FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Paracoccidioidomicose" obteve 44 resultados.

Página:  de 5

31/05/2009

Biblioteca Livre

Paracoccidioidomicose

... NOTIFICAÇÃO Não é doença de notificação compulsória. MEDIDAS DE CONTROLE DA PARACOCCIDIOIDOMICOSE Não há medida de controle disponível. Deve-se tratar os doentes precoce e corretamente, visando impedir a evolução da doença e suas complicações. Indica-se desinfecção concorrente dos exudatos, artigos contaminados e limpeza terminal. Figura 3: Paracoccidioidomicose: lesão úlcero-crostosa. ......

Ver Índice

04/02/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

paracoccidioidomicose

...a pessoa. Complicações Podem ser decorrentes de comorbidades, como no caso de coinfecção com HIV e tuberculose. Os quadros, quando associados a essas infecções, tendem a ser mais graves. Outras complicações, como insuficiência suprarrenal e insuficiência respiratória, muitas vezes, são decorrentes de sequelas, como descrito anteriormente. Diagnóstico Clínico e laboratorial. Esse último é......

Ver Índice

04/02/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

paracoccidioidomicose

...quando ocorre, compromete o sistema fagocítico-mononuclear, que leva a disfunção da medula óssea. Na cavidade oral, evidencia-se uma estomatite, com pontilhado hemorrágico fino, conhecida como “estomatite moriforme de Aguiar-Pupo”. A classificação, a seguir, apresenta a interação entre o Paracoccidiodes brasiliensis e o homem, que resulta em simples infecção ou em doença, bem como as formas clínic......

Ver Índice

09/12/2009

Biblioteca Livre

4 Forma Mucosa

...ce e do lábio superior. Figura 115. LTA. Lesão ulcerada, recoberta por exsudato e crosta, comprometendo grande parte do lábio superior, com destruição parcial e deformidade da pirâmide nasal. As mucosas conjuntival, genital e anal também podem ser eventualmente atingidas (Figuras 116, 117A e 117B). Figura 116. LTA. Lesão ulcerada rasa, localizada em região bipalpebral, causan......

Ver Índice

25/01/2009

Revisões

Micoses Profundas

...ea. Mucormicose Ocorre em indivíduos imunodeprimidos, diabéticos descompensados, desnutridos, grandes queimados ou sob terapia imunossupressora. Manifesta-se sob três formas clínicas: · cutânea, com lesões vesiconecróticas ou ulcerosas; · rinocerebral, quadro agudo, fulminante, que pode comprometer órbita e cérebro; · sistêmica, que compromete estado geral com perda de peso. ......

Ver Índice

01/06/2009

Biblioteca Livre

Documentação Fotográfica

... cor acastanhada fixado à base do pêlo. Figura 47: Fitiríase: parasita nos cílios. Foliculite e Furúnculo Figura 48: Foliculite. Figura 49: Furúnculo. Gonorreia Figura 50: Gonorreia. Hanseníase Figura 51: Hanseníase indeterminada: mancha hipocrômica. Figura 52: Hanseníase tuberculóide. Figura 53: Hanseníase virchowiana: lesões infil......

Ver Índice

02/02/2010

5 Antiinfectantes

Itraconazol

...trigliceridemia, aumento de transaminases, hipocalemia (2%). INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS2,5,217 • Aumento do efeito de itraconazol: claritromicina. • Diminuição de efeito de itraconazol: anfotericina B, amprenavir, carbamazepina, efavirenz, eritromicina, isoniazida, fenitoína, fenobarbital, rifampicina, antiácidos, antagonistas H2, inibidores da bomba de prótons, didanosina. • ......

Ver Índice

16/09/2015

Biblioteca Livre

Sistêmicos

... B por infusão intravenosa é preferida em pacientes com infecções fulminantes ou graves. Seguindo-se o sucesso do tratamento, itraconazol pode ser usado para profilaxia contra a recaída. Pacientes imunocomprometidos estão em risco particular de apresentar infecções fúngicas e podem receber fármacos antifúngicos profilaticamente; antifúngicos triazólicos são fármacos de escolha para a profilaxia. ......

Ver Índice

16/09/2015

Biblioteca Livre

Sistêmicos

...rgãos como pulmão, baço, ou cérebro, ou afetar todo o corpo, e tende a ocorrer com mais frequência em pacientes imunocomprometidos. Idealmente, o tratamento antifúngico deveria ser escolhido depois de o organismo infectante ser identificado, mas frequentemente é necessário iniciar o tratamento empírico antes de o patógeno ser cultivado e identificado, especialmente em pacientes imunocomprometidos......

Ver Índice

28/04/2014

Revisões

Doenças pulmonares parenquimatosas difusas

...ular. Caso Clínico Comentado O quadro do paciente é de evolução crônica e sem imunossupressão conhecida. Os exames laboratoriais são inexpressivos (incluindo provas inflamatórias normais), exceto por FAN reagente (título de 1:80). A TC de tórax evidencia infiltrado intersticial de padrão reticular (espessamento de septos interlobulares e de cissuras), bronquiectasias de tração e áreas de fave......

Ver Índice

Página:  de 5

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A

Cnpj: 11.012.848/0001-57

info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.