FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Tripanossomiase Americana" obteve 9 resultados.

Página:  de 1

13/10/2008

Revisões

Cardiomiopatia Chagásica

...ente sangüínea do hospedeiro, por meio da solução de continuidade cutânea gerada pela picada ou por meio de uma membrana mucosa. Ao penetrar nas células (preferivelmente miocárdicas, musculares lisas e células gliais do sistema nervoso central – SNC), sob a forma de amastigotos, o protozoário multiplica-se, promovendo lesão celular e estimulando a reação imuno-inflamatória. A transmissão p......

Ver Índice

02/02/2010

5.5 Antiparasitários

Benznidazol

...Primeiro trimestre da gravidez. • Hipersensibilidade ao fármaco. PRECAUÇÕES1 • Cautela em pacientes com insuficiências hepática, renal ou hematológica. • Interromper o tratamento se surgirem erupções graves, acompanhadas por febre e púrpura. • Interromper o tratamento caso sejam observadas parestesia e neurite periférica relacionadas com a dose. ESQUEMAS DE ADMINIST......

Ver Índice

03/06/2014

Revisões Internacionais

Infecções por protozoários – Wesley C. Van Voorhis

... 28. Renoult E, Georges E, Biava MF, et al: Toxoplasmosis in kidney transplant recipi­ents: report of seven cases and review. Clin Infect Dis 24:625, 1997 29. Israelski DM, Remington JS: Toxoplasmosis in patients with cancer. Clin Infect Dis 17(suppl 2):S423, 1993 30. Hunter CA, Remington JS: Immunopathogenesis of toxoplasmic encephalitis. J In­fect Dis 170:1057, ......

Ver Índice

15/05/2017

Revisões Internacionais

Febre Após Retorno de Viagem

...bre zoonoses virais. A Figura 6 mostra os casos de doença causada pelo vírus Ebola na África, de 1976 a 2015, por espécie e tamanho. Figura 6 ? Casos de doença causada pelo vírus Ebola na África, de 1976 a 2015, por espécie e tamanho. Fonte: http://www.cdc.gov/vhf/ebola/outbreaks/history/distribution-map.html. Acesso em: 23/06/15. DÍSTICOS DA FIGURA 6 Senegal = Se......

Ver Índice

30/06/2014

Revisões

Zoonoses

...e apendicite aguda. Raramente há lesões no fígado, nos testículos, na vulva, no omento, no estômago, na vesícula biliar e na pele. No exame histopatológico, são verificados arterite eosinofílica, infiltrado eosinofílico acentuado e granulomas intra-arteriais ou acompanhando trajeto vascular (granulomas “em rosário”). Entretanto, o diagnóstico da doença é definitivo somente quando o verme adulto, ......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Doença de Chagas

...s distintos, sendo a Imunofluorescência Indireta (IFI), a Hemoaglutinação (HE) e o ELISA os métodos recomendados. Por serem de baixa sensibilidade, os métodos parasitológicos são desnecessários para o manejo clínico dos pacientes; no entanto, testes de xenodiagnóstico, hemocultivo ou PCR positivos podem indicar a doença crônica. Diagnóstico Diferencial Na fase aguda - leishmaniose visceral, h......

Ver Índice

30/01/2011

Guias Livres do Ministério da Saúde

Doença de Chagas

...ógico positivo para T. cruzi, que apresente exame parasitológico positivo para T. cruzi, a partir do nascimento, ou exame sorológico positivo a partir do sexto mês de nascimento, e que não apresente evidencia de infecção por qualquer outra forma de transmissão. Caso de Doença de Chagas Crônica (DC) Individuo com pelo menos dois exames sorológicos, ou com hemocultivo, ou xenodiagnóstico positi......

Ver Índice

11/11/2015

Biblioteca Livre

B

..., acidose respiratória (pode ser necessário reduzir doses). – lactação (ver Apêndice B). t Categoria de risco na gravidez (FDA): C. Esquemas de administração Criança Relaxamento muscular cirúrgico Acima de 1 mês t Dose inicial 0,3 a 0,6 mg/kg, por via intravenosa, seguido de 0,1 a 0,2 mg/kg conforme necessário. t Dose inicial 0,2 a 0,6 mg/kg, por via intravenosa. Dose de manut......

Ver Índice

05/06/2009

Biblioteca Livre

Co-morbidades e Co-infecções no paciente com HIV

...a na vigência de LT, como manifestação clínica isolada, recomenda-se primeiro tratar a leishmaniose e repetir a avaliação laboratorial (virológica e imunológica) 30 dias após a resolução clínica para avaliação mais fidedigna da indicação de TARV. Referências Bibliográficas 1. Israel Cruz, Javier Nieto, Javier Moreno , Carmen Cañavate, Philippe Desjeux & Jorge Alvar. Leishmania/HIV co-i......

Ver Índice

Página:  de 1

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal