FECHAR
Feed

Já é assinante?

Entrar
Índice

Que infecções os estrangeiros correm risco de pegar no Brasil durante a Copa do Mundo?

Autor:

Lucas Santos Zambon

Doutorado em Ciências Médicas pela Faculdade de Medicina da USP.
Supervisor do Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Diretor do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Última revisão: 16/06/2014

Comentários de assinantes: 0

Especialidades: Infectologia/Medicina de Família/Medicina de Emergência

 

Contexto Clínico

        O Brasil será, entre junho e julho de 2014, a sede da Copa do Mundo de Futebol da FIFA. Além disso, sediará os Jogos Olímpicos em 2016. A expectativa é que estes eventos atraiam milhares de estrangeiros que assistirão tais eventos esportivos. Esses visitantes irão se deparar com uma realidade muito específica de doenças infecciosas endêmicas no nosso País. Com o propósito de avaliar quais riscos existem para o viajante, foi realizado o estudo a ser descrito a seguir.

 

Os Estudos

         Este é um estudo observacional retrospectivo que avaliou 1586 viajantes que retornaram de visitas ao Brasil entre julho de 1997 e maio de 2013. As doenças mais frequentes dos viajantes foram afecções dermatológicas (40% dos casos), síndromes diarreicas (25%), e doenças febris sistêmicas (19%). Os diagnósticos dermatológicos mais comuns foram larva migrans (27% dos quadros cutâneos), picadas de insetos (16% dos quadros cutâneos), infecções de pele/partes moles (15% dos quadros cutâneos), miíase (6% dos quadros cutâneos) e tungíase (6% dos quadros cutâneos). Entre as síndromes diarreicas, 37% foram diarreias agudas sem etiologia definida, 18% diarreias crônicas, 9% de casos de giardíase e 4% de casos de infecção por Campilobacter.  Dengue e malária (principalmente por Plamodium vivax) foram os diagnósticos específicos mais frequentes entre as causas de febre, e as causas mais comuns de hospitalização após a viagem. Ainda entre os quadros febris, 37% foram de causa não determinada, 6% por mononucleose/Epstein-Barr e outros 6% de casos agudos de influenza. Diagnósticos de febre por dengue mostram uma grande sazonalidade a despeito de ocorrerem ao longo do ano inteiro. Entre os 28 viajantes que foram identificados como portadores de HIV na amostra, 11 tiveram nova infecção assintomática diagnosticada e 9 tiveram HIV sintomático agudo. 

 

Aplicações Práticas

         Esta interessante análise observacional, que foi realizada e publicada recentemente, demonstra claramente a preocupação dos visitantes estrangeiros que virão ao Brasil na Copa em junho e julho de 2014, bem como aos Jogos Olímpicos em 2016.

         Este conhecimento é fundamental para quem irá retornar de viagem após assistir aos eventos esportivos, mas traz informações das quais devemos lembrar mesmo no atendimento aqui dentro do Brasil, a depender dos locais visitados por possíveis pacientes que procurarem atendimento médico durante sua estadia. Principalmente no que concerne doenças febris, devemos lembrar das visitas a áreas endêmicas para malária e febre amarela, sendo sempre importante perguntar ao viajante se tomou vacina para esta última antes de sua viagem.

         Como curiosidade, as recomendações para quem vier ao Brasil nos eventos é a seguinte:

 

         Vacinas que devem estar em dia:

o   Hepatite A;

o   Influenza;

o   Tríplice viral (caxumba-rubéola-sarampo);

     Tomar precauções para riscos específicos:

o   Dengue;

o   Diarreias agudas;

o   Quadros infecciosos cutâneos;

    Cuidados para áreas endêmicas específicas:

o   Vacinação para febre amarela;

o   Tomar quimioprofilaxia para malária.

 

 

Bibliografia

Wilson ME et al. Illness in Travelers Returned From Brazil: The GeoSentinel Experience and Implications for the 2014 FIFA World Cup and the 2016 Summer Olympics. Clin Infect Dis. (2014) 58 (10): 1347-1356 (link para o artigo).

Conecte-se

Feed

Sobre o MedicinaNET

O MedicinaNET é o maior portal médico em português. Reúne recursos indispensáveis e conteúdos de ponta contextualizados à realidade brasileira, sendo a melhor ferramenta de consulta para tomada de decisões rápidas e eficazes.

Medicinanet Informações de Medicina S/A
Av. Jerônimo de Ornelas, 670, Sala 501
Porto Alegre, RS 90.040-340
Cnpj: 11.012.848/0001-57
(51) 3093-3131
info@medicinanet.com.br


MedicinaNET - Todos os direitos reservados.

Termos de Uso do Portal