FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Cloridrato de Vancomicina

Última revisão: 05/01/2010

Comentários de assinantes: 0

Reproduzido de:

Formulário Terapêutico Nacional 2008: Rename 2006 [Link Livre para o Documento Original]

Série B. Textos Básicos de Saúde

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos

Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos

Brasília / DF – 2008

 

Cloridrato de Vancomicina

 

Maria Inês de Toledo

Lívia Luize Marengo

 

Na Rename 2006: item 5.1.8

 

APRESENTAÇÃO

      Pó para solução injetável 500 mg.

 

INDICAÇÃO1

      Infecções causadas por Staphylococcus aureus e S. epidermidis resistentes à meticilina (tratamento de primeira escolha).

      Enterocolite por Clostridium difficile.

 

CONTRA-INDICAÇÕES5,6,8

      Hipersensibilidade a vancomicina ou componentes do produto.

 

PRECAUÇÕES1,2,5,6,8

      Não tem utilidade em infecções causadas por bactérias Gram negativas e microorganismos anaeróbios.

      Emprego rotineiro em terapia empírica de paciente leucopênico febril deve ser desencorajado.

      Evitar infusão rápida para não desencadear a síndrome do homem de pescoço vermelho (caracterizada por prurido, rubor, taquicardia e hipotensão) e alternar os locais de infusão para evitar tromboflebite.

      Monitorar função auditiva.

      Monitorar concentração plasmática de vancomicina em idosos, insuficientes renais e neonatos. O ajuste de dose se faz necessário nessas circunstâncias para evitar pico plasmático acima de 30 a 40 microgramas/mL e concentrações mínimas superiores a 10 microgramas/mL.

      Categoria de risco gestacional (FDA): C.

 

ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO1,2,4,6,8

Adultos

      De 500 a 2.000 mg, por via intravenosa, a cada 12 horas.

 

Idosos (Maiores de 65 Anos)

      Dar 500 mg, por via intravenosa, a cada 12 horas ou 1g ao dia.

 

Neonatos com mais de 1 Semana

      Dar 15 mg/kg, por via intravenosa, inicialmente; depois 10 mg/kg, a cada 12 horas, por 10 a 14 dias.

 

Crianças (acima de 1 Mês)

      De 10 a 15 mg/kg, por via intravenosa, a cada 8 horas; dose máxima: 2 g/dia.

 

Observações:

      A velocidade de infusão intravenosa não deve exceder a 500 mg em 30 minutos. Isso evita risco de tromboflebite e reação sistêmica.

      A via intramuscular não é recomendada por causar muita dor no sítio da injeção.

 

ASPECTOS FARMACOCINÉTICOS CLINICAMENTE RELEVANTES4-6,8

      Administrada por via oral, altas concentrações nas fezes são encontradas, pelo que é utilizada no tratamento de enterocolite estafilocócica ou por Clostridium difficile.

      Pico de concentração sérica: 45 a 60 minutos (intravenosa).

      Meia-vida de eliminação: 4 a 11 horas (adultos); 6 a 10 horas (neonatos); 4 horas (recém-nascidos); 2 a 3 horas (crianças).

      Metabolismo: sem metabolização aparente.

      Excreção: renal (80% a 90%) e biliar.

 

EFEITOS ADVERSOS1,2,4-6,8

      Comuns: febre, calafrio, flebite no sítio de infusão.

      Reação eritematosa, com prurido e hipotensão, acometendo face, pescoço e tronco, denominada de síndrome do homem do pescoço vermelho (administração intravenosa rápida).

      Rash cutâneo (5%), síndrome de Stevens-Johnson, urticária, prurido, necrose tóxica epidérmica, dermatite exfoliativa.

      Dor e espasmos musculares em dorso e face anterior do tórax.

      Ototoxicidade e nefrotoxicidade (raras).

      Neutropenia, trombocitopenia, eosinofilia, agranulocitose.

      Colite pseudomembranosa.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS4-6,8

      Aumento de toxicidade de vancomicina: gentamicina, amicacina, polimixinas, cisplatina, diuréticos de alça, bacitracina, anfotericina B, anestésicos gerais.

      Vancomicina pode aumentar o bloqueio neuromuscular de suxametônio e vecurônio.

 

ASPECTOS FARMACÊUTICOS5,6

      Reconstituir o frasco de 500 mg em 100 mL de água estéril para injeção, glicose a 5% ou cloreto de sódio 0,9%.

      A solução reconstituída pode ser guardada em geladeira por até 7 a 14 dias (ver instruções do fabricante).

      Administrar em infusão lenta (60 minutos ou mais para 500 mg e 100 minutos para 1 g).

      Incompatibilidade com soluções de: corticosteróides, cloranfenicol e heparina.

 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS DO DOCUMENTO

Consta no documento:

“Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.”

O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal