FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Atazanavir

ATAZANAVIR (ORAL) (nome genérico) (substância ativa)

 

Referência

    REYATAZ (Bristol M Squibb)

 

Genérico

    Não

 

    sulfato de ATAZANAVIR equivalente a ATAZANAVIR

 

Uso oral

   Cápsula 100 mg: REYATAZ

   Cápsula 150 mg: REYATAZ

   Cápsula 200 mg: REYATAZ

 

O que é

   antiviral [inibidor da protease do HIV (não nucleosídeo); antirretroviral].

 

Para que serve

   infecção pelo HIV-1 (tratamento combinado com outros agentes anti-retrovirais para HIV-1, após teste de genotipo e fenotipo das cepas de HIV).

 

Como se usa

Uso oral – Doses

• doses em termos de ATAZANAVIR.

• com alimento.

Adultos

terapia isolada: 400 mg, 1 vez por dia.

tratamento adjuvante com efavirenz: 300 mg, 1 vez por dia com 100 mg de ritonavir e 600 mg de efavirenz.

tratamento adjuvante com rifabutina: 400 mg, 1 vez por dia e rifabutina 150 mg a cada 2 ou 3 dias por semana.

tratamento adjuvante com ritonavir: 300 mg, 1 vez por dia e 100 mg de ritonavir.

Atenção: ATAZANAVIR associado à claritromicina: 400 mg, 1 vez por dia e redução da dose de claritromicina para 50%.

ATAZANAVIR associado ao diltiazem: 400 mg, 1 vez por dia e redução da dose de diltiazem para 50%.

ATAZANAVIR associado à sildenafila: 400 mg, 1 vez por dia e sildenafila 25 mg cada 48 h.

Idosos: mesma dose de adultos.

Crianças: segurança e a eficácia ainda não foram estabelecidas.

Não deve ser administrado em crianças com menos de 3 meses de idade devido ao risco de kernicterus.

 

Cuidados especiais

Risco na gravidez

      B (ver classificação página 8)

 

Amamentação

   não se sabe se é eliminado no leite; não amamentar.

 

Não usar o produto

    hipersensibilidade ao produto ou algum de seus componentes; criança ate 6 anos de idade; insuficiência hepática grave.

 

Avaliar riscos x benefícios

anormalidade na condução atrioventricular (pode ocorrer); anormalidade na condução cardíaca (pre-existente); hiperglicemia; diabetes mellitus (pode agravar); hiperbilirrubinemia; erupção grave na pele (parar a medicação); síndrome de Stevens-Johnson; eritema multiforme; história de hemofilia tipo A ou B; insuficiência hepática leve a moderada; hepatite crônica tipo B ou C (risco de aumento das enzimas hepáticas).

Reações mais comuns (sem incidência definida):

Sistema nervoso central: dor de cabeça.

Gastrintestinal: dor abdominal, diarreia, náusea.

Dermatológico: erupção.

 

Atenção com outros produtos. O ATAZANAVIR:

pode aumentar o potencial de reações adversas graves ou até fatais com: amiodarona; lidocaina (sistemica); quinidina.

pode ter sua concentração diminuída por: antiácido; medicamento tamponado (administrar o produto 2 h antes ou 1 h após estes medicamentos).

pode aumentar a concentração de: atorvastatina (risco de miopatia incluindo rabdomiolise); diltiazem.

não deve ser associado com: bepridil (potencial de reações adversas graves ou até fatais); cisaprida; pimozida (reações adversas graves como arritmias cardíacas ou até reação fatal); diidroergotamina; ergonovina; ergotamina; metilergonovina (potencial

de reações adversas graves ou até fatais); indinavir; irinotecano; lovastatina; sinvastatina (potencial de reações graves como miopatia incluindo rabdomiolise); midazolam; triazolam (potencial de reações adversas graves como sedação prolongada, depressão

respiratória ou até reação fatal); inibidor de bomba de proton (pode ocorrer substancial reducao nas concentrações do ATAZANAVIR).

pode provocar prolongamento do intervalo QT (ver Apêndice) com: claritromicina; ranolazina.

pode aumentar a concentração de: ciclosporina; sirolimo; tacrolimo (recomendado o monitoramento); anticoncepcional oral que contenha etinilestradiol e noretindrona; rifabutina (ajustar a dosagem); saquinavir; diltiazem; felodipino; nicardipino; nifedipino;

verapamil; sildenafila; tadalafila; vardenafila (hipotensao, alterações visuais e priapismo; monitorar); antidepressivo triciclico (reacoes adversas graves ou ate reação fatal); varfarina (potencial de hemorragia grave ou mesmo fatal); lapatinibe (diminuir a dosagem); fentanila; sulfentanila.

pode diminuir a ação de: didanosina.

pode ter sua ação diminuída por: didanosina (administrar em momentos diferentes).

pode ter sua disponibilidade diminuída por: efavirenz (aconselha-se associar o ritonavir).

pode sofrer perda de seu efeito terapêutico e desenvolvimento de resistência com: antagonista de receptores H2 (observar o máximo intervalo possível, preferivelmente 12 h); rifampina; erva de São Joao (não associar).

pode ter sua concentração aumentada por: ritonavir; ATAZANAVIR; saquinavir; indinavir.

 

REMÉDIOS COM ATAZANAVIR EM SUA COMPOSIÇÃO

Reyataz

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal