FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Seguranca em Cirurgia Parte i" obteve 278 resultados.

Página:  de 28

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Aula em Vídeo: Segurança em Cirurgia - Parte II - 34min - 05/10

...Dr Dario Birollini discorre sobre segurança em cirurgia......

Conteúdo em vídeo

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Aula em Vídeo: Segurança em Cirurgia - Parte I - Dario Vianna Birolini - 32 min - 05/10  (Livre)

...Dr Dario Viana Birolini discorre sobre segurança em cirurgia......

Conteúdo em vídeo

14/05/2013

Hospitalar

Papel do enfermeiro na segurança do paciente e nos resultados do atendimento

...iaturas e símbolos inaceitáveis, que deve ser compartilhada com todos os que prescrevem. A proibição de abreviaturas, acrônimos e símbolos deve ser implementada em todas as comunicações escritas específicas ao paciente, não apenas nas prescrições de medicamentos impressas ou eletrônicas. Outra forma de diminuir o risco de dificuldade de leitura de uma prescrição ilegível é a adoção das prescrições......

Ver Índice

14/05/2013

Hospitalar

Papel do enfermeiro na segurança do paciente e nos resultados do atendimento

...co · Taxas de transferências não-planejadas com aspectos de atendimento identificados · Índice de paradas cardiopulmonares · Número de mortalidades inesperadas Espera-se que os planos de ação de desempenho resultantes dos comitês reduzam os índices nessas medidas. Busca na literatura. A literatura sustentava a noção de que a maior parte das paradas cardíacas, no hospital,......

Ver Índice

26/09/2013

Hospitalar

Capítulo 2 – Desenho e avaliação de programas

...das organizações de assistência à saúde ou na comunidade. Em qualquer dessas alternativas, logo após uma suspeita, é necessário comunicar e investigar os surtos. Nos Estados Unidos, as normas de saúde pública exigem que todas as suspeitas de surtos infecciosos sejam comunicadas ao departamento de saúde, em períodos preestabelecidos. Para reconhecer surtos de infecção, o pessoal envolvido nesses p......

Ver Índice

14/05/2013

Hospitalar

Iniciais

...m difficile e infecções da corrente sanguínea associadas a cateteres venosos centrais. Como as IRASs são o tipo de infecção mais frequente com o qual os hospitais lidam, essa parte do manual se dedica a prevenção e eliminação de algumas das IRASs mais difíceis e disseminadas. Parte 2: Práticas de prevenção e controle de infecções para departamentos hospitalares específicos Cada dep......

Ver Índice

14/05/2013

Hospitalar

Iniciais

...ntrole de infecções e segurança do trabalhador vigente no momento é a Norma Regulamentadora (NR) 32 que estabelece as diretrizes básicas para a implementação de medidas de proteção à segurança e à saúde dos trabalhadores dos serviços de saúde (www.mte.gov.br/seg_sau/guia_tecnico_cs3.pdf). Embora a maioria das recomendações brasileiras siga a mesma orientação técnico-científica da legislação norte-......

Ver Índice

04/03/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução - Primum Non Nocere

...io redesenhar os sistemas; e a segurança do paciente deve se tornar uma prioridade nacional. Nesse contexto, surgiram institutos e programas voltados para qualidade em saúde e segurança do paciente, como o National Quality Forum e a National Patient Safety Foundation, culminando inclusive na iniciativa da Joint Commission on Accreditation of Healthcare Organizations (JCAHO), a principal empresa ......

Ver Índice

04/03/2009

Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente

Introdução - Primum Non Nocere

...afety.org/>. 8. Organização Mundial da Saúde – Aliança Mundial para a Segurança do Paciente. Disponível em: < http://www.who.int/patientsafety/en/>. 9. The National Quality Forum. Safe Practices for Better Healthcare 2006 Update. Disponível em: <http://www.qualityforum.org/publications/reports/safe_practices_2006.asp>. Introdução - Primum Non Nocere Lucas Santos Zambon Inf......

Ver Índice

14/05/2013

Qualidade e Segurança

Vigilância para prevenção e controle de infecções

... de infecção geral. O método consome tempo, é oneroso e não fornece taxas ajustadas ao risco, impedindo a medida contínua das tendências. 2. Vigilância por objetivos. Essa metodologia concentra-se em unidades particulares e infecções relacionadas a dispositivos médicos, procedimentos invasivos e tipos específicos de infecções. Como a vigilância é direcionada para coletar dados sobre os maiores......

Ver Índice

Página:  de 28

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal