FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Dopamina Versus Noradrenalina no Tratamento do Choque" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

05/04/2010

Artigos

Dopamina versus noradrenalina no tratamento do choque

...etrizes internacionais de IAM4 e ICC5. De qualquer modo, até uma prova em contrário, deve-se usar a noradrenalina como vasopressor neste tipo de choque. Bibliografia De Backer D, Biston P, Devriendt J, Madl C, Chochrad D, Aldecoa C, Brasseur A, Defrance P, Gottignies P, Vincent JL; SOAP II Investigators. Comparison of dopamine and norepinephrine in the treatment of shock. N Engl J Med. 201......

Ver Índice

24/09/2013

Artigos

Dopamina ou noradrenalina no choque séptico?

... duas drogas muito utilizadas no choque séptico: dopamina e noradrenalina. Contexto clínico O uso de drogas vasopressoras é a base do tratamento do choque séptico. Há muito tempo existe uma grande controvérsia sobre qual seria a melhor droga a ser utilizada. Este estudo apresenta uma metanálise sobre os resultados comparativos entre as duas drogas mais utilizadas no choque séptico como vasop......

Ver Índice

04/09/2018

Revisões

Sepse e Choque Séptico

...lizada para garantir que seja dado volume apenas àqueles pacientes cuja resposta hemodinâmica é favorável. As diretrizes recomendam que, após a ressuscitação inicial em pacientes com hipoperfusão contínua, a ressuscitação continue se houver melhora hemodinâmica demonstrada por medidas estáticas ou dinâmicas. Nessas fases iniciais, é comum observar o balanço hídrico positivo. O risco de sobrecarga......

Ver Índice

12/04/2019

Revisões

Medicações Vasopressoras e Inotrópicas

...ores da mono-amino-oxidase, fenitoína e antidepressivos tricíclicos. Norepinefrina A noradrenalina é uma catecolamina endógena que estimula seletivamente os receptores a-adrenérgicos, resultando em vasoconstrição periférica, aumento da resistência vascular sistêmica e aumento da PA, bem como nos receptores ß-adrenérgicos (ß1>ß2), levando à estimulação inotrópica do coração e à vasodilat......

Ver Índice

16/09/2013

Artigos

Noradrenalina ou vasopressina no choque séptico?

...ptico. O estudo Este foi um estudo multicêntrico randomizado e duplo-cego. Um total de 778 pacientes com choque séptico e necessidade de vasopressor foi randomizado para receber vasopressina (0,01 a 0,03 UI/min) ou noradrenalina (5 a 15 mcg/min) como segundo vasopressor em pacientes já em uso de alguma catecolamina para controle do choque séptico (no caso, as drogas que os pacientes estavam u......

Ver Índice

11/07/2010

Revisões

Pós-Operatório de Cirurgia Cardíaca

...-operatório. 1. Tratamento · Suspensão de medicações que atuem negativamente na condução AV; · a necessidade da utilização de marca-passo (MP) depende do mecanismo de escape e da adequação da FC. Na ausência de calcificação excessiva, deve-se esperar pela recuperação dos BAV por até 10 a 14 dias antes do implante do marca-passo definitivo. Disfunções Respiratórias A mai......

Ver Índice

16/05/2014

Revisões Internacionais

sepse

...detection and interpretation of endotoxemia. Intensive Care Med 26(suppl):S51, 2000 44. Bates DW, Parsonnet J, Ketchum PA, et al: Limulus amebocyte lysate assay for de­tection of endotoxin in patients with sepsis syndrome. Clin Infect Dis 27:582, 1998 45. Romaschin AD, Harris DM, Ribeiro MB, et al: A rapid assay of endotoxin in whole blood using autologous neutrophil dependen......

Ver Índice

25/02/2019

Revisões Internacionais

Uroneurologia

...ica mais grave. Poucos homens com lesão total na medula espinal com dificuldades de ejaculação têm alguma melhora após o tratamento da DE. O uso amplamente bem-sucedido de inibidores da fosfodiesterase tipo 5 é a terapia médica de primeira linha para o tratamento de DE. O mecanismo de ação é aumentar o nível de óxido nítrico no tecido dos corpos cavernosos para provocar vasodilatação nos canais v......

Ver Índice

22/08/2012

Revisões Internacionais

Cefaleia – Randolph W. Evans

...nte ou lancinante Severidade Leve a severa (moderada a severa [não tratada] em 80% dos casos) Leve a moderada Severa Deflagradores Estão presentes em 85% dos casos; numerosos Estresse, falta de dormir Álcool, nitratos Duração 4 a 72 horas; duração > 24 horas (não tratada) em 62% dos casos; a duração pode ser < 1 hora em crianças Horas a dias ......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal