FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Maxcef" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

28/11/2014

Remédios

Cefepima

...aína temperatura ambiente controlada (20-25°C): 24 horas. refrigeração (2-8ºC): 7 dias. Administração: em Adultos, nas nádegas (quadrante superior externo); em crianças, na face lateral da coxa. Atenção: reconstituição com Lidocaína é apenas para injeção intramuscular. Cefepima (pó) 1 g – Via intravenosa direta Reconstituição Diluente: Água Estéril para Injeção; Cloreto de Sódio 0,9% ou......

Ver Índice

13/06/2010

Medicamentos Injetáveis - Utilização Segura

Cefepima

...as. TEMPO DE INFUSÃO: 30 minutos. USO INJETÁVEL – DOSES Doses em termos de cefepima Adultos e Adolescentes Infecção Intra-abdominal (complicada) 2 g, via intravenosa, cada 12 horas (junto com metronidazol), por 7 a 10 dias. Infecção da Pele e dos Tecidos Moles (moderada a grave); Infecção Urinária (grave); Septicemia 2 g, via intravenosa, cada 12 horas, por 10 dias. Infecçã......

Ver Índice

10/09/2013

Revisões

Síndrome hepatorrenal – Prescrição revisada

...neumonias, meningites etc.) por bacilos gram-negativos sensíveis, sem etiologia determinada ou como antimicrobiano inicial no paciente neutropênico febril. · Dose habitual: 2 a 4 g/dia, divididos a cada 12 horas, com ajuste necessário para a função renal; · gestação: classe B; · apresentações comerciais: Maxcef® com frasco-ampola de 500 mg, 1 g e 2 g. Efeitos adversos As ......

Ver Índice

04/03/2009

Casos Clínicos

Neutropenia Febril

...nas e à ação direta no sistema nervoso central. Indicações Ações analgésica e antipirética. Posologia A dose habitual é de 500 a 1.000 mg a cada 6 horas. Uma alternativa para efeito analgésico mais intenso são 2 g a cada 6 horas. Efeitos Adversos Pode causar náuseas e vômitos e, ocasionalmente, reações hipotensivas isoladas e, em casos raros, queda crítica da pressão arterial. Agran......

Ver Índice

04/03/2009

Casos Clínicos

Neutropenia Febril

... pacientes com radiografia normal. Bioquímica Eletrólitos, função hepática e renal devem ser acessadas com vista à abordagem medicamentosa e início da monitoração do paciente grave. A escolha da antibioticoterapia inicial depende do risco do paciente. Em pacientes de baixo risco, existem evidências de que a terapia inicial com antibióticos via oral ou terapia sequencial endovenosa-ora......

Ver Índice

11/05/2009

Casos Clínicos

Pneumonia e insuficiência adrenal

...eis na ausculta, sugerindo o diagnóstico de pneumonia. O quadro clássico de pneumonia descrito pela literatura é de início súbito com febre, calafrio, dor torácica ventilatório-dependente e tosse com expectoração purulenta ou piossanguinolenta, além de cefaleia, astenia e anorexia. Ao exame físico, podem ser identificados os sinais de consolidação pulmonar. Entretanto, esta forma clássica de apres......

Ver Índice

04/07/2009

Casos Clínicos

Meningite

...tre outros achados. Os agentes causadores mais frequentes são: Streptococcus pnemoniae, Neisseria meningitidis, Haemophilus influenzae, estreptococos do grupo B, Listeria monocytogenes. Enterococos e estafilococos são mais raros e acometem pacientes hospitalizados, que sofreram intervenções cirúrgicas ou que estão em fases inicial ou final da vida. Deve-se pensar em etiologia meningocócica quan......

Ver Índice

13/08/2009

Casos Clínicos

Síndrome hepato-renal

...a-se das demais cefalosporinas de 3ª geração pela atividade anti-Pseudomonas apresentada. A droga é administrada por via parenteral, com meia-vida de 1,8 hora e índice de ligação às proteínas plasmáticas de aproximadamente 17%. A concentração liquórica situa-se em torno de 25% (considerada baixa), decaindo com a diminuição da inflamação meníngea. O espectro de ação engloba principalmente enteroba......

Ver Índice

29/04/2010

Casos Clínicos

Prescrição de drogas vasoativas e sepse

...para prevenir sobrecarga hídrica. g) Classificação na gravidez Classe A. h) Interações medicamentosas Nenhuma significativa. Coloides Soluções de expansão do espaço intravascular que contêm moléculas complexas (albumina e polímeros de açucares), fato que lhes confere capacidade de manter, por mais tempo, uma quantidade maior do volume ofertado no espaço intravascular sem que ele......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A

Cnpj: 11.012.848/0001-57

info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.