésio 100 mg+selênio ......

Ver Índice

31/10/2013

Revisões Internacionais

Obesidade – Jonathan Q. Purnell

...do controle glicêmico nem da glicosúria, e também não reduziu significativamente o uso de agente hipoglicêmico.116 Como resultado da ativação do sistema nervoso central pela fentermina, os pacientes podem apresentar ansiedade, insônia, palpitações e ressecamento da boca. Foram relatados casos em que o tratamento com fentermina foi associado à ocorrência de vasoespasmos, psicose e eventos isquêmic......

Ver Índice

15/10/2018

Revisões Internacionais

Cefaleia e Dor Facial

...primária. Farmacológicos Contraceptivos orais, cefaleia induzida pelo uso excessivo de medicações. Fatores que aliviam Não farmacológicos Sono para enxaqueca, relaxamento para cefaleia tensional. Farmacológicos Medicamentos com e sem prescrição médica, ervas e vitaminas. Avaliação e tratamento anteriores Obter os registros médicos de acordo com a necessida......

Ver Índice

22/08/2012

Revisões Internacionais

Cefaleia – Randolph W. Evans

...tumor cerebral são a acetazolamida (começando com uma dosagem de 500 mg, 2 vezes/dia, e aumentando para até 1 g, 2 vezes/dia, se necessário) e a furosemida (começando com uma dose de 20 mg, 2 vezes/dia, e aumentando para até 40 mg, 3 vezes/dia). Pacientes que tomam furosemida também devem receber suplementação de potássio. As medicações preventivas da enxaqueca podem ser úteis em casos de cefaléia......

Ver Índice

09/04/2012

Revisões Internacionais

Doenças pulmonares congênitas da idade adulta – Jeffrey J. Atkinson, MD / Daniel B. Rosenbluth, MD

...tematic review and analysis. J Pediatr 149:362, 2006. 7. Rodman DM, Polis JM, Heltshe SL, et al. Late diagnosis defines a unique population of long-term survivors of cystic fibrosis. Am J Respir Crit Care Med 171:621, 2005. 8. Gilljam M, Ellis L, Corey M, et al. Clinical manifestations of cystic fibrosis among patients with diagnosis in adulthood. Chest 126:1215, 2004. 9. LeGrys ......

Ver Índice

01/06/2018

Revisões Internacionais

Fibrose Cística e Bronquiectasia Fibrótica Não Cística

...bação aguda. Vários sistemas diferentes de pontuação foram utilizados em testes clínicos, sendo que os sintomas podem ser mais importantes que os sinais objetivos.39 A frequência da exacerbação aguda aumenta com o avanço da idade e com FEV1 mais baixa, e, ao redor dos 18 anos de idade, aproximadamente 50% de pacientes apresentam uma ou mais exacerbações por ano que exigem terapia antibiótica intr......

Ver Índice

25/05/2012

Revisões Internacionais

Abordagem dos envenenamentos e das dosagens excessivas de medicamentos

...a, nas sequelas cognitivas 6 semanas após o tratamento.87 Os proponentes do OHB recomendam seu uso para pacientes que têm anamnese de inconsciência, anormalidades neuropsiquiátricas detectáveis nos testes à beira do leito, ou níveis de carboxiemoglobina acima de 25%.84 Devido a preocupações com a maior afinidade do monóxido de carbono pela hemoglobina fetal, o limiar recomendado para tratamento de......

Ver Índice

12/12/2013

Revisões Internacionais

Nutrição enteral e parenteral – Thomas B. Nealis, Alan Buchman

...siduais gástricos maiores levam a uma aspiração aumentada, isto não está comprovado na literatura.143 Os pacientes com doenças graves que permanecem por tempo prolongado na posição supinada apresentam maior risco de aspiração, bem como aqueles com condição mental alterada.144 As principais estratégias preventivas consistem em manter a cabeça e a porção superior do tórax destes pacientes (e não ape......

Ver Índice

13/01/2014

Revisões Internacionais

Diagnóstico e tratamento da dislipidemia – John D. Brunzell, R. Alan Failor

...mg/dL contam como fator de risco negativo; sua presença elimina um fator de risco da contagem total. DAC = doença arterial coronariana; HDL = lipoproteína de alta densidade; LDL = lipoproteína de baixa densidade; NCEP ATP-III = National Cholesterol Education Program Adult Treatment Panel III. As diretrizes do ATP enfocam especialmente os níveis de colesterol de LDL como principal fator de ris......

Ver Índice

03/10/2013

Revisões Internacionais

Doenças do músculo e da junção neuromuscular – Marinos C. Dalakas

...cientes. Em raras circunstâncias e na maioria das vezes em casos pediátricos, realiza-se um teste com edrofônio ou neostigmina. Estes fármacos inibem a AChE e assim permitem que a ACh interaja repetidamente com os AChRs remanescentes. Como resultado, a força muscular melhora. É necessário realizar um exame de RM torácica para pesquisa de hiperplasia tímica ou timoma. A MG deve ser diferenciada das......

Ver Índice

Página:  de 6

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal