FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Equipe de Elaboracao" obteve 71 resultados.

Página:  de 8

23/06/2009

Biblioteca Livre

Equipe de Elaboração

... Original] MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância Epidemiológica Brasília / DF – 2007 Equipe de Elaboração EDITORES Jarbas Barbosa da Silva Júnior Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde Maria da Glória Teixeira Universidade Federal da Bahia, Instituto de Saúde Coletiva Maria da Conceição Nascimento Costa Universidade F......

Ver Índice

12/12/2014

Revisões

Doping

...po 6, beta-2-agonistas, podem ter efeitos anabolizantes em atletas, principalmente no caso do uso de clembuterol e zeranol. Um excesso de salbutamol e terbutalina pode aumentar a frequência cardíaca e respiratória, efeito que o atleta pode usar a seu favor. Para atletas que têm asma ou asma induzida pelo exercício, é permitido para tratamento médico o uso de salbutamol, formoterol, salmeterol e t......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 6 – Planejamento e administração de emergências em doenças infecciosas

...jadores determinem focos de necessidades, priorizem atividades e definam dotações orçamentárias para as atividades. As capacidades existentes para promoção de adesão à higiene respiratória ou ao “protocolo da tosse”, mediante fornecimento de máscaras, tecidos e limpeza ambiental, devem ser avaliadas da mesma forma que os indicadores das implementações ou mudanças no processo existente. Conhecer o......

Ver Índice

15/05/2014

Revisões

Prontuário de pacientes: finalidades, preenchimento e questões éticas e legais

...tar obrigatoriamente no prontuário os dados de identificação do paciente, anamnese, exame físico, resultados de exames, hipóteses diagnósticas, diagnóstico(s) definitivo(s), tratamento realizado, evolução diária, procedimentos realizados. (Resolução CFM nº 1.638/2002, Artigo 5º.) Qualidade do registro: nos prontuários em papel é obrigatória a legibilidade da letra do profissional que atendeu o......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 8 – Colaborando com a implementação de programas de controle de infecções

...rogramas de prevenção e controle de infecções depende em grande parte da qualidade do relacionamento desenvolvido entre profissionais, líderes e equipes. O cumprimento dos padrões CI.1.10 a CI.6.10 da Joint Commission depende da eficácia do espírito de colaboração predominante dentro das organizações. A colaboração é um processo complexo que focaliza pessoas trabalhando em grupo na busca de metas......

Ver Índice

14/05/2013

Hospitalar

Reavaliação, renomeação e renovação de privilégios clínicos

...ipe assistencial anexou as informações adequadas sobre nomeações iniciais e concessões de privilégios. Portanto, o profissional precisa apenas editar seus dados, evitando repetições daqueles que não sofreram nenhuma alteração desde a última renomeação. Esse procedimento também evita que os profissionais das equipes assistenciais verifiquem novamente informações que já foram registradas no perfil d......

Ver Índice

14/05/2013

Hospitalar

Reavaliação, renomeação e renovação de privilégios clínicos

...Commission, os componentes essenciais sujeitos à avaliação das equipes assistenciais são os seguintes: · evidência de competências atuais; · evidência da capacidade para executar os privilégios pleiteados; · contestações de licenciamentos e registros; · renúncia voluntária ou involuntária a qualquer licença ou registro; · cancelamento voluntário ou involuntário de ......

Ver Índice

02/09/2009

Biblioteca Livre

Equipe Técnica

... Clarisse Lopes de Castro Lobo Diretora Técnica do Hemorio Tel.: (21) 2509-1290 e-mail: cotec@hemorio.rj.gov.br • Joice Aragão Coordenação da Política Nacional de Sangue/DAE/SAS Esplanada dos Ministérios, Ed. Sede, Bloco G, Sala 946 Tel.: (61) 3315-2428 Fax: (61) 3315-2290 e-mail: sangue@saude.gov.br SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO Consta no documento: “Todos os d......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 2 – Desenho e avaliação de programas

...ões”. Os planos de controle de infecções também devem incluir descrições sobre como avaliar a eficácia dos programas de controle, conforme mostra o Capítulo 5 – “Avaliação da Eficiência de Programas de Controle de Infecções”. A seguir, são apresentadas algumas dicas úteis para a elaboração de planos de controle de infecções: · Identificação dos padrões locais, estaduais e federais, bem c......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 3 – Análise de risco e estabelecimento de metas e objetivos em programas de controle de inf

...nálise do perigo de vulnerabilidades, usada geralmente para determinar a suscetibilidade das organizações a intempéries. Os resultados desse tipo de análise possibilitam a implementação de medidas proativas que melhorem a capacidade de resposta a quaisquer ameaças. O escopo da avaliação deve abranger uma ampla gama de riscos, desde exposição a agentes patogênicos de origem sangüínea ou doenças tra......

Ver Índice

Página:  de 8

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal