FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Controle de Febre em Choque Septico" obteve 48 resultados.

Página:  de 5

24/09/2012

Artigos

Controle de febre em choque séptico

...m grande repercussão clínica (redução de vasopressores em 12 horas e reversão do choque) foram diferentes, mas não houve qualquer repercussão em mortalidade ou tempo de internação na UTI. O estudo, obviamente, não tinha poder para responder a estas questões de maior impacto. Portanto, persiste a dúvida quanto a tratar ou não tratar a febre. Por ora, sugere-se manter a dipirona na prescrição, caso ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...e com lidocaína é contraindicado. t Enflurano ou halotano: aumento do risco de arritmia ventricular devido associação com epinefrina. Monitorar arritmias. t Entacapona: aumento do risco de taquicardia, hipertensão e arritmias. Monitorar o paciente. t Sulfato de morfina lipossomal: o uso concomitante com lidocaína + epinefrina (epidural) pode causar aumento do pico de concentração da morfina. ......

Ver Índice

03/07/2009

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira

... ao mês anterior, iniciar a coleta de secreção de conjuntivas de pacientes acometidos (pelo menos de 20) para diagnóstico do agente (laboratório de referência) por meio da realização dos exames laboratoriais específicos. Tratamento das conjuntivites – com colírio de cloranfenicol a 0,5% (1 gota em cada olho, de 3/3 horas, durante 7 dias). Quando constatada a ocorrência de conjuntivite pela cep......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira (FPB)

...o: “Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.” O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente. Febre Purpúrica Brasileira (FPB) Febre Purpúrica Brasileira (FPB) (Li......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Febre Purpúrica Brasileira (FPB)

...eningococcemia, meningite por HIB, septicemias por gram-negativos, dengue hemorrágico, febre maculosa, tifo exantemático, febre hemorrágica argentina e boliviana e outras febres hemorrágicas. Tratamento Antibioticoterapia Ampicilina, 200 mg/kg/dia, 6/6 horas, via intravenosa ou Amoxicilina, 50 mg/kg/dia, 8/8 horas, via oral, por 7 dias; ou cloranfenicol, 100 mg/kg/dia, via intravenosa, 6/6 h......

Ver Índice

26/02/2013

Revisões Internacionais

Lesão renal aguda – Paul W. Sanders, Anupam Agarwal

...ais ou anatômicas de outras causas conhecidas de insuficiência renal. A SHR é bastante semelhante à insuficiência pré-renal, exceto por ser irresponsiva à reposição de volume convencional. A etiologia da SHR parece envolver reduções significativas da perfusão renal associadas à vasodilatação esplâncnica.74 Nos Estados Unidos e na Europa, a grande maioria dos casos de SHR envolve pacientes que sofr......

Ver Índice

16/05/2014

Revisões Internacionais

sepse

...ompanhada de uma resposta Th2 tardia subsequente a um insulto séptico inicial. A resposta de hormônio do estresse no choque séptico – expressão do hormônio adrenocorticotrópico (ACTH), corticosteroides e catecolaminas – promove uma resposta Th2 subsequente à lesão sistêmica. Na sepse grave, as células T CD4+ são seletivamente depletadas por apoptose, e isto limita ainda mais a imunidade celular e ......

Ver Índice

05/07/2013

Revisões Internacionais

Peritonite e abscessos intra-abdominais – W. Conrad Liles, E. Patchen Dellinger

...ções pancreáticas muitas vezes são polimicrobianas, tipicamente contendo 3 a 4 espécies de bactérias. Estas são, na maioria, entéricas e incluem E. coli, enterococos, espécies de Klebsiella e micro-organismos anaeróbicos, como as espécies de Bacteroides, Peptococcus, Fusobacterium e Clostridium. Pode haver envolvimento de micro-organismos não entéricos, incluindo estafilococos, P. aeruginosa e, me......

Ver Índice

19/02/2014

Revisões Internacionais

Infecções do trato urinário – Kalpana Gupta, Walter E. Stamm

... na patogênese da pielonefrite em gestantes. O refluxo vésico-ureteral exerce papel decisivo na patogênese da infecção retal e, mais significativamente, na evolução do dano renal crônico. Está comumente associado ao desenvolvimento de ITU em crianças, mas também ocorre em decorrência de anormalidades anatômicas em crianças sem ITU. O refluxo produz uma via direta que permite à infecção alcançar ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

H

... t Parada cardíaca. t Hipotensão aguda, inclusive choque séptico. Contraindicações t Hipertensão. t Hipotensão por hipovolemia. t Gravidez. Categoria de risco na gravidez (FDA): C (ver Apêndice A). Precauções t Usar com cuidado nos casos de: – trombose vascular periférica, coronariana ou mesentérica. – uso em seguida a um enfarte do miocárdio. – angina variante......

Ver Índice

Página:  de 5

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.