FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 5" obteve 2504 resultados.

Página:  de 251

27/01/2015

Casos Clínicos

Caso Clínico – Qual o diagnóstico hematológico deste caso?

...tivada (R): 1,33 - Fibrinogênio: 60 mg/dL (de 150 a 400 mg/dL); - D-dímero: > 10000 ng/mL FEU (Inferior a 500 ng/mL FEU). Diagnóstico e Discussão Os grandes achados laboratoriais desta paciente são coagulograma alargado, com aumento do TP, TTPa e TT, além de queda nos valores de fibrinogênio e grande valor de D-dímero. Além disso, a paciente tem uma anemia com característica normo/normo,......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...specifica para Rubéola; - for positivo para outra doenca; - em duas amostras pareadas, não detectar soroconversão dos anticorpos IgG. Quando o resultado for IgM negativo em amostra tardia, o caso é descartado apenas se não for gestante. · Vínculo epidemiológico - Quando o caso tiver como fonte de infeccao um ou mais casos descartados pelo critério laboratorial ou quando, na......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

...pelo contato com secreções nasofaríngeas de pessoas infectadas. Período de Incubação De 14 a 21 dias, com duração média de 17 dias, podendo variar de 12 a 23 dias. Período de Transmissibilidade De 5 a 7 dias antes do início do exantema é de 5 a 7 dias após. Diagnóstico Clínico, laboratorial e epidemiológico. O teste mais utilizado é o ensaio imunoenzimático (ELISA) para detecção de ......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sarampo

...do laboratório central. • Casos importados, independente do país de origem. • Em todos os casos com resultado laboratorial IgM positivo ou indeterminado para o sarampo, independente da suspeita clínica inicial, observando-se o período de coleta adequado. TRATAMENTO Não existe tratamento específico para a infecção por sarampo. O tratamento profilático com antibiótico é contra-indic......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

...rmica, utilizando a dose de 0,1ml. Local de aplicação: músculo deltóide ou vasto lateral da coxa (não aplicar em glúteo). Controle sorológico: a partir do 14º dia após a última dose do esquema. Resultados: • insatisfatório – se o título de anticorpos for menor do que 0,5 UI/ml. Nesse caso, aplicar uma dose de reforço e reavaliar a partir do 14º dia após o reforço; • satisfatório – s......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...to e reavaliações clínicas periódicas, com acompanhamento eletrocardiográfico, duas vezes por semana, e exame bioquímico do sangue para avaliação das funções renal (dosagem de uréia e creatinina) e hepática (dosagem das transaminases, bilirrubinas e fosfatase alcalina) e leucograma. Todos esses exames deverão ser realizados semanalmente, para orientação da conduta quanto à redução da dose ou utili......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

...stésicas As lesões preexistentes permanecem inalteradas Há aparecimento brusco de nódulos eritematosos, dolorosos à palpação ou até mesmo espontaneamente, que podem evoluir para vesículas, pústulas, bolhas ou úlceras Comprometimento sistêmico Não é freqüente É freqüente Apresenta febre, astenia, mialgias, náuseas (estado toxêmico) e dor articular Fatores associados Edema ......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...com a infecção pelo vírus Influenza A (H1N1), confirmado pelo laboratório de referência por PCR em tempo real. 5. Caso Descartado a) Caso em monitoramento, proveniente de país não afetado e que, após o 10º dia do início dos sintomas, tenha se recuperado OU b) Qualquer caso em monitoramento ou suspeito em que tenha sido diagnosticada outra doença. III. MEDIDAS DE MANEJO DE PACIENTES ......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...ta, interruptor de luz, chave, caneta, entre outros) com luvas ou outro EPI contaminados ou com mãos contaminadas. • Remover o EPI imediatamente após a saída do quarto/unidade de isolamento. • Restringir a atuação de profissionais de saúde com doença respiratória aguda. IX OUTRAS AÇOES DA VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA Recomenda-se o aprimoramento das ações de vigilância epidemiológica......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Difteria

... Vacinação incompleta Completar o esquema com DTP+Hib Completar o esquema com DTP Completar o esquema com a dT Vacinação completa Aplicar uma dose de DTP como reforço Aplicar uma dose de dT como reforço Controle dos Comunicantes Vacinação dos Comunicantes • Os comunicantes domiciliares e escolares, adultos ou crianças, não vacinados, inadequadamente vacinados ou com......

Ver Índice

Página:  de 251

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A

Cnpj: 11.012.848/0001-57

info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.