FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Parte ii – Doencas Infecciosas de Interesse Para a Saude Publica" obteve 132 resultados.

Página:  de 14

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sistemas de Informações

... alimentado, principalmente, pela notificação e investigação de casos de doenças e agravos que constam da lista nacional de doenças de notificação compulsória, mas é facultado a estados e municípios incluírem outros problemas de saúde, importantes em sua região. O formulário padrão contém duas partes: a Ficha Individual de Notificação (FIN), que deve ser preenchida por profissionais das unidades a......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Sistemas de Informações

... saúde e envio por aerograma ao Ministério da Saúde. Pode ser operado a partir das unidades de saúde, considerando o objetivo de coletar e processar dados sobre agravos de notificação, em todo o território nacional, desde o nível local. É alimentado, principalmente, pela notificação e investigação de casos de doenças e agravos que constam da lista nacional de doenças de notificação compulsória, ......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 2 – Desenho e avaliação de programas

...2005). Natzinger D.A., Lundstrom T., Chandra S., Massanari R.: Infection control in ambulatory care. Infect Dis Clin North Am 11:279-296, Jun.1997. Rhinehart E., Friedman C.: Infection Control in Home Care. Gaithersburg, MD: Aspen Publishers Inc., 1999. Scheckler W.E., et al.: Requirements for infrastructure and essential activities of infection control and epidemiology in hospitals: A Consensu......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Amarela

...s, sendo responsáveis por 35,8% das notificações do país, nas duas ultimas décadas. A região Centro-oeste notificou 30,2% dos casos do período e a região Sudeste, 18%. O Nordeste (Maranhão e Bahia) foi responsável por 15% dos casos e a região Sul (Paraná e Rio Grande do Sul) por 1%. Esta doença é sazonal (maior incidência de janeiro a abril) acomete com maior frequência o sexo masculino e a faixa ......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Amarela

...ramento vestibular e da cavidade oral, entre outras), oligúria, albuminúria e prostração intensa, além de comprometimento do sensório, que se expressa mediante obnubilação mental e torpor com evolução para coma. Epidemiologicamente, a doença pode se apresentar sob duas formas distintas: Febre Amarela Urbana (FAU) e Febre Amarela Silvestre (FAS), diferenciando-se uma da outra pela localização geogr......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

...cima dos 8 anos, na dose de 2 a 4 mg/kg/dia, máximo de 200 mg/dia, em 2 tomadas, de 12/12 horas. Características Epidemiológicas A doença se apresenta sob a forma de casos esporádicos em áreas rurais e urbanas, relacionados com contato com carrapatos, quer em atividades de trabalho ou lazer. No Brasil, são notificados casos nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeir......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Maculosa Brasileira

...de Rickettsia sp., ou quando a sorologia de duas amostras, colhidas com intervalo médio de 10 a 14 dias, mostrar soroconversão de 4 vezes o título; por critério clínico-epidemiológico, quando o paciente for a óbito com quadro compatível de Febre Maculosa Brasileira e tenha antecedentes epidemiológicos. Compatível Indivíduo com clínica sugestiva de Febre Maculosa Brasileira que apresente reaçã......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira (FPB)

...o por febre igual ou superior a 38,5°C, dor abdominal e vômitos, petéquias e/ou púrpuras, sem evidência de meningite, com antecedente de conjuntivite e, ainda, sem antecedente de ocorrência de Doença Meningocócica na área de abrangência do caso e excluídos os demais diagnósticos diferenciais. Descartado Caso suspeito que não se enquadre nas definições de caso confirmado ou que confirme diagnó......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira (FPB)

...iológica 8ª edição revista BRASÍLIA / DF – 2010 Febre Purpúrica Brasileira CID 10: A48.4 ASPECTOS CLÍNICOS E EPIDEMIOLÓGICOS Descrição Doença infecciosa aguda, com manifestações clínicas sistêmicas, que acomete crianças após conjuntivite, com sinais e sintomas que seguem uma certa cronologia em curto espaço de tempo: início com febre alta (acima de 38,5°C), taquicardia, erupção cut......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Esquistossomose Mansônica

...ossomótica, nas seguintes situações: · Durante a gestação; · Durante a fase de amamentação. Se a nutriz for medicada, ela só deve amamentar a criança 72 horas após a administração da medicação. O risco/beneficio do tratamento deve ser avaliado pelo medico; · Crianças menores de 2 anos; · Insuficiência hepática grave (fase descompensada da forma hepatoesplênica); · Insuf......

Ver Índice

Página:  de 14

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal