FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Manejo do Choque Refratario" obteve 18 resultados.

Página:  de 2

09/03/2020

Casos Clínicos

Manejo do Choque Refratário

...ar e cardíaco normais;Giordano à direita; restante do exame abdominal normal; tempo de enchimentocapilar (TEC) de 5 segundos.Foi levantada a hipótese diagnóstica de sepse, cometiologia em foco urinário com provável pielonefrite. Foi iniciado o tratamentocom ceftriaxone, 2g, intravenoso, e expansão com 1L de soro fisiológico emacesso calibroso periférico. Foram colhidos exames, e o primeiro resul......

Ver Índice

01/12/2017

Artigos

Angiotensina II no Tratamento de Choque

...4, com pontuações mais altas indicando disfunção mais grave) foi maior no grupo angiotensina II do que no grupo placebo (-1,75 versus -1,28, P = 0,01). Eventos adversos graves foram relatados em 60,7% dos pacientes no grupo angiotensina II e em 67,1% no grupo placebo. Aplicação Prática É sempre bom ver um estudo abordando uma área que carece de novidades, que é o manejo de choque. Neste en......

Ver Índice

12/12/2018

Revisões

anafilaxia

..., bem como a frequência e a gravidade de episódios futuros. Para todas as reações alérgicas, os pacientes devem ser instruídos sobre a forma de evitar uma futura exposição ao agente causador se possível. A prescrição e as instruções claras sobre o uso de autoejetor de epinefrina devem ser prestadas aos pacientes com reações alérgicas graves ou anafilaxia quando o risco de uma recidiva é considera......

Ver Índice

11/07/2010

Revisões

Pós-Operatório de Cirurgia Cardíaca

...o paciente se encontre hemodinamicamente instável, discutir com a equipe cirúrgica a indicação de coronariografia de emergência para diagnóstico e provável intervenção terapêutica, mantendo-se a utilização das drogas inotrópicas, vasodilatadoras e balão intra-aórtico, se necessário. Em casos de estabilidade hemodinâmica, considerar o início de inibidores da enzima conversora de angiotensina e esta......

Ver Índice

03/02/2016

Revisões

Anafilaxia aguda

...ser iniciada colocando epinefrina 1 mg (1,0 ml de diluição de 1: 1000) em 500 mL de dextrose ou solução fisiológica em uma taxa de infusão de 1 a 4 | Kg / min (0,5 a 2 mL / min), titulando-se o efeito. Os médicos muitas vezes hesitam em dar epinefrina intravenosa por causa de seus efeitos colaterais (por exemplo, taquicardia, arritmia, tremor). Ressalte-se que a dose inicial para adultos é muito d......

Ver Índice

16/10/2014

Revisões

Tromboembolia pulmonar: tratamento

...omozigotos para fator V Leiden ou mutação da protrombina G20210A. Condições particulares Tromboprofilaxia secundária e cirurgia Em paciente sob tromboprofilaxia secundária de longo prazo com anticoagulantes orais, a neces­sidade de cirurgia implica algumas medidas que compatibilizem risco de recorrência da TEV com o risco de hemorragia perioperatória. A revisão sistemática de Dunn e Tur......

Ver Índice

18/03/2019

Revisões

Desfibrilação e Cardioversão

...antenha-se afastado”. · Realizar o choque. · Continuar a RCP conforme o protocolo de reanimação. Desfibrilação Externa Automática Devem ser adotados os seguintes procedimentos: · Preparar o paciente e o equipamento conforme descrito anteriormente. A RCP deve estar em andamento. · Abrir a embalagem contendo os eletrodos de desfibri......

Ver Índice

21/10/2021

Revisões

Varizes De Esôfago

... pacientes sem varizes e naquelescom hemorragia varicosa, a mensuração do gradiente de pressão venosa hepática(GPVH) é o melhor método para estratificar o risco. A hipertensão portal estápresente quando o GPVH é maior que 5 mmHg, mas é considerada clinicamentesignificativa quando o gradiente é superior a 10 mmHg, porque em pacientes semvarizes esse nível pressórico é o mais forte preditor do desen......

Ver Índice

20/02/2015

Revisões Internacionais

Edema pulmonar

...dema pulmonar é inevitavelmente resultante de outro processo persiste até hoje, em nossas tentativas de diferenciar clinicamente as causas de edema pulmonar, em grande parte porque o tratamento difere conforme a causa. O edema pulmonar agudo pode ser dividido em duas categorias: edema causado por pressão capilar aumentada (edema hidrostático ou cardiogênico) e edema causado por permeabilidade capi......

Ver Índice

26/03/2012

Revisões Internacionais

Fibrilação atrial – Gregory F. Michaud (MD) e Roy M. John (MD, PhD)

...; a cause of reversible heart failure. Am J Med 1949;7:478–89. 33. Packer DL, Bardy GH, Worley SJ, et al. Tachycardiainduced cardiomyopathy: a reversible form of left ventricular dysfunction. Am J Cardiol 1986;57:563–70. 34. Watson T, Shantsila E, Lip GY. Mechanisms of thrombogenesis in atrial ?brillation: Virchow’s triad revisited. Lancet 2009;373:155–66. 35. Fatkin D, Kelly ......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A

Cnpj: 11.012.848/0001-57

info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.