FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Propafenona" obteve 50 resultados.

Página:  de 5

04/02/2015

Remédios

Propafenona

...avar); bloqueio atrioventricular; bradicardia sinusal; choque cardiogênico ou hipotensão grave (pode agravar); insuficiência cardíaca congestiva não controlada (pode agravar); síndrome do nódulo sinusal; transtorno do equilíbrio eletrolítico (efeitos pró-arrítmicos da propafenona podem ser potencializados); transtorno pré-existente na condução cardíaca (atrioventricular, intraventricular e sinoatr......

Ver Índice

21/01/2015

Revisões

Taquiarritmias Supraventriculares

...ticipação de uma estrutura atrial é necessária para manutenção da arritmia, em contraste com as taquicardias ventriculares (TV), que necessitam somente de estruturas ventriculares para sua manutenção. O termo paroxístico refere-se a uma particularidade do quadro clínico que se caracteriza por início e término súbitos da taquiarritmia. As principais taquicardias supraventriculares são (Tabela 1):......

Ver Índice

03/09/2012

Artigos

Cardioversão elétrica ou química para fibrilação atrial no pronto-socorro

...20-1.400 min; p<0,001). Dos 33 pacientes que não foram cardiovertidos com propafenona, 28 tiveram sucesso com posterior cardioversão elétrica (os 5 restantes não quiseram fazer o procedimento). Não houve diferenças de eventos adversos entre os 2 grupos, sendo valores muito pequenos em ambos, com situações apenas transitórias. Aplicações para a prática clínica E......

Ver Índice

24/04/2015

Revisões

Fibrilação atrial

...amento. Com a disponibilidade de novos medicamentos anticoagulantes orais que não precisam de monitoramento, o tratamento destes pacientes se tornou mais fácil. Uma análise utilizando um modelo de decisão de Markov mostrou que o uso destas novas drogas poderia reduzir o limite para anticoagulação com eventos cerebrais hemorrágicos. Em uma grande estudo, Olesen e colaboradores mostraram que o ben......

Ver Índice

26/03/2012

Revisões Internacionais

Fibrilação atrial – Gregory F. Michaud (MD) e Roy M. John (MD, PhD)

... ablativa versus uma estratégia médica. Gregory F. Michaud recebeu apoio financeiro por sua atuação como conselheiro ou consultor para a St. Jude Medical e para a MEDTRONIC. Roy M. John atuou como conselheiro ou consultor para a St. Jude Medical. Referências 1. Lloyd-Jones DM, Wang TJ, Leip EP, et al. Lifetime risk for development of atrial ?brillation: the Framingham Heart S......

Ver Índice

09/06/2009

Biblioteca Livre

Interações medicamentosas

...ito comum na população em geral, o médico deve discutir esse tema ativamente para que o paciente tenha informações corretas e confiáveis, evitando prejuízos em seu tratamento. Na abordagem do tema, além das informações sobre o risco de má adesão, é necessário alertar o paciente para a possibilidade de resistência anti-retroviral, caso sejam freqüentes as falhas na administração das doses de ARV. ......

Ver Índice

06/06/2012

Revisões Internacionais

Taquicardia supraventricular – Melvin M. Scheinman, M.D. e Sirisha Sundara, M.D.

... a arritmia usualmente não se repete desde que o evento incitante tenha sido resolvido. Em contraste, o flutter atrial em pacientes sem doença aguda concomitante tende a recorrer. A fibrilação atrial, do mesmo modo, costuma ser uma doença recidivante e remitente. Achados eletrocardiográficos O ECG em paciente com flutter atrial em geral mostra uma frequência de flutter de 300 batimentos/min,......

Ver Índice

17/09/2015

Biblioteca Livre

Medicamentos Antiarrítmicos

... os medicamentos que interferem com a despolarização, sendo divididos conforme suas características adicionais. A classe Ib diminui a fase de repolarização e o intervalo QT, e aumenta o limite de fibrilação. A classe Ic prolonga os intervalos PR e QRS. A classe II reduz a frequência e contratilidade cardíacas, assim como diminui a condução de impulsos no sistema condutor cardíaco. A classe III dim......

Ver Índice

17/09/2015

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Medicamentos Antiarrítmicos

... A classe IV inclui os bloqueadores dos canais de cálcio que afetam as células marca-passo em que o fluxo de entrada desse íon é relativamente mais importante. O efeito eletrofisiológico dos antiarrítmicos pode não estar relacionado à sua efetividade no tratamento de determinado tipo de arritmia em um paciente particular. Por isso, sugere-se a classificação com base no tecido cardíaco de ação do ......

Ver Índice

15/12/2009

Casos Clínicos

Taquiarritmias e Medicações Antiarrítmicas

... ANTIARRÍTMICAS A classificação dos fármacos antiarrítmicos, realizada por Vaughn-Willians desde 1969, é amplamente aceita e baseia-se em 4 grandes grupos. São os principais exemplos: · Grupo I – bloqueadores dos canais de sódio: procainamida, propafenona e lidocaína. · Grupo II – dos betabloqueadores. · Grupo III – bloqueadores dos canais de potássio: amiodarona, esotalol. ......

Ver Índice

Página:  de 5

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal