FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Cladribina" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

04/12/2014

Remédios

Cladribina

...ia. O que é antineoplásico [antimetabólito; nucleosídeo purina sintético]. Para que serve leucemia de células pilosas (tricoleucemia). Como age altera o metabolismo celular através da incorporação no DNA de células em divisão. É citotóxico para linfócitos e monócitos, tanto ativos, como quiescentes. Como se usa Uso injetável – Preparação •a preparação da solução para infusão......

Ver Índice

06/02/2010

6 Medicamentos Utilizados no Manejo das Neoplasias

Cladribina

... por via subcutânea, por 5 dias consecutivos. ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES4,5 • A biodisponibilidade por via subcutânea é de aproximadamente 100%. • Metabolismo: hepático. • Excreção: renal (21% a 44%). • Meia-vida de eliminação: 7 a 19 horas. • Início de ação: 5 a 10 dias. • Duração da ação: a remissão da leucemia de células ciliadas oc......

Ver Índice

22/02/2021

Revisões

Leucemia de Células Pilosas

...ários a cladribina epentostatina. A administração é de 375 mg/m2 por via intravenosa,semanalmente, durante 4 a 8 semanas. Uma proporção (25-75%) dos pacientes temremissão completa ou parcial, que pode ser sustentada por vários anos em umaproporção de respondedores. Outros pacientes apresentam recidiva e progressãoda evolução. A imunotoxinaanti-CD22 BL22 (moxetumomab) é um anti-CD22 fundido a uma e......

Ver Índice

17/11/2015

Revisões Internacionais

Leucemias linfoides crônicas e distúrbios de plasmócitos – Tait D. Shanafelt, Morie A. Gertz

...ctável pela tomografia por emissão de pósitrons (PET), e este exame é extremamente útil para detectar a doença metabolicamente ativa.93 Figura 5. Radiografia mostrando lesões ósseas líticas na calota craniana. A radioterapia, no mieloma múltiplo, é necessária apenas para fins de prevenção das fraturas patológicas e do comprometimento neurológico e da medula espinhal.94 A maio......

Ver Índice

26/10/2008

Revisões

Leucemias Crônicas

...cançam resposta molecular completa, ou seja, a ausência de detecção do produto do gene BCR-ABL pelo PCR, mas praticamente todos apresentam recorrência da doença se houver a interrupção do tratamento. A sobrevida estimada com imatinibe alcançou 83% em cinco anos no estudo IRIS, estudo fase III, comparando imatinibe com IFN-a. Alguns pacientes, entretanto, apresentam resistência ao imatinibe, geralm......

Ver Índice

13/04/2021

Revisões

Leucemia Linfocítica Crônica

...crônica (LLC) é uma doença maligna de células B madurascaracterizada por linfocitose no sangue periférico e na medula. Esses linfócitossão do tipo B e monoclonais. Vários graus de linfadenopatia, esplenomegalia e citopeniasno sangue periférico estão presentes. Epidemiologia A LLC é aleucemia adulta mais prevalente nas sociedades ocidentais, representando de 25a 30% dos casos de leucemia nos Estado......

Ver Índice

20/06/2014

Revisões

Doenças inflamatórias e desmielinizantes

...o momento em que se suspeita do diagnóstico de ACG. A decisão de tratar não deve ser postergada, pois isso aumenta o risco de perda visual permanente. A biópsia pode ser realizada após administração de corticoide. A dose recomendada é de 1 mg/kg de prednisona ao dia, com uma redução gradual até a dose de manutenção de 10 mg/dia, por 18 a 24 meses. A pulsoterapia com metilprednisolona pode ser rea......

Ver Índice

12/02/2015

Remédios

Apêndice

... pode inibir); fenitoína; griseofulvina; nevirapina; primidona; rifampicina; também erva de São João. Atenção: também o álcool em uso crônico pode induzir enzimas do fígado. MEDICAMENTOS INIBIDORES DE ENZIMAS HEPÁTICAS Ácido valpróico; alopurinol; anticoncepcionais orais contendo estrogênios; antidepressivos IMAO (inibidores da monoamina-oxidase); anfúngicos azólicos; cimetidina; claritromic......

Ver Índice

04/10/2016

Revisões Internacionais

Distúrbios Leucocitários Não Malignos

...ófilos se arrastam e sofrem diapedese por meio da interação com as moléculas de aderência das células endoteliais/plaquetas na superfície endotelial e através da liberação das hidrolases que permitem a passagem dos neutrófilos através da membrana da base capilar. ICAM-1 = molécula de adesão intercelular-1; PECAM-1 = molécula de adesão de plaquetas/células endoteliais-1; sLe* = carboidrato sialil-L......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A

Cnpj: 11.012.848/0001-57

info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.