FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Classificacao Internacional Para a Seguranca do Paciente da Oms" obteve 17 resultados.

Página:  de 2

21/02/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS - Introdução

...cipais que devem ser conhecidos dentro da segurança do paciente. OBS.: Seguimos no MedicinaNet as recomendações da própria OMS quanto à divulgação de qualquer material oriundo de seu website (http://www.who.int/about/copyright/en/), que permite a veiculação sem fins lucrativos de seus materiais para fins educacionais. Bibliografia ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). The Con......

Ver Índice

28/02/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Conceitos Fundamentais

... Definições Centrais Para um entendimento ideal de como funciona a Classificação Internacional para a Segurança do Paciente (CISP), é necessário conhecer duas definições que são centrais: o conceito de Segurança do Paciente e o conceito de Incidente. Segurança do Paciente Segundo o documento da OMS, Segurança do Paciente é a redução do risco de danos desnecessários associados......

Ver Índice

08/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Informações Descritivas

... os riscos para o mesmo tipo de incidente, ou incidentes semelhantes. A conceituação destes itens é a seguinte: Características do Paciente · São as características demográficas, a razão original para a procura de assistência e os diagnósticos de base; Características do Incidente · Informações sobre as circunstâncias do incidente, tais como, onde e quando ocorreu ......

Ver Índice

14/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Sistema de Resiliência

...esiliência seria a capacidade de reconstruir este muro, porém mais alto e mais reforçado. Lembrar que este estado de resiliência envolve muito a Prevenção, em seus três níveis: primário, secundário e terciário. Os itens incluídos nesta seção da Classificação Internacional para a Segurança do Paciente (CISP) são: Detecção e Fatores de Atenuação, que são influenciados por aquilo que......

Ver Índice

21/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS - APÊNDICE – TIPOS DE INCIDENTES

...anificada M. Gerenciamento de Recursos/Organizacional problema Adequação da Carga de Trabalho Adequação/Disponibilidade de Serviços/Leitos Adequação/Disponibilidade de Recursos Humanos Organização de Pessoas/Equipes Adequação/Disponibilidade de Protocolos/Políticas/Procedimentos/Guidelines Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS - APÊNDICE......

Ver Índice

21/03/2010

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Classificação Internacional para a Segurança do Paciente da OMS – Caracterização Clínica

...s entre leves, moderados, graves ou responsáveis por óbito. ü Tipo de Dano ü Impacto Social/Econômico ü Grau de Dano Tabela 2 – Grau de Dano NENHUM Nenhum sintoma, ou nenhum sintoma detectado e não foi necessário nenhum tratamento. LEVE Sintomas leves, perda de função ou danos mínimos ou moderados, mas com duração rápida, e apenas intervenções mínimas sendo necess......

Ver Índice

14/09/2015

Biblioteca Livre

Reações Adversas a Medicamentos

...ying drug safety issues: from research to practice. Int. J. Qual. Health Care, v. 12, n. 1, p. 69-76, 2000. 15.WORLD HEALTH ORGANIZATION. Guidelines for Preparing Core Clinical Safety Information on Drugs. Report of CIOMS Working Group III. Geneva: WHO, 1995. (Chapter 5, Good Safety Information Practices). Disponível em: http://www.whoumc.org/DynPage.aspx?id=22684. Acesso em: 13 dez. 2007. 16.AU......

Ver Índice

13/01/2014

Revisões Internacionais

Diagnóstico e tratamento da dislipidemia – John D. Brunzell, R. Alan Failor

...ulas de LDL grandes e flutuantes, como ocorre na HF e no defeito familiar da apo B-100, bem como a presença de números mais moderados de partículas pequenas e densas de LDL, estão associados ao risco aumentado de doença cardiovascular. Evidências acumuladas sugerem que a LDL precisa ser modificada para se tornar aterogênica.15 A oxidação da LDL pode aumentar sua aterogenicidade. A LDL oxidada poss......

Ver Índice

22/04/2014

Revisões Internacionais

Leucemia mieloide crônica e outras neoplasias mieloproliferativas

...ocytosis. N Engl J Med 2004;350: 1211–9. 82. Thiele J, Kvasnicka HM, Schmitt-Graeff A, et al. Folllow-up examinations including sequential bone marrow biopsies in essential thrombocythemia (ET): a retrospective clinico­pathological study of 120 patients. Am J Hematol 2002;70: 283–91. 83. Wolanskyj AP, Schwager SM, McClure RF, et al. Essential thrombocythemia beyond the f rst decade: life e......

Ver Índice

06/10/2010

Revisões

Osteoporose

... estudo (Spinal Osteoporosis Therapeutic Interventation), cujo objetivo primário era verificar o efeito desta droga no risco de fraturas vertebrais, e o 2º estudo (Treatment of Peripheral Osteoporosis) com o objetivo de observar o efeito nas fraturas periféricas (não vertebrais). Ambos os estudos eram randomizados, duplo cego e placebo controlado (2 g/dia de ranelato de estrôncio vs placebo) com d......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal