FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Metformina e acidose láctica

Autor:

Rodrigo Díaz Olmos

Doutor em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de são Paulo (FMUSP). Diretor da Divisão de Clínica Médica do Hospital Universitário da USP. Docente da FMUSP.

Última revisão: 07/12/2008

Comentários de assinantes: 0

Metformina e acidose láctica

 

Metformina, sulfoniluréias e outras drogas anti-diabéticas e o risco de acidose láctica ou hipoglicemia. Uma análise de caso-controle aninhada.

Metformin, Sulfonylureas, or Other Antidiabetes Drugs and the Risk of Lactic Acidosis or Hypoglycemia. A nested case-control analysis Diabetes Care 2008; 31:2086-2091 [Link para abstract].

 

Fator de impacto da revista (diabetes care): 7,851

 

Contexto Clínico

            O uso da Metformina tem sido associado com a ocorrência de acidose láctica, e hipoglicemia tem sido associada com o uso de sulfoniluréias. Assim, o objetivo deste estudo foi comparar o risco de acidose láctica e hipoglicemia entre pacientes com diabetes mellitus tipo 2 usando drogas antidiabéticas orais.

 

O Estudo

            O estudo foi uma análise de caso-controle aninhada utilizando a base de dados britânica – General Practice Research Database (GPRD) para identificar todos os pacientes com diabetes tipo 2 usando hipoglicemiantes orais (n=50.048). Dentro desta população de estudo, foram identificados todos os casos incidentes de hipoglicemia e acidose láctica. Os controles também foram selecionados desta mesma população de estudo, e foram pareados de acordo com sexo, idade, local de atendimento e data numa proporção de 4:1.

 

Resultados

            Na população de 50.048 diabéticos utilizando hipoglicemiantes orais foram identificados apenas 6 casos de acidose láctica, produzindo uma taxa de incidência bruta de cerca de 3,3 casos por 100.000 pessoas-ano entre os usuários de Metformina e 4,8 casos por 100.000 pessoas-ano entre os usuários de sulfoniluréias. É interessante notar que comorbidades relevantes foram observadas em todos os 6 casos de acidose láctica identificados, sendo que em 5 deles houve deterioração aguda de comorbidades significativas como insuficiência cardíaca agudamente descompensada, sepse urinária, hipovolemia, crise convulsiva e insuficiência renal aguda. O sexto caso, embora não tivesse nenhuma descompensação aguda apresentava miocardiopatia hipertensiva e cirrose hepática. Na mesma população foram identificados 2.025 casos de hipoglicemia (3,6% classificados como episódios graves de hipoglicemia), produzindo taxas de incidência bruta de cerca de 60 casos por 100.00 pessoas-ano para usuários de Metformina e 110 casos por 100.000 pessoas-ano para os usuários de sulfoniluréias. A razão de chances (OR-odds ratio) para o desenvolvimento de hipoglicemia em associação com o uso de Metformina foi de 1,42 (IC95% 1,22 – 1,64) e com o uso de sulfoniluréia foi de 3,73 (IC95% 3,16 – 4,42) comparado com o não uso da classe de droga respectiva e ajustado para o uso da outra droga, uso de insulina, uso de outros hipoglicemiantes orais, tabagismo, IMC, comorbidades e outras medicações em uso. O OR de hipoglicemia para uso de sulfoniluréia entre não usuários de insulina foi de 2,79 (IC95% 2,23 – 3,50) comparado com não usuários de sulfoniluréia. Os autores concluem que a ocorrência de acidose láctica foi muito rara e associada a comorbidades significativas entre diabéticos usuários de hipoglicemiantes orais, e que episódios de hipoglicemia foram substancialmente mais freqüentes entre os usuários de sulfoniluréias do que entre os usuários de Metformina.

 

Aplicações para a Prática Clínica

            Os achados deste estudo estão de acordo com as práticas e recomendações atuais, apenas confirmando a noção de que o uso de sulfoniluréias está relacionado a um risco maior de hipoglicemia. Quanto à questão da acidose láctica cabe ressaltar que, neste estudo, o uso de Metformina não esteve associado a um maior risco de acidose láctica comparado ao uso de outros hipoglicemiantes orais e que, confirmando noções provenientes de estudos prévios, sua ocorrência é rara e associada a comorbidades significativas, geralmente com descompensação aguda.

 

Bibliografia

1. Bodmer M, Meier C, Krähenbühl S, Jick SS, Meier CR. Metformin, Sulfonylureas, or Other Antidiabetes Drugs and the Risk of Lactic Acidosis or Hypoglycemia. A nested case-control analysis Diabetes Care 31(11):2086-2091, 2008. [Link para abstract].

 

 

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal