FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Manifestacoes Neuropsiquiatricas do Lupus Eritematoso Sistemico" obteve 10 resultados.

Página:  de 1

27/07/2016

Revisões

Manifestações Neuropsiquiátricas do Lúpus Eritematoso Sistêmico

...ecal são muitas vezes elevados. Além disso, aproximadamente 25% a 40% dos pacientes com lúpus têm síndrome antifosfolípide secundária com características clínicas de episódios repetidos de tromboses arterial ou trombose venosa, abortos espontâneos recorrentes, ou trombocitopenia em pacientes com anticorpos antifosfolípides. Os pacientes com síndrome antifosfolípide primária sem critérios para LE......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Lúpus Eritematoso Sistêmico

... periférica, o que limita o seu uso mais prolongado. A recidiva dos quadros cutâneos é freqüente após a sua retirada, portanto uma redução lenta e gradativa até a menor dose se faz necessária. A dapsona é efetiva nas lesões bolhosas e no lúpus discóide, e possui como principal efeito colateral a hemólise, por isso é contra-indicada na deficiência de G6PD. O uso da azatioprina deve ser considerado ......

Ver Índice

30/05/2010

Revisões

Lúpus Eritematoso Sistêmico

...ulmonar, sempre se deve afastar tromboembolismo pulmonar, principalmente relacionado à síndrome antifosfolípide e a outros estados de hipercoagulabilidade. Manifestações Cardíacas As manifestações cardíacas que devem ser consideradas no diagnóstico diferencial incluem principalmente outras causas de miocardite, serosite, distúrbios de condução e causas atero-embólicas. Manifestações Neuro......

Ver Índice

13/06/2016

Revisões

Lúpus Eritematoso Sistêmico

...ferativa focal. Pode haver hipertensão, síndrome nefrítica ou mesmo nefrótica. Proteinúria aumentada. Hematúria presente. Creatinina normal a ^. Pode evoluir para tipo IV. Complemento baixo e DNA dupla fita (+) Se evoluir com aumento de creatinina e sedimento ativo, pode necessitar de pulso de corticoide com ou sem azatioprina. Ciclofosfamida também é opção. Outras opções incluem o mi......

Ver Índice

01/10/2008

Revisões

Mialgia

...xa freqüente quando há doenças sistêmicas como neoplasia, insuficiência cardíaca, doenças do tecido conjuntivo), fadiga (mal-estar que se segue a um trabalho ou exercício seguido de diminuição do desempenho, comum na fibromialgia, síndrome da fadiga crônica ou doenças metabólicas musculares primárias) ou fraqueza muscular (dificuldade em realizar determinadas tarefas por perda de potência muscular......

Ver Índice

08/08/2012

Revisões Internacionais

Lúpus eritematoso sistêmico – Michael D. Lockshin

...ente da síndrome de Felty) corresponde aos critérios estabelecidos pelo ACR. Como regra geral a existência de uma doença característica afetando um determinado sistema orgânico (rins, articulações, pele) e acompanhada de altos títulos de anticorpo anti-dsDNA ou anti-Sm é suficiente para estabelecer o diagnóstico clínico. Tabela 2. Critérios do American College of Rheumatology para classificaç......

Ver Índice

09/01/2014

Revisões Internacionais

Menopausa – Susan D. Reed, Eliza L. Sutton

...idas à ooforectomia bilateral) e de estrogênio, com consequente atrofia urogenital e dispareunia, além de vários fatores sociais e emocionais [ver Manifestações clínicas, adiante]. Ossos. O estrogênio suprime a reabsorção óssea. Na transição para menopausa, a reabsorção excede a formação óssea, e pode haver uma acelerada perda de massa óssea.39 A massa óssea pode ser perdida a uma taxa anual de 3......

Ver Índice

17/11/2008

Revisões

Febre Reumática

...volutivo e na avaliação da resposta terapêutica. DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL A artrite da febre reumática pode simular artrite idiopática juvenil (AIJ) ou artrite reumatóide juvenil (ARJ), assim como outras doenças que possam preencher alguns dos critérios de Jones, como: lúpus eritematoso sistêmico, leucemia linfoblástica aguda, artrites reativas pós-infecciosas (virais, bacterianas ......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

C

...6 a 2,7 g, por via intramuscular profunda ou infusão intravenosa, a cada 6 a 12 horas. Doses acima de 600 mg devem ser administradas somente por infusão intravenosa. Pneumocistose t 300 a 450 mg, por via oral, a cada 6 horas, durante 21 dias, combinada a primaquina. Malária grave por Plasmodium falciparum t 20 mg/kg, por via intravenosa, diluída em 1,5 mL/kg de solução glicosada a 5%, in......

Ver Índice

22/07/2009

Revisões

Doença Mista do Tecido Conectivo

...38(5):386-93. 5. Kim P, Grossman JM. Treatment of mixed connective tissue disease. Rheum Dis Clin N Am 2005; 31:549-65. 6. Klippel JH, Dieppe PA. Rheumatology. 2. ed. Londres: Mosby, 1998. 7. Lundberg IE. The prognosis of mixed connective tissue disease. Rheum Dis Clin N Am 2005; 31:535-47. 8. Pope JE. Other manifestations of mixed connective tissue disease. Rheum C......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal