FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "7 Infeccao Pelo Virus t Linfotropico Humano Htlv" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

25/10/2009

Biblioteca Livre

7 Infecção pelo Vírus T Linfotrópico Humano (HTLV)

...co associado com HTLV-1 em quase 100% dos casos. Entretanto, supõe-se que, em regiões endêmicas, a doença se desenvolve em apenas 2% a 4% dos indivíduos com HTLV-I, após um período de latência que pode durar de 10 a 60 anos. O HTLV é considerado como causador de mielopatia associada ao HTLV-I (MAH) e paraparesia espástica tropical (PET) sendo utilizado o termo MAH/PET. Outras doenças ou síndromes ......

Ver Índice

04/01/2016

Revisões Internacionais

Outras Infecções Retrovirais Humanas além da Infecção por HIV

...icas e de infiltrados pulmonares. A sobrevida mediana para pacientes com LTA latente é de cinco anos ou mais. Linfoma Cutâneo de Células T Soronegativo Ainda persistem os debates sobre o papel desempenhado pela retrovirologia em pacientes com linfoma cutâneo de células T (LCCT) soronegativo para HTLV-I/II. A sugestão ainda não confirmada do envolvimento dos retrovírus no desenvolvimento de ca......

Ver Índice

01/03/2013

Revisões Internacionais

Medicina transfusional – Harvey G. Klein

...the results of platelet transfusion: results of a randomized trial. Transfusion 1989;29:384–9. 42. Klein HG, Spahn DR, Carson JL. Red cell transfusion in clinical practice. Lancet 2007;370:415–26. 43. Bracey AW, Radovancevic R, Riggs SA, et al. Lowering the hemoglobin threshold for transfusion in coronary artery bypass procedures: effect on patient outcome. Transfusion 1999;39:1070–7. 44.......

Ver Índice

17/10/2013

Revisões Internacionais

Linfomas – Kieron Dunleavy, Wyndham H. Wilson

...linfoma específicos, como a bcl-2 (uma proteína inibidora da apoptose) e a bcl-1 (uma proteína promotora da progressão do ciclo celular) [Figura 3]. Muitos destes marcadores de superfície celular estão correlacionados ao resultado e prognóstico.74-76 Figura 2. Imagens em (a) menor aumento; (b) aumento médio; e (c) maior aumento de uma amostra de biópsia de linfonodo de paciente com ......

Ver Índice

03/12/2015

Revisões Internacionais

Transplante renal 2 - cuidados do receptor de transplante de rim

...ematúria e proteinúria. Tabela 5 medicações relacionadas ao transplante e condições comumente associadas a anormalidades hematológicas4 Distúrbio hematológico Medicações relacionadas ao transplante Outras condições Anemia111 Azatioprina Ácido micofenólico Sirolimo Leflunomida IECA/BRA Deficiência de ferro PTH elevado Disfunção renal crônica Rejeição su......

Ver Índice

14/07/2016

Revisões Internacionais

Tumores Cutâneos Malignos

...las 2 e 3].56-58 Tabela 2: Classificação da AJCC TNM57 Classificação T Espessura (mm) Estado de Ulceração/Mitoses T1 >=1 a: Sem ulceração e mitose < 1/mm2. b: Com ulceração ou mitose >= 1/mm2. T2 1,01 a 2,00 a: Com ulceração. b: Sem ulceração ou mitose >= 1/mm2. T3 2,01 a 4,00 a: Sem ulceração. b: Com ulceração. ......

Ver Índice

15/09/2008

Revisões

Manifestações Neurológicas no Paciente com HIV

...ratura Americana ou Européia. Na primeira fase, as três drogas são administradas em conjunto durante dois meses; logo após, mantêm-se a rifampicina e a isoniazida por mais sete meses: · rifampicina: 10 a 20 mg/kg/dia; máximo de 600 mg/dia; · isoniazida: 10 a 20 mg/kg de peso; máximo de 400 mg/dia; · pirazinamida: 25 a 35 mg/kg de peso; máximo de 2.000 mg/dia. ......

Ver Índice

21/01/2016

Revisões Internacionais

Esclerose múltipla e distúrbios relacionados

...ênese e incluem infecções imunomediadas, infecções de origem genética e doenças nutricionais. Neste capítulo apresentaremos algumas discussões sobre as doenças desmielinizantes do SNC [ver a Tabela 1]. Tabela 1: Doenças Desmielinizantes no Sistema Nervoso Central Tipo Doença Imunomediadas Recorrentes Esclerose múltipla Neuromielite óptica Monofásicas Neurite ópt......

Ver Índice

18/08/2014

Revisões Internacionais

Transplante Renal

...m um enxerto funcional é a principal causa de perda de enxertos. Mais frequentemente, a morte do paciente resulta de uma doença cardiovascular. A prevalência da rejeição crônica varia de 10 a 80%, dependendo da duração do seguimento. A rejeição crônica pode estar relacionada a eventos passados (p. ex., lesão do enxerto), eventos atuais (p. ex., rejeição, dislipidemia, diabetes) ou a ambos. O fat......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal