FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Eletrocardiograma 3

Última revisão: 24/11/2008

Comentários de assinantes: 0

Quadro Clínico

Homem de 31 anos com palpitações

Eletrocardiograma do paciente

 

Ver diagnóstico abaixo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Interpretação

1-     Frequência Cardíaca- 310 bpm e irregular

2-     Onda P ausente

3-     Morfologia do QRS : duração do QRS em 160 ms (largo), eixo desviado para a esquerda (-33º), morfologia bizarra e aberrante, alguns batimentos (derivações aVF e aVL) com morfologia semelhante a conduzida em ritmo sinusal (onda delta e alteração da repolarização ventricular).

 

Diagnóstico

            Taquicardia Atrioventricular com Circuito Antidrômico e Fibrilação Atrial. (Síndrome de Wolff-Parkinson-White)

 

Comentários

            Na Síndrome de Wolff-Parkinson-White (WPW) ou pré-excitação ventricular, o ECG de repouso pode ser normal (WPW oculto), com PR curto e onda delta pouco manifesta (inaparente) e clássico (manifesto). O padrão clássico de WPW apresenta:

 

         Intervalo PR curto

         Onda Delta

         Alteração da repolarização ventricular

         QRS alargado (aumento da duração)

 

            A taquicardia atrioventricular (TAV) é uma das manifestações da  Síndrome de Wolff-Parkinson-White. Conforme o sentido de ativação dentro do circuito de macrorrentrada (englobando a via anômala e via normal do sistema de condução) ela pode ser ortodrômica ou antidrômica.

            Neste caso temos uma TAV antidrômica em que a condução tem sentido anterógrado pela via anômala e retrogrado pelo sistema de condução, já que o período refratário da via anômala é curto (<240ms). Assim, o complexo QRS fica largo, bizarro e alguns com morfologia semelhante a pré-excitação ventricular em ritmo sinusal.

            Não há condução pelo nó AV e na fibrilação atrial a freqüência cardíaca pode ser muito alta (>300) por condução 1:1 do átrio para o ventrículo.

            Nestas freqüências os estímulos atriais podem atingir o ventrículo num período vulnerável, levando a fibrilação ventricular e morte súbita.Assim, o tratamento da FA com WPW é a ablação da via acessória.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal