FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Filtrar

Veja também o resultado via

Exibir resultados de:

Filtrar por:

Resultados de Busca

Sua busca por "Solucoes Hidreletroliticas e Corretoras do Equilibrio Acido Basico" obteve 11 resultados.

Página:  de 2

16/09/2015

Biblioteca Livre

Soluções Hidreletrolíticas e Corretoras do Equilíbrio Ácido-Básico

...ólica grave (como ocorre na insuficiência renal). Como esta condição é usualmente acompanhada por depleção de sódio, pode-se corrigir primeiro este eletrólito pela infusão intravenosa de cloreto de sódio a 0,9%, considerando que os rins não estejam afetados e o grau de acidose não é tão grave a ponto de prejudicar a função renal. Nestas circunstâncias, o cloreto de sódio isotônico, isoladamente, é......

Ver Índice

16/09/2015

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

Soluções Hidreletrolíticas e Corretoras do Equilíbrio Ácido-Básico

...natureza e a gravidade do desequilíbrio eletrolítico devem ser avaliadas, considerando história clínica e exames bioquímicos de cada indivíduo. Depleções de sódio, potássio, cloreto, magnésio, fosfato e água podem ocorrer de forma isolada ou combinada, e com ou sem distúrbios do equilíbrio ácido-básico. Soluções isotônicas podem ser infundidas de forma segura em veias periféricas. Soluções hipertô......

Ver Índice

02/05/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

bicarbonato de sódio

...parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial.” O objetivo do site MedicinaNet e seus editores é divulgar este importante documento. Esta reprodução permanecerá aberta para não assinantes indefinidamente. bicarbonato de sódio bicarbonato de sódio (Livre) 9 Soluções Hidreletrolíticas e Corretoras do Equilíbrio Ácido-Básico SEÇÃO A – MED......

Ver Índice

07/04/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

Solução de Ringer + Lactato

...osamente monitorada em pacientes com falência renal e se doses altas de vitamina D estiverem sendo utilizadas ao mesmo tempo. ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO1 • Para reposição de fluidos e eletrólitos ou para tratar choque hipovolêmico, por infusão intravenosa. A dose para adultos e crianças é determinada a partir da avaliação clínica e, quando possível, deve-se fazer monitoramento de eletróli......

Ver Índice

19/12/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

Gliconato de Cálcio

...atias) ou em uso de altas doses de vitamina D. • Manter o paciente em repouso após a administração intravenosa a fim de evitar tontura. • Não utilizar por vias intramuscular, intracardíaca ou subcutânea. • Lactação. • Categoria de risco na gravidez: C. ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO1-6 Adultos Tratamento de Hipocalcemia Grave e Tetania Hipocalcêmica • 10 mL da soluçã......

Ver Índice

07/04/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

Água para Injeção

... medicamentos para administração, como veículo, ressuspensão, dissolução ou diluição de substâncias. ASPECTOS FARMACÊUTICOS1,6,8 • A água deve ser estéril e livre de pirogenios. • Deve ser preparada a partir do processo de destilação ou osmose reversa de água pré-purificada. • Quando usada para preparação de soluções parenterais, deve ser esterilizada antes, ou a solução fina......

Ver Índice

07/04/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

Fosfato de Potássio Monobásico e Dibásico

...sfatemia. • Fraqueza. • Dispnéia. • Retenção de líquido. INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS • Aumenta a toxicidade de digitálicos. ASPECTOS FARMACÊUTICOS4,6,8 • Conservar em temperatura entre 15 e 30°C. • As soluções devem ser límpidas e livres de partículas. • A adição de fosfato em soluções contendo cálcio ou magnésio pode levar à formação de precipitado.......

Ver Índice

07/04/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

Cloreto de Potássio

...io sérico menor que 2,5 mEq/L: 20 a 40 mEq/hora, em infusão intravenosa, com monitoramento cardíaco contínuo; dose máxima: 400 mEq/dia. • Potássio sérico maior que 2,5 mEq/L: 10 a 15 mEq/hora, por infusão intravenosa; dose máxima: 200 mEq/dia. Crianças • Inicial: 1 mEq/kg por infusão intravenosa, por duas horas, repetidos na medida do necessário; a infusão intermitente não excede 1......

Ver Índice

07/04/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

Sais para Reidratação Oral

...tos • 200 a 400 mL, por via oral, em pequenos volumes, no período de 4 horas, na medida da tolerabilidade do paciente, ou após cada evacuação líquida. Crianças com Desidratação Moderada • 75 mL/kg, por via oral, em pequenos volumes no período de 4 horas, ou 200 mL após cada evacuação líquida. • Pode ser administrado à velocidade de 20 mL/kg/hora, por sonda nasogástrica, no p......

Ver Índice

19/12/2010

Formulário Terapêutico Nacional 2010: Rename 2010

Cloreto de Sódio

... Evitar administração excessiva. O aumento da concentração plasmática de sódio não deve exceder 10 mmol/L em 24 horas. • Monitorar pressão venosa jugular, crepitações em bases pulmonares e, em idosos, pressão venosa central. • Categoria de risco na gravidez (FDA): C. ESQUEMAS DE ADMINISTRAÇÃO1,2,6 • A concentração e dose das soluções de cloreto de sódio para uso intravenoso......

Ver Índice

Página:  de 2

Índice

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A

Cnpj: 11.012.848/0001-57

info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal

×
×

Em função da pandemia do Coronavírus informamos que não estaremos prestando atendimento telefônico temporariamente. Permanecemos com suporte aos nossos inscritos através do e-mail info@medicinanet.com.br.