FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Influenza a H1n1 Protocolo de Notificacao e Investigacao" obteve 10 resultados.

Página:  de 1

10/05/2009

Revisões

Informativo número 4 - Influenza A (H1N1) - Protocolo de Notificação e Investigação

...á tem permissão para inclusão de casos no aplicativo Sinanweb Influenza 3. O Interlocutor estadual do Sinan deverá utilizar sua senha de acesso no site www.saude.gov.br/cspuweb para cadastrar os usuários indicados pela vigilância epidemiológica da SES, responsáveis pela inclusão de casos no site www.saude.gov.br/influenza. 3. Será exibida a tela abaixo: Nota: 4. Para nave......

Ver Índice

12/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Notificação e Investigação

...o indivíduo; os antecedentes de exposição; a existência de contato com casos semelhantes; a caracterização clínica do caso, incluindo a existência de co-morbidades que representem risco para agravamento do quadro clínico; a identificação dos contatos e demais informações relevantes frente à situação encontrada; • Chama-se a atenção que a investigação epidemiológica, muitas vezes, não se esgo......

Ver Índice

08/08/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de manejo clínico e vigilância epidemiológica da Influenza

...ais • Os agentes infecciosos prioritários para investigação etiológica são os vírus influenza e os agentes etiológicos responsáveis por quadros de pneumonia bacteriana. • As amostras de secreções respiratórias devem ser coletadas preferencialmente entre o 3º (terceiro) e 7º (sétimo) dia, após o início dos sintomas. • A técnica de diagnóstico preconizada pela OMS para confirmação ......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Influenza Pandêmica A(H1N1)2009

...olência, convulsão ou paralisia severa; · Frequência respiratória > 30 IRPM; · Pa diastólica < 60 mmHg ou PA diastólica < 90 mmHg; · Idade > 60 anos. 2. Avaliação em Crianças · Cianose; · Batimento de asa de nariz; · Taquipneia: menos de 2 meses a menos de 1 ano (> 50 IRPM); de 1 a 5 anos (> 40 IRPM); · Toxemia; · Tiragem int......

Ver Índice

16/05/2010

Revisões

Influenza A (H1N1) – Ações da Atenção Primária à Saúde - 25-03-10

... de saúde 3.3. Medidas preventivas para a comunidade 4. Medidas a serem implementadas no atendimento ambulatorial 4.1. Processamento de produtos 5. Vigilância 6. Atribuições dos profissionais na APS/ESF no controle da influenza pandêmica (H1N1) 2009 6.1. Atribuições comuns a todos os profissionais da APS/SF 6.2. Atribuições dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) 6.3. Atribuições do médico......

Ver Índice

28/06/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos - versão 5

...com lenços (preferencialmente descartáveis) a boca e nariz ao tossir ou espirrar, para evitar disseminação de aerossóis; • Indivíduos que sejam casos suspeitos ou confirmados devem evitar entrar em contato com outras pessoas suscetíveis. Caso não seja possível, usar máscaras cirúrgicas; • Indivíduos que sejam casos suspeitos ou confirmados devem evitar aglomerações e ambientes fechados......

Ver Índice

16/05/2010

Revisões

Protocolo de Manejo Clínico de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) - 22-04-10

...bs.: Quando o profissional atuar em procedimentos com risco de geração de aerossol nos pacientes com infecção por influenza deve utilizar luvas de procedimento, avental, protetor ocular ou facial, gorro e máscara de proteção respiratória (respirador particulado). 6.5 Higienização das Mãos As mãos dos profissionais que atuam em serviços de saúde podem ser higienizadas utilizando-se água e sabo......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Influenza

...os: A, B e C. Os vírus Influenza A são classificados de acordo com suas proteínas de superfície (hemaglutinina e neuraminidase) e, periodicamente, sofrem alterações em sua estrutura genômica, o que permite o surgimento de novas cepas e a ocorrência de epidemias sazonais ou, em intervalos de tempo imprevisíveis, novas pandemias de gripe. O tipo A é mais suscetível a variações antigênicas, contribui......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Influenza

...ar: ocorrência de pelo menos 3 casos ou óbitos epidemiologicamente relacionados ou casos ou óbitos confirmados de Influenza em uma determinada unidade (enfermaria, UTI, etc.), cujos primeiros sintomas tenham ocorrido 72 horas apos a admissão. PROCEDIMENTOS DE INVESTIGAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA E MEDIDAS DE CONTROLE · Vacinação contra Influenza - O Ministério da Saúde considera que apesar das dro......

Ver Índice

11/05/2009

Revisões

Influenza A (H1N1) - Protocolo de Procedimentos  (Livre)

...das em caixas (térmicas) de paredes rígidas, que mantenham a temperatura adequada de refrigeração (4 a 8°C) até a chegada ao LACEN. O LACEN deverá acondicionar a amostra em caixas específicas para Transporte de Substâncias Infecciosas, preferencialmente em gelo seco. Na impossibilidade de obter gelo seco, para esta Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional, a amostra poderá ser con......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal