FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Classificacao Internacional Para a Seguranca do Paciente da Oms" obteve 17 resultados.

Página:  de 2

21/02/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS - Introdução

... · Articular de forma clara as finalidades da classificação, bem como seus potenciais usos e usuários; · A classificação deve ser fundamentada em CONCEITOS; · A linguagem a ser utilizada deve ser adequada; · Os conceitos devem ser organizados em categorias significativas e úteis; · As categorias devem ser aplicáveis a diferentes contextos, de países ......

Ver Índice

28/02/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Conceitos Fundamentais

... Sistema de Resiliência: tudo aquilo que existe ou passa a ser feito para evitar os incidentes. ü Detecção, Fatores de Mitigação, Ações de Melhoria e Ações Tomadas para Diminuição do Risco · Caracterização Clínica: agrupa os incidentes em categorias que possuem significado clínico. ü Tipo de Incidente e Desfechos do Paciente · Informações Descritivas: basicamente toda info......

Ver Índice

08/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Informações Descritivas

... utilização dos recursos para cuidar do paciente, conseqüências na mídia ou jurídicas, e nunca conseqüências clínicas ou terapêuticas; Esquema 1: Estrutura Conceitual – Informações Descritivas OBS.: Seguimos no MedicinaNet as recomendações da própria OMS quanto à divulgação de qualquer material oriundo de seu website (http://www.who.int/about/copyright/en/), que permite a veiculação se......

Ver Índice

14/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Sistema de Resiliência

... e terciário. Os itens incluídos nesta seção da Classificação Internacional para a Segurança do Paciente (CISP) são: Detecção e Fatores de Atenuação, que são influenciados por aquilo que já existe para diminuir o risco e fornecem informações para novas ações neste sentido; as Ações de Melhoria, que tanto influenciam quanto fornecem informações para o último item, que são as Ações ......

Ver Índice

21/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS - APÊNDICE – TIPOS DE INCIDENTES

... Acesso Central VI. Prótese VII. Sonda Vesical VIII. Partes Moles E. Medicações/Fluídos EV Medicação / fluído ev Processo problema Prescrição Preparação/Dispensação Apresentação Entrega Administração Fornecimento/Pedido Armazenamento Monitoramento Paciente errado Medicação Errada Freqüência errada......

Ver Índice

21/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Caracterização Clínica

... visto em função das informações da Tabela 2. Interessante ressaltar aqui que quando lembramos dos grupos de incidentes, as Circunstâncias de Risco, os “Quase-erros” e os Incidentes sem Dano sempre causam NENHUM dano, enquanto que os EVENTOS ADVERSOS devem ser detalhados entre leves, moderados, graves ou responsáveis por óbito. ü Tipo de Dano ü Impacto Social/Econômico ü Grau de Dano ......

Ver Índice

14/09/2015

Biblioteca Livre

Reações Adversas a Medicamentos

...po B ou imprevisíveis. As reações do tipo A resultam de uma ação ou de um efeito farmacológico exagerado e dependem da dose empregada, depois da administração de um medicamento em dose terapêutica habitual. São comuns, farmacologicamente previsíveis e podem ocorrer em qualquer indivíduo e, apesar de incidência e repercussões importantes na comunidade, a letalidade é baixa. Englobam reações produz......

Ver Índice

13/01/2014

Revisões Internacionais

Diagnóstico e tratamento da dislipidemia – John D. Brunzell, R. Alan Failor

...cer de mama. Nas mulheres submetidas a histerectomias, constatou-se que a terapia com estrogênio aumentou o risco de AVC [ver Tratamento da dislipidemia em mulheres, adiante].62 Estes estudos levaram à diminuição do uso da terapia de reposição hormonal pós-menopausa. Distúrbios renais causadores de dislipidemia Síndrome nefrótica A síndrome nefrótica causa aumento da secreção hepática de li......

Ver Índice

22/04/2014

Revisões Internacionais

Leucemia mieloide crônica e outras neoplasias mieloproliferativas

...shy;nosed chronic-phase chronic myeloid leukemia. N Engl J Med 2003;348:994–1004. 20. Deininger M, O’Brien SG, Guilhot F, et al. International Randomized Study of Interferon vs STI571 (IRIS) 8-year follow up: sustained survival and low risk for progression or events in patients with newly diagnosed chronic myeloid leukemia in chronic phase (CML-CP) treated with imatinib [abstract]. Blood 2009;11......

Ver Índice

06/10/2010

Revisões

Osteoporose

...tebral e de 40% no risco de fraturas de quadril no período de mais de 3 anos em comparação ao placebo. Os benefícios foram observados nos locais onde geralmente ocorrem fraturas, como quadris, coluna vertebral e não-vertebral, com efeito sustentado por mais de 3 anos. Raloxifeno O raloxifeno é um modulador do receptor seletivo do estrógeno indicado para prevenção e tratamento da osteoporose ......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal