FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Editorial MedicinaNET - Setembro - 2018

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado pela Disciplina de Emergências Clínicas Faculdade de Medicina da USP; Médico e Especialista em Clínica Médica pelo HC-FMUSP; Diretor Científico do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP); Membro da Academia Brasileira de Medicina Hospitalar (ABMH); Assessor da Diretoria Médica do Hospital Samaritano de São Paulo.

Última revisão: 13/09/2018

Comentários de assinantes: 0

Valorizando Profissionais para a Cultura de Segurança

 

Possivelmente, um dos maiores desafios do gestor no que tange à segurança do paciente e ao gerenciamento de riscos seja a criação de uma cultura de segurança na instituição. Quando se pensa em cultura de segurança como um conjunto de hábitos, atitudes e comportamentos compartilhados pelos profissionais dentro de uma instituição de saúde, que levam a minimizar riscos e a mitigar consequências, é preciso transformar a realidade do mero discurso ou documentação em algo instintivo e inconsciente.

Basicamente, o gestor deve transformar protocolos, normas e regras em algo intrinsecamente ligado ao comportamento dos profissionais da instituição. Essa não é uma tarefa fácil, mas uma boa estratégia é se valer da identificação dos positive deviance ou os champions naturais. Em outras palavras, é identificar por setor, ou área de atuação, quem são os profissionais que podem servir como verdadeiros exemplos de práticas de segurança, pois já praticam isso de forma evidente. Isso vale para médicos, enfermeiros ou demais profissionais tanto da área assistencial quanto do BackOffice.

Uma vez identificados esses positive deviance, a instituição deve traçar uma estratégia que envolva os seguintes itens: ter uma política de valorização do profissional, seja por destaque, remuneração diferenciada ou bonificação em outros formatos; “empoderar” esse profissional para que ele possa ter voz ativa com seus pares profissionais ou de setor; permitir que ele seja um multiplicador de boas práticas, reservando parte do tempo para auxiliar na verificação das práticas, no treinamento ou na orientação delas junto a outros profissionais; gerar um sistema de feedback, tanto para o profissional quanto para os demais, de forma periódica e estruturada, ressaltando pontos positivos que venham a ser alcançados e dando força para alavancar a melhoria de desempenho de práticas e habilidades necessárias para a gestão de risco acontecer na operação da instituição.

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.