FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Propafenona" obteve 48 resultados.

Página:  de 5

04/02/2015

Remédios

Propafenona

...aberto Temperatura ambiente (15-30°C). Proteção à luz: sim, necessária. Proteger da umidade. O que é antiarrítmico [bloqueador do canal de sódio; antiarrítmico classe Ic]. Para que serve arritmia ventricular; arritmia supraventricular (inclusive síndrome de Wolff-Parkinson-White;). Como age diminui a excitabilidade, a velocidade de condução e a automaticidade no nodo átrioventricu......

Ver Índice

21/01/2015

Revisões

Taquiarritmias Supraventriculares

... Fonte: Blomstrom-Lundqvist et al.1 FA = fibrilação atrial; TA = taquicardia atrial; TAV = taquicardia atrioventricular; TRN = taquicardia por reentrada nodal. Figura 5: Flutter atrial com condução A:V 2:1. As setas marcam as ondas de ativação atrial, chamadas de ondas f. Notar, na derivação DIII, o aspecto serrilhado do traçado, sem linha isoelétrica entre as ondas f. Caso a relaçã......

Ver Índice

03/09/2012

Artigos

Cardioversão elétrica ou química para fibrilação atrial no pronto-socorro

...onizados bifásicos de 100, 150 e 200 J, conforme a necessidade. Pacientes no grupo da CQ receberam propafenona 2 mg/kg EV em 10 minutos. A cardioversão elétrica teve mais sucesso do que a química em restaurar o ritmo sinusal (89,3% vs. 73,8%) (Hazard Ratio no grupo CE: 0,34; IC95% 0,17 a 0,68; p=0,02). A cardioversão elétrica foi atingida em média com 1,5 choques. O t......

Ver Índice

24/04/2015

Revisões

Fibrilação atrial

...ão da fibrilação atrial em pacientes selecionados pacientes com IC. A ablação por cateter é uma estratégia para eliminar os gatilhos ou substrato que inicia e mantém a FA e a manutenção do ritmo sinusal. Em pacientes com fibrilação atrial paroxística, a maioria dos gatilhos tem origem dentro ou ao redor das veias pulmonares, e apenas cerca de 10% dos gatilhos foram detectados na parede posterior......

Ver Índice

26/03/2012

Revisões Internacionais

Fibrilação atrial – Gregory F. Michaud (MD) e Roy M. John (MD, PhD)

...o mais lenta do que a frequência cardíaca devido aos intervalos RR variáveis e às variações acentuadas do débito cardíaco. O diagnóstico precisa ser confirmado por meio de um ECG de superfície, que tipicamente mostra intervalos RR irregulares e sem padrões repetitivos. As ondas atriais de amplitude e largura variáveis, denominadas ondas “F” ou ondas fibrilatórias, estão presentes. Os intervalos PP......

Ver Índice

09/06/2009

Biblioteca Livre

Interações medicamentosas

...à hepatotoxicidade. Os problemas mais freqüentemente relacionados à adesão ao tratamento estão associados a falhas na tomada de medicamentos ou à percepção de que os anti-retrovirais não podem ser utilizados em horários próximos da ingesta de bebidas alcoólicas. Como o uso de álcool é muito comum na população em geral, o médico deve discutir esse tema ativamente para que o paciente tenha informaç......

Ver Índice

06/06/2012

Revisões Internacionais

Taquicardia supraventricular – Melvin M. Scheinman, M.D. e Sirisha Sundara, M.D.

...ma área de crista elevada ou na veia pulmonar direita. A morfologia da onda P fornece indícios excelentes da localização da taquicardia.47,48 Exemplificando, ondas P oriundas de focos atriais à esquerda apresentam deflexão negativa nas derivações I ou aVL, bem como deflexões positivas nas derivações precordiais. Os focos atriais à direita tendem a mostrar ondas P negativas na derivação V1, porém m......

Ver Índice

17/09/2015

Biblioteca Livre

Medicamentos Antiarrítmicos

...ítmicos da classe Ic, da classe IV e os betabloqueadores. Amiodarona é fármaco com propriedades antiarrítmicas de classe III. É usada no controle da arritmia ventricular e supraventricular, assim como aquela relacionada à síndrome de Wolff-Parkinson-White. Meta-análise revela que o seu uso na insuficiência cardíaca está associado à redução de 20% a 25% da mortalidade. Entretanto, o fármaco também......

Ver Índice

17/09/2015

SEÇÃO B – MEDICAMENTOS USADOS EM DOENÇAS DE ÓRGÃOS E SISTEMAS ORGÂNICOS

Medicamentos Antiarrítmicos

...nejo da arritmia supraventricular e ventricular. Revisão sistemática de boa qualidade metodológica revela que é eficaz e seguro na redução da recorrência de fibrilação atrial (ver monografia, página 592). Propranolol é betabloqueador não-cardiosseletivo, usado no manejo da hipertensão, angina, enfarte do miocárdio e arritmia cardíaca. Provas sugerem sua aplicação na prevenção da fibrilação atrial......

Ver Índice

15/12/2009

Casos Clínicos

Taquiarritmias e Medicações Antiarrítmicas

... sustentadas (TVS) e nas taquiarritmias supraventriculares, especialmente na fibrilação atrial associada à síndrome de WPW, possuindo potente ação de bloqueio na condução anterógrada da via acessória, evitando assim a possibilidade de morte súbita. É classe IIa para taquicardia paroxística supraventricular (TPSV), TVS estável e fibrilação (FA) e flutter atrial, ou IIb para taquicardias com QRS lar......

Ver Índice

Página:  de 5

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal