FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Caso 4" obteve 2335 resultados.

Página:  de 234

27/01/2015

Casos Clínicos

Caso Clínico – Qual o diagnóstico hematológico deste caso?

...iais da CIVD Aguda e Crônica Parâmetro CIVD AGUDA CIVD CRÔNICA Plaquetas Baixas Variável Tempo de Protrombina (TP) Aumentado Normal Tempo de Tromboplastina Parcial Ativada (TTPa) Aumentado Normal Tempo de Trombina Aumentado Normal a Elevado Fibrinogênio Consumido Normal a Elevado Fator V Consumido Normal Fator ......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

... IgM e IgG e/ou pela identificação do vírus a partir de secreção nasofaríngea e urina, até o 7o dia do início do exantema. A coleta de sangue deve ser feita logo no primeiro contato com caso suspeito. Aquelas coletadas após 28 dias são consideradas tardias, mas, mesmo assim, devem ser aproveitadas e encaminhadas ao laboratório de referencia estadual para a realização da pesquisa de IgM. É importan......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita

... SRC IgM – Realizar pesquisa de IgG IgG + Não se pode afirmar que houve infecção. Acompanhar RN suspeito de SRC IgG – Vacinar após o parto Não existem indicações para solicitar e realizar exame de rotina no pré-natal para Rubéola em gestantes. Caso seja realmente necessário fazer o exame e a gestante, além de assintomática, não apresente historia de contato prévio com......

Ver Índice

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sarampo

...o epidemiológico todo caso suspeito cujo exame laboratorial teve como resultado “não-reagente” ou “negativo para IgM” em amostra colhida entre o 1º e o 3º dia a partir do aparecimento do exantema, com história de exposição a um ou mais casos de sarampo confirmados pelo laboratório (esta exposição deve ter ocorrido dentro de um período de sete a 18 dias antes do aparecimento dos sinais e sintomas).......

Ver Índice

08/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Raiva

... Relatos recentes mostram que o risco de transmissão do vírus pelo morcego é sempre elevado, independentemente da espécie e gravidade do ferimento. Por isso, toda agressão por morcego deve ser classificada como grave. Animais domésticos de interesse econômico ou de produção – bovinos, bubalinos, eqüídeos, caprinos, ovinos, suínos e outros também são animais de risco. É importante conhecer o......

Ver Índice

07/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Leishmaniose Visceral

...mento precoce e, conseqüentemente, para a redução da letalidade; • integrar as equipes do Pacs e PSF; • estabelecer um fluxo de atendimento para os pacientes, integrando as ações de vigilância e assistência; • oferecer condições necessárias para o acompanhamento dos pacientes em tratamento, evitando o abandono e as complicações da doença; • aprimorar o sistema de informação......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Hanseníase

... de um caso suspeito: • uma ou mais lesões de pele com alteração de sensibilidade; • perda de sensibilidade nas mãos ou pés; • um ou mais nervos periféricos espessados; • nervos doloridos; • câimbra e/ou formigamento. Para a descoberta de casos é fundamental que se divulgue junto à população os sinais e sintomas da doença e a existência de tratamento e cura para......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...rigeração (4 a 8°C) até a chegada ao LACEN. O LACEN deverá acondicionar a amostra em caixas específicas para Transporte de Substâncias Infecciosas, preferencialmente em gelo seco. Na impossibilidade de obter gelo seco, para esta Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional, a amostra poderá ser congelada a -70°C e encaminhar em gelo reciclável. O envio e a comunicação com a informaçã......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...r as polpas digitais e unhas da mão esquerda contra a palma da mão direita, fazendo um movimento circular e vice-versa. • Friccionar os punhos com movimentos circulares. • Friccionar até secar espontaneamente. Não utilizar papel toalha. • Duração do Procedimento: 20 a 30 segundos 3.3. Quarentena domiciliar voluntária 3.3.1. Indicação A quarentena domiciliar voluntária é rec......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Difteria

...mprometimento do estado geral e febre moderada. Confirmado Critério laboratorial • Todo caso suspeito com isolamento do Corynebacterium diphtheriae e provas de toxigenicidade positiva, ou • Todo caso suspeito com isolamento do Corynebacterium diphtheriae mesmo sem provas de toxigenicidade positiva. Critério epidemiológico Todo caso suspeito de difteria: • com resulta......

Ver Índice

Página:  de 234

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal