FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Tempo de Tratamento para Infecção de Prótese de Joelho

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 01/09/2021

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

 

Discussões acerca do tempo pelo qual utilizamos antibióticos no tratamento de infecções têm sido importantes nos últimos anos, porque a racionalização do uso de antibióticos é premissa fundamental para desacelerar as resistências bacterianas e ao mesmo tempo evitar desperdícios no sistema de saúde.

Em infecções comunitárias, tempos de tratamento menores vêm sendo eficazes quando estudados em ensaios clínicos randomizados, mas, em infecções de outra natureza, como aquelas na presença de próteses, ainda são motivo de debate. O tratamento da infecção de uma articulação protética geralmente consiste em uma combinação de cirurgia e terapia antimicrobiana. A duração adequada da terapia antimicrobiana para essa indicação permanece uma incógnita.

 

 

O Estudo

 

Apresentamos um estudo aberto, randomizado, controlado, de não inferioridade, para comparar 6 semanas com 12 semanas de terapia antibiótica em pacientes com infecção articular protética confirmada microbiologicamente que foram tratados com um procedimento cirúrgico apropriado. O desfecho primário foi infecção persistente (definida como a persistência ou recorrência da infecção com a bactéria causadora inicial, com um padrão de suscetibilidade a antibióticos que era fenotipicamente indistinguível daquele na inscrição do estudo) dentro de dois anos após a conclusão da antibioticoterapia.

Um total de 410 pacientes de 28 centros franceses foram aleatoriamente designados para receber terapia antibiótica por 6 semanas (205 pacientes) ou por 12 semanas (205 pacientes). Seis pacientes que retiraram o consentimento não foram incluídos na análise. Na análise principal, 20 pacientes que morreram durante o acompanhamento foram excluídos, e 6 pacientes que perderam o acompanhamento foram considerados com infecção persistente (uma vez que os desfechos estavam ausentes). Infecção persistente ocorreu em 35 de 193 pacientes (18,1%) no grupo de 6 semanas e em 18 de 191 pacientes (9,4%) no grupo de 12 semanas (diferença de risco, 8,7 pontos percentuais; IC 95%,1,8 a 15,6).

 

Aplicação Prática

 

Este estudo buscou explorar se teríamos resultados positivos com tratamento por menor tempo em infecções de prótese de joelho, mas a não inferioridade não foi demonstrada. A não inferioridade também não foi demonstrada nas análises por protocolo e nas análises de sensibilidade. Ainda, é importante destacar que o tratamento por 6 semanas resultou em porcentagem maior de pacientes com resultados desfavoráveis.

Infelizmente, neste caso, o tempo menor de antibióticos não apresentou eficácia que seja favorável a uma recomendação de uso; pelo contrário. Seguimos com a recomendação de tratar esse tipo de infecção por 12 semanas.

 

 

Bibliografia

 

1.             Bernard L et al. Antibiotic Therapy for 6 or 12 Weeks for Prosthetic Joint Infection. N Engl J Med 2021; 384:1991-2001

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.