FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Tetano Neonatal" obteve 15 resultados.

Página:  de 2

12/08/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Tétano Neonatal

...és dele pode-se avaliar se as coberturas vacinais administrativas da área onde está sendo aplicada são reais, visando subsidiar a tomada de decisão sobre a implementação das atividades de imunização. Ações de Educação em Saúde A educação em saúde é uma prática social que objetiva promover o aumento da consciência sanitária da população e dos profissionais de saúde. Estimula a luta pela melhor......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Tétano Neonatal (TNN)

...secreções), hidratação, redução de qualquer tipo de estimulo externo, alimentação por sonda e analgésicos. · Utilizar Imunoglobulina humana antitetânica (IGHAT) 1.000 a 3.000UI, dose única, somente via IM (devido à existência de conservante) ou, na indisponibilidade, Soro Antitetânico (SAT), 10.000 a 20.000UI, IM ou IV, diluídos em soro glicosado a 5%, em gotejamento por 2 a 4 horas (uso de a......

Ver Índice

01/03/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Tétano Neonatal (TNN)

...SAÚDE Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância Epidemiológica 8ª edição revista BRASÍLIA / DF – 2010 Tétano Neonatal CID 10: A33 ASPECTOS CLÍNICOS E EPIDEMIOLÓGICOS Descrição Doença infecciosa aguda, grave, não contagiosa e imunoprevenível. Acomete o recém-nascido nos primeiros 28 dias de vida, com maior frequência na primeira semana de vida (60%) e nos prime......

Ver Índice

19/01/2017

Revisões

Tétano

...olado com propranolol deve ser evitado por causa de relatos de morte súbita com a medicação. O sulfato de morfina (0,5-1,0mg/kg/h, por IV contínua) é indicado para controlar a disfunção autonômica, bem como para induzir a sedação. Em caso de tétano grave, a imobilidade prolongada na unidade de terapia intensiva é comum, podendo o paciente permanecer em VM por semanas. Tais pacientes estão predisp......

Ver Índice

12/08/2009

Biblioteca Livre

Bibliografia Consultada

...nasa; 1998. Fundação Nacional de Saúde. Guia de controle da hanseníase. 2ª ed. Brasília: Funasa; 1994. Fundação Nacional de Saúde. Guia de vigilância epidemiológica. 3ª ed. rev. ampl. Brasília: Funasa; 1994. Fundação Nacional de Saúde. Guia de vigilância epidemiológica. Brasília: Funasa; 2002. Fundação Nacional de Saúde. Guia de vigilância epidemiológica. Brasília: FNS; 1998. Fundação Naciona......

Ver Índice

14/05/2013

Manual de prevenção e controle de infecções para hospitais

Pacientes pediátricos e neonatais

...a para projetar novas UTINs com quartos para um paciente.15 Em um berçário, é necessária uma área de 1 m2 por recém-nascido de peso normal e pelo menos 1 m entre os berços. Para bebês saudáveis de baixo peso, o espaço deve ser de 1,5 m2 por neonato e pelo menos 1,20 m entre os berços. Para UTIN, são necessários 4,5 m2 para cada área do paciente, pelo menos 2,4 m entre as incubadoras e corredores d......

Ver Índice

14/05/2013

Manual de prevenção e controle de infecções para hospitais

Pacientes pediátricos e neonatais

...neonatal Assim como nos outros setores da pediatria, muitos parentes e equipes de UTINs sentem que os brinquedos tornam a atmosfera mais agradável e lembram um pouco o lar do bebê. Infelizmente, os brinquedos estão envolvidos em surtos de IRASs nos neonatos. Em um estudo conduzido em uma UTIN no Royal Women’s Hospital, em Melbourne, na Austrália, foi descoberto que 98% das culturas de brinquedos ......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Situação Epidemiológica das Doenças Transmissíveis no Brasil

...eningococos B e C, que apresentam níveis importantes de transmissão e taxas médias de letalidade acima de 10%. No Brasil, são registrados, aproximadamente, 24.000 casos de meningites por ano e desses, cerca de 15% correspondem à Doença Meningocócica (DM). As meningites causadas pelo H. Influenzae do tipo b (Hib) representavam a segunda causa de meningite bacteriana depois da Doença Meningocócica, ......

Ver Índice

05/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Situação Epidemiológica das Doenças Transmissíveis no Brasil

... segunda causa de meningite bacteriana depois da Doença Meningocócica, até o ano de 1999. A partir do ano 2000, após a introdução da vacina conjugada contra a Hib, houve uma queda de 90% na incidência de meningites por esse agente, que era, antes, responsável por 95% das doenças invasivas (meningite, septicemia, pneumonia, epiglotite, celulite, artrite séptica, osteomielite e pericardite) e a segu......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

I

...aumento de transaminases (em pacientes com hepatite e icterícia colestática, especialmente com mais de 1 mês de tratamento) t Diminuição do volume urinário. t Febre t Dores musculares ou cólicas, dormência ou formigamento nas mãos, pés ou lábios. Interações de medicamentos t Ergotamina e análogos: risco aumentado de ergotismo (náusea, vômitos, isquemia vasoespástica). O uso concomitante co......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal