FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Achado de Ecocardiograma à Beira Leito

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 14/04/2014

Comentários de assinantes: 0

Especialidades: Medicina de Emergência / Cardiologia

 

Quadro Clínico

Paciente do sexo feminino, 18 anos, sem antecedentes pessoais, procura o pronto-socorro com queixa de dispneia há cinco dias associada à sensação de opressão no peito, sem característica anginosa. Relata vir tendo dores articulares há cerca de quatro semanas, e manchas vermelhas no rosto. Na entrada, encontrava-se consciente e orientada com Glasgow 15, acianótico, afebril, FC 110bpm, FR 18 cpm, PA 80x60mmHg, SatO2 92% em ar ambiente, MV+ sem RA, bulhas cardíacas hipofonéticas e sem sopros, exame abdominal com fígado a 4 cm do rebordo costal direito com bordos rombos, RHA+, sem outros achados, e membros inferiores com edema simétrico +2/+4. Com diagnóstico de choque de origem ainda inconclusiva, foi tentada expansão volêmica sem sucesso para melhorar a PA. A seguir foi inserido cateter venoso central e realizado ecocardiograma de emergência à beira leito, cuja imagem subcostal está reproduzida na Imagem 1.

 

Imagem 1 – Ecocardiograma, imagem subcostal

 

 

Diagnóstico e Discussão

Na imagem de ecocardiograma podemos observar a ponta do cateter venoso central inserido dentro do ventrículo direito. Porém, o achado mais importante está na imagem de líquido livre pericárdico, configurando que havia derrame pericárdico neste caso. Além disso, no exame dinâmico do ecocardiograma, pode-se observar compressão das câmaras cardíacas direitas.

Baseado no quadro clínico de choque associado ao derrame pericárdico, foi feito diagnóstico de TAMPONAMENTO CARDÍACO.

Os seguintes achados clínicos são comuns no tamponamento cardíaco: 1. Dor torácica; 2. Síncope ou pré-síncope; 3. Dispneia; 4. Hipotensão; 5. Taquicardia; 6. Edema periférico; 7. Elevação da pressão venosa jugular; 8. Pulso paradoxal.

Para fechar o diagnóstico, basta a realização de ecocardiograma que evidencie derrame pericárdico com evidência de colapso de câmaras, variações de fluxo, ou dilatação de veia cava inferior. Entretanto, é importante saber que o único dado que é definitivo quanto ao diagnóstico, é a melhora clínica após drenagem pericárdica, sendo este o item definidor da doença.

Neste caso, o tamponamento pode ser classificado como subagudo, devido sua evolução ter ocorrido ao longo de alguns dias, mas podendo evoluir em até em semanas.

A paciente acabou por receber diagnóstico de Lupus Eritematoso Sistêmico após detecção de FAN positivo. A paciente obteve melhora clínica após drenagem pericárdica e realização de pulsoterapia de corticoide.

 

Bibliografia

1.             Spodick DH. Acute cardiac tamponade. N Engl J Med 2003; 349:684.

2.             Troughton RW, Asher CR, Klein AL. Pericarditis. Lancet 2004; 363:717.

3.             Reddy PS, Curtiss EI, O'Toole JD, Shaver JA. Cardiac tamponade: hemodynamic observations in man. Circulation 1978; 58:265.

4.             Permanyer-Miralda G. Acute pericardial disease: approach to the aetiologic diagnosis. Heart 2004; 90:252.

5.             Reddy PS, Curtiss EI, Uretsky BF. Spectrum of hemodynamic changes in cardiac tamponade. Am J Cardiol 1990; 66:1487.

6.             Maisch B, Seferovic PM, Ristic AD, et al. Guidelines on the diagnosis and management of pericardial diseases executive summary; The Task force on the diagnosis and management of pericardial diseases of the European society of cardiology. Eur Heart J 2004; 25:587.

7.             Cheitlin MD, Armstrong WF, Aurigemma GP, et al. ACC/AHA/ASE 2003 guideline for the clinical application of echocardiography www.acc.org/qualityandscience/clinical/statements.htm (Accessed on August 24, 2006).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal