FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Um escore melhor para dar prognóstico em hemorragia subaracnoide

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 29/08/2016

Comentários de assinantes: 0

Contexto Clínico

O prognóstico neurológico após hemorragia subaracnoide (HSA) é feito com a pontuação de Hunt & Hess, embora ocorram boas recuperações mesmo com pontuações altas, mostrando a fragilidade da escala em prognosticar bem. E prognosticar bem é fundamental para se traçar planos de cuidados e saber direcionar recursos para cada pacientes de forma individualizada.

O Estudo

O objetivo do estudo foi criar uma ferramenta multidimensional para prognosticar em longo prazo os resultados funcionais, cognitivos e de qualidade de vida após hemorragia subaracnoide (HSA), utilizando dados de até 48 horas após a admissão. Os dados foram coletados prospectivamente de 1.619 pacientes consecutivos inscritos no projeto entre julho de 1996 a março de 2014. Modelos lineares (LMS) foram aplicados para identificar fatores associados com o resultado em 1.526 pacientes com dados completos. Resultados funcionais, cognitivos e de qualidade de vida em 12 meses foram medidos usando a escala modificada de Rankin, e também foi realizada uma entrevista telefônica para avaliar o estado cognitivo com a escala Sickness Impact Profile. Foi então construído o escore FRESH (do inglês: recuperação funcional esperada após hemorragia subaracnoide). Para validação externa, utilizou-se uma população de pacientes com HSA controle de outro estudo (n = 413).

A pontuação FRESH foi composta de pontuações de Hunt & Hess e APACHE-II na admissão, idade e ressangramento de aneurisma em 48 horas.

A percentagem de maus resultados (pontuações na escala de Rankin modificada entre 4 e 6) aumentou com a elevação da pontuação no escore FRESH: 1 (3%), 2 (6%), 3 (12%), 4 (38%), 5 (61%), 6 (83%), 7 (92%), 8 (98%), e 9 (100%).

Pontuações separadas para prognosticar a cognição em 1 ano (FRESH-cog) e qualidade de vida (FRESH-quol) foram desenvolvidas controlando para educação e deficiência pré-mórbida. O desempenho de FRESH (AUC = 0,90) foi superior ao da escala Hunt & Hess (AUC = 0,85), com bons resultados de FRESH-cog (AUC = 0,80) e FRESH-quol (AUC = 0,78), que foram todos elevados (com destaque para a escala principal). A validação externa da nossa coorte usando a escala de Rankin modificada como desfecho apresentou resultados satisfatórios (AUC = 0,77).

 

Aplicações Práticas

FRESH é a primeira ferramenta clínica para prognosticar os resultados a longo prazo após HSA espontânea de uma forma multidimensional. Seus resultados mostram que este escore é mais confiável do que o tradicionalmente usado Hunt & Hess. É uma boa sugestão de incorporação para a prática clínica. Para permitir o cálculo com conveniência, os pesquisadores construíram um aplicativo de smartphone disponível para download gratuito.

 

Referências

Witsch J et al. Prognostication of long-term outcomes after subarachnoid hemorrhage: The FRESH score. Ann Neurol 2016 Apr 30; [e-pub]

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal